Archive for abril 16th, 2018

Ezequiel requer benefícios para João Câmara, na região do Mato Grande

João Câmara, que tem uma população em torno de 35 mil habitantes, é o principal município da microrregião do Mato Grande, exercendo forte influência nos municípios daquela área geográfica. Mais de 10 mil pessoas moram na zona Rural, que necessitam do apoio do poder público para a ampliação do seu potencial de produção agrícola.

Levando em consideração essa característica do município, o deputado e presidente da Assembleia Legislativa, Ezequiel Ferreira de Souza (PSDB) solicitou do governo do Estado vários benefícios para aquele município. Um deles foi o projeto Dia de Campo que é desenvolvido pela empresa de Pesquisas Agropecuárias (EMPARN).

“O objetivo do Dia de Campo é transmitir aos agricultores familiares tecnologias de ponta adotadas para a cultura especializada. O projeto consta de aulas expositivas e demonstrativas sobre temas da cadeia produtiva voltada para agricultores familiares. A capacitação é destinada, também, aos pequenos produtores da localidade”, justifica o deputado Ezequiel Ferreira. Outro benefício solicitado para a zona rural foi a perfuração de poços tubulares nas comunidades Tubibas e do Corte.

Para a área urbana de João Câmara, Ezequiel sugeriu a realização de convênio entre o governo do Estado e a Prefeitura para a pavimentação e drenagem de ruas e a inclusão do município na relação dos contemplados com ações do projeto Vila Cidadã. Que leva os serviços do governo até a população mais carente.

 

Assessoria

Homem atacado por tubarão no Grande Recife ainda corre risco de morrer, afirma médico

Darlene Inácio de Melo é mãe de Pablo Diego, que foi atacado por tubarão no Grande Recife (Foto: Pedro Alves/G1)

A equipe médica do Hospital da Restauração (HR), na área central do Recife, afirmou que o potiguar Pablo Diego Inácio de Melo, atacado por um tubarão no domingo (15), apresentou estabilidade no quadro de saúde, mas ainda corre o risco de morrer. Segundo a mãe, a aposentada Darlene Inácio de Melo, ela ainda não pode ver o filho, pelo risco de uma piora no estado de saúde.

“Ele está mais estável do que ontem, mas ainda é um paciente muito grave em virtude das lesões apresentadas pelo trauma. Ele corre o risco de morte, mas está tendo todos os cuidados necessário e possíveis. A primeira etapa é o controle do sangramento e, depois, lidamos com a possível infecção”, detalha o diretor geral do HR, Miguel Arcanjo.

Pablo Diego teve a perna direita amputada e passou por um processo de revascularização nos dois braços no domingo (15), logo após o ataque. De acordo com o diretor geral do HR, a principal preocupação da equipe médica é estabilizar o paciente, antes mesmo de conter possíveis infecções.

“Ele perdeu muito sangue e chegou a ter uma parada cardíaca. Foi operado pela traumatologia e cirurgia vascular, e teve que ter a perna amputada a nível de joelho. O paciente está em estado grave e respirando com a ajuda de aparelhos, mas não está entubado. Estamos monitorando minuciosamente, para controlar quaisquer problemas que possam ocorrer nos procedimentos que já foram realizados”, disse o médico.

Ainda segundo a equipe médica do HR, o homem chegou a chamar pela mãe, que do Rio Grande do Norte ao Recife para acompanhar o filho após o ataque. Pablo tem cinco filhos e chegou em janeiro a Pernambuco, para trabalhar num projeto.

Fonte: https://g1.globo.com

Projeto de Carlos Augusto propõe política de atendimento ao portador de Parkinson no Estado

 O deputado Carlos Augusto Maia (PCdoB) apresentou projeto de lei na Assembleia Legislativa propondo instituir uma política de atendimento ao portador de doença de Parkinson no Rio Grande do Norte. A matéria busca, entre outras coisas, aperfeiçoar o atendimento mediante a articulação e humanização dos serviços no âmbito da saúde, da rede socioassistencial e do sistema de justiça.

“A implementação de medidas capazes de combater esse problema e promover o acesso à saúde e bem estar dos pacientes de Parkinson é um dever do Poder Público. Nesse sentido, apresenta-se fundamental o investimento em uma política específica de atendimento, com a criação de protocolos de procedimento em todo o Estado, de modo a otimizar os serviços e evitar qualquer forma de desatenção e descuido com os pacientes”, justifica Carlos Augusto.

O projeto prevê ainda assegurar o atendimento integral e multiprofissional ao parkinsoriano, observados os princípios da dignidade da pessoa, da não discriminação e do acesso à saúde. O parlamentar explica que, para atingir os objetivos propostos, as ações devem abranger “tanto a capacitação de agentes e equipes de saúde, além de outros profissionais envolvidos, quanto a criação e estruturação de espaços específicos para esse fim”.

A proposta apresentada também estabelece a promoção de fóruns estaduais e locais, com a participação de órgãos públicos e entidades da sociedade civil, para debater o conteúdo da política sugerida e elaborar o conjunto de ações e medidas adequadas à sua implementação.

Parkinson

O Parkinson é uma doença degenerativa do sistema nervoso central, crônica e progressiva, causada pela diminuição intensa da produção de dopamina, substância química que ajuda na transmissão de mensagens entre as células nervosas. A dopamina é responsável por ajudar o corpo humano a realizar os movimentos voluntários de forma automática. Na ausência deste neurotransmissor numa pequena região encefálica, o controle motor do indivíduo é perdido.

Assesssoria

Vítima de bala perdida após homicídio em restaurante de Natal, cozinheiro morre em hospital

Movimentação policial foi intensa neste domingo na praia de Areia Preta (Foto: Inter TV Cabugi/Reprodução)

casal suspeito de ter matado um homem na manhã deste domingo (15) na praia de Areia Preta, dentro do restaurante Farol Bar, na Zona Leste de Natal, também deve responder por um segundo homicídio. É que morreu no hospital, pouco tempo depois do assassinato, um cozinheiro que foi atingido por uma bala perdida.

Anderson Felipe Pinto da Silva, de 20 anos, trabalhava no restaurante Barramar, que fica na frente do Farol Bar.

De acordo com a Polícia Militar, logo após o assassinato no Farol Bar, o casal foi abordado na saída do restaurante e tentou fugir. Houve perseguição e o casal atirou aleatoriamente pela rua. Um dos tiros pegou em Anderson Felipe. O cozinheiro ainda foi socorrido para o Pronto-Socorro Clóvis Sarinho, mas não resistiu.

Com o casal preso, a PM apreendeu uma pistola calibre 9 milímetros.

Fonte: https://g1.globo.com/rn