Archive for março 11th, 2018

Galeno é escolhido o político com mandato mais ingrato com o eleitor de Mossoró

Francisco José Junior no auge da popularidade prometendo que Galeno seria o "deputado de Mossoró"
Francisco José Junior no auge da popularidade prometendo que Galeno seria o “deputado de Mossoró”

O deputado estadual Galeno Torquato (PSD) foi escolhido com 56,48% dos votos pelos leitores do Blog do Barreto como o político mais ingrato com o eleitor de Mossoró.

O percentual é expressivo partindo do pressuposto de que a disputa contou com a presença de outros oito políticos. Juntos eles obtiveram 43,52%.

A decepção com Galeno em Mossoró não é por acaso. Nas eleições de 2014, ele obteve 12.306 votos na segunda cidade do Rio Grande do Norte, ficando atrás apenas da deputada estadual Larissa Rosado (PSB). O desempenho teve papel fundamental do então prefeito Francisco José Junior (PSD) e um grupo de vereadores.

A votação de Galeno em Mossoró equivaleu a 19,44% dos 63.286 sufrágios conquistados pelo deputado em todo o Estado nas eleições de 2014. Tanto que mesmo com atuação apagada na cidade ele tenta formar um grupo de apoio aqui e já fechou com três suplentes de vereador que vão cuidar da campanha dele na cidade.

Galeno foi eleito prometendo ser um “deputado de Mossoró”, mas com exceção do Restaurante Popular do Campus Central da Universidade do Estado do Rio Grande do Norte (UERN) não há registro de outras benfeitorias trazidas para a cidade pelas suas mãos. E olhe que o deputado prestigiadíssimo no governo Robinson Faria (PSD), o segundo colocado na enquete realizada pelo Blog no Grupo no Facebook.

O terceiro lugar foi do senador José Agripino (DEM) e o quarto da prefeita Rosalba Ciarlini (PP). Seguida por Sandra Rosado (PSB), Fábio Faria (PSD), Larissa Rosado (PSB) e os senadores Fátima Bezerra e Garibaldi Filho (MDB).

 

Fonte: http://blogdobarreto.com.br/galeno-e-escolhido-o-politico-com-mandato-mais-ingrato-com-o-eleitor-de-mossoro/

Henrique Meirelles visita Assembleia de Deus em Natal com objetivo de receber apoio político

Resultado de imagem para Henrique Meirelles
Foto: da Internet

O ministro Henrique Meirelles quando veio para o evento do Seminário dos Motores do Desenvolvimento do RN, promovido pela FIERN; tirou um tempinho para fazer uma visita a sede da Assembleia de Deus no Estado do Rio Grande do Norte -IEADERN.

O objetivo da visita como vem fazendo, o ministro, em todas capitais por onde passa é de contar com os presidentes das igrejas evangélicas para aprovar a reformas econômicas, entre elas está a maldosa reforma da previdência. Também com objetivo de granjear apoio para seu projeto para sua candidatura a presidente do Brasil, pelo PSD, partido do governador Robinson Faria.

Como estamos vivendo momentos de um proselitismo evangélico, onde pastores usam seus rebanhos para fazer a média no mundo político; não foi diferente em Natal. Os que presidem as igrejas invés de exercerem seus sacerdócios, estão a negociar o rebanho de Deus como advertiu o apóstolo Pedro quando diz: “E muitos seguirão as suas dissoluções, pelos quais será blasfemado o caminho da verdade. E por avareza farão de vós negócio com palavras fingidas; sobre os quais já de largo tempo não será tardia a sentença, e a sua perdição não dormita. ” ( 2 Pedro, 2. 2,3)

Resultado de imagem para Assembleia de Deus me Natal
Igreja Assembléia de Deus Alecrim Natal RN (Foto: Divulgação)

Meirelles foi recebido pelo pastor presidente Martim Alves da Silva que é possível ter acatado os pedidos de investir em alienar o povo mais carente, menos avisados, e apoiar as ideias do presidenciável.

A proposta apresentada pelo ministro Meirelles é que os trabalhadores devem deixar para se aposentar quando estiverem mais próximo da morte. Quase aos 70 anos quando o ancião em sua maioria não tem mais capacidade de desfrutar da vida.

Também informaram que o deputado federal Antônio Jâcome foi comunicado de última hora, não havendo muito tempo para aquela pose da foto. Jâcome diz que é contra a reforma da bengala; mas quando soube que o mentor da proposta da reforma da previdência estava na sede da igreja, correu ao encontro com objetivo de granjear mais status.
Da para acreditar que Jâcome é contra a reforma da bengala?

Resultado de imagem para Martim e Jâcome
Pastor Martim entre seus preferidos candidatos, Jâcome e Jacó

Kelps diz que Fátima precisa começar a falar menos de Temer e mais sobre o Rio Grande do Norte

Deputado estadual Kelps Lima (Foto: Divulgação/Assessoria)

O deputado Kelps Lima deu entrevista nas rádios do Vale do Assu na sexta-feira, 9 de março, e, a pedido dos entrevistadores, fez análises das várias pré-candidaturas que já estão postas no cenário de Governo do Rio Grande do Norte.

Ao analisar a situação da Senadora Fátima Bezerra, o deputado explicou que, apesar de ser uma figura vitoriosa da política potiguar, a representante do Partido dos Trabalhadores não apresentou, até agora, sintonia com a realidade da situação do Rio Grande do Norte e só olha, pensa e fala assuntos relacionados ao panorama político nacional. “Eu gosto de Fátima, mas ela precisa começar a olhar para o RN e menos para o PT” disse Kelps.

“Neste momento, o Rio Grande do Norte precisa restabelecer a confiança na máquina pública e ter foco na recuperação da economia, mas Fátima só fala de Temer, do Golpe, Lula, até na intervenção no Rio de Janeiro ela opinou…e a gente não vê uma construção de pensamento sobre como vai colocar os salários em dia, resolver a greve da UERN e espalhar confiança às empresas do RN que precisam gerar emprego e pagar impostos.”

Sobre Carlos Eduardo e Robinson Faria, Kelps disse o que toda a população do Rio Grande do Norte já sabe: Carlos Eduardo herdou o poder político do pai e dos tios, mantém-se no poder com apoio dos primos, e quer continuar no poder para passar os cargos eletivos para uma futura geração de Alves. Robinson Faria pratica a política mais antiga que existe entre as forças tradicionais e conseguiu piorar o que já estava ruim no Estado.

 

Fonte: https://blogdobg.com.br/kelps-diz-que-fatima-precisa-comecar-a-falar-menos-de-temer-e-mais-sobre-o-rio-grande-do-norte/