Archive for setembro 8th, 2020

Albert parabeniza Anvisa por deixar de exigir retenção de receita da ivermectina


Durante o seu pronunciamento na primeira sessão híbrida da Assembleia Legislativa, nesta terça-feira (8), o deputado Albert Dickson (PROS) parabenizou a Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) por não mais exigir a retenção de receita para a ivermectina. Antes da proibição, se podia fazer prescrição simples e a Anvisa exigiu por um período que a venda fosse por receita controlada.

“Eu fui um crítico da Anvisa quando por 45 dias ela restringiu a venda da ivermectina e somos a única pessoa física do Brasil que fomos à Justiça Federal, fizemos a justificativa e o presidente Jair Bolsonaro também solicitou a liberação da hidroxicloroquina, que eu dei entrada também para que retirasse  a restrição”, informou Albert Dickson.

O deputado afirmou que o período em que a Anvisa determinou que a receita fosse controlada gerou dificuldades para o brasileiro. “Quero agradecer à Anvisa e ao nosso advogado, essa decisão irá salvar muitas vidas e a ivermectina é como ´uma grande bala de prata´ contra o coronavírus e nosso Estado já se adaptou e espero que continue usando até a chegada da  vacina, que deve demorar ainda uns cinco meses, afirmou o parlamentar.

O parlamentar voltou a defender o uso precoce e o uso profilático da ivermectina e citou pesquisas que teriam comprovado o seu real valor no tratamento do novo coronavírus, por bloquear a fase um da doença.

Assessoria

Sine oferece 74 vagas de emprego em Natal e região metropolitana

Carteira de trabalho — Foto: Heloise Hamada/G1
Carteira de trabalho — Foto: Heloise Hamada/G1

O Sistema Nacional de Emprego do Rio Grande do Norte (Sine-RN) informou que está com 74 vagas de emprego registradas para Natal e região metropolitana, nesta terça (8).

Para concorrer às vagas, os interessados devem se cadastrar pela internet no Portal Emprega Brasil do Ministério do Trabalho e Emprego, ou nos aplicativos Sine Fácil e Carteira de Trabalho Digital, disponíveis para smartphones.

De acordo com o Sine-RN, por causa da pandemia do novo coronavírus (Covid-19), o órgão não está com atendimento presencial para vagas de emprego.

Confira todas as vagas:

  • ATENDENTE DE BALCÃO – 07
  • AUXILIAR ADMINISTRATIVO – 01
  • AUXILIAR CONTÁBIL – 01
  • AUXILIAR DE LIMPEZA – 01
  • CONTROLADOR DE TRÁFEGO – 10
  • COZINHEIRO DE RESTAURANTE – 01
  • ELETRICISTA DE INSTALAÇÕES DE VEÍCULOS AUTOMOTORES – 01
  • ELETRICISTA INSTALADOR DE ALTA E BAIXA TENSÃO – 01
  • ESTOFADOR DE MÓVEIS – 01
  • GERENTE DE RESTAURANTE – 01
  • MANICURE – 05
  • MECÂNICO DE AUTO EM GERAL – 01
  • MECÂNICO DE MANUTENÇÃO DE AUTOMÓVEIS, MOTOCICLETAS E VEÍCULOS SIMILARES – 01
  • MECÂNICO DE MOTOCICLETAS – 02
  • MECÂNICO DE REFRIGERAÇÃ0 – 02
  • MONTADOR DE MÓVEIS E ARTEFATOS DE MADEIRA – 02
  • MONTADOR DE VIDROS – 01
  • MONTADOR SOLDADOR – 01
  • OFICIAL DE MANUTENÇÃO – 01
  • OPERADOR DE RETROESCAVADEIRA – 02
  • PEDREIRO – 02
  • PIZZAIOLO – 02
  • POLIDOR DE AUTOMÓVEIS – 01
  • REPRESENTANTE COMERCIAL AUTÔNOMO – 20
  • SERRALHEIRO DE ALUMÍNIO – 01
  • SUPERVISOR DE SEÇÃO DE SERVIÇOS GERAIS – 01
  • TÉCNICO DE REDE (TELECOMUNICAÇÕES) – 01
  • VENDENDOR INTERNO – 01
  • VIDRACEIRO DE QUADROS E MOLDURAS (COMÉRCIO VAREJISTA) – 02

Fonte: https://g1.globo.com/rn/rio-grande-do-norte/noticia/

Vivaldo Costa cobra implantação de maternidade de alto risco para o Seridó

O deputado estadual Vivaldo Costa (PSD) apresentou requerimento na Assembleia Legislativa, encaminhado à Governadora do Estado Fátima Bezerra e ao Secretário da Secretaria de Estado da Saúde Pública – SESAP, Cipriano Maia de Vasconcelos, solicitando a implantação de uma maternidade de alto risco para atender a Região do Seridó.

“Com base nos últimos acontecimentos veiculados pela mídia, foi possível enxergar o agravamento no atendimento às gestantes de alto risco na capital do Estado”, argumentou.

Vivaldo relembrou com destaque, a superlotação da Maternidade Escola Januário Cicco (MEJC), à qual entrou em colapso no início do mês de agosto, chegando a ter leitos improvisados nos corredores da maternidade. “Com base nesses fatos e entendendo ser um assunto de grande importância para a população potiguar, em especial as regiões que serão prejudicadas com esse caos na saúde pública, presamos por apresentar esse tema, solicitando ao governo do Estado uma parceria com o município de Caicó para a implantação de uma maternidade de alto risco que atenda a demanda de toda Região do Seridó”, ressaltou.

Outro requerimento apresentado por Vivaldo Costa foi à criação de um programa que exige a permanência de fisioterapeuta nas maternidades públicas e privadas. “O nosso objetivo é consolidar as recomendações para assistência obstétrica à gestante e ao parto, definidas e propostas pela Organização Mundial de Saúde (OMS). Sendo necessária a restruturação das unidades de saúde e a inclusão de uma equipe multidisciplinar”, argumentou.

Vivaldo disse ainda que o curso de fisioterapia passou a ser reconhecido como uma ramificação da área de saúde, e que a inclusão do profissional fisioterapeuta nas maternidades e na assistência aos partos tem grande importância durante a gravidez, trabalho de parto e no pós parto.

“Além disso, é imprescindível o uso de recursos fisioterapêuticos para melhorar a progressão do trabalho de parto, reduzindo o índice de cesarianas, conforme recomendação da OMS. Assim, surge a necessidade urgente de imposição da presença do fisioterapeuta em tempo integral (24 horas) nas maternidades de todo o Estado do Rio Grande do Norte, sejam elas públicas ou privadas”, disse.

Assessoria

Governadora do RN anuncia que aulas presenciais na rede pública só voltam em 2021

Governadora do Rio Grande do Norte, Fátima Bezerra (PT), anunciou que as aulas presenciais nas escolas públicas estaduais só serão retomadas em 2021. — Foto: Reprodução
Governadora do Rio Grande do Norte, Fátima Bezerra (PT), anunciou que as aulas presenciais nas escolas públicas estaduais só serão retomadas em 2021. — Foto: Reprodução.

A governadora do Rio Grande do Norte, Fátima Bezerra (PT), afirmou que as aulas presenciais na rede pública do estado só serão retomadas em 2021. A declaração foi dada durante um fórum virtual da União dos Dirigentes Municipais de Educação (Undime), que aconteceu na manhã desta terça-feira (8).

Ainda segundo a governadora, um novo decreto estadual será editado e publicado nos próximos dias. A decisão é referente à rede pública. Segundo o governo, as escolas privadas seguem com a perspectiva de voltar no dia 5 de outubro.

“Quero aqui nesse momento, na condição de governadora, informar que as atividades presenciais no âmbito na educação do Rio Grande do Norte só serão retomadas no ano de 2021”, afirmou Fátima, no encontro. De acordo com ela, a decisão foi tomada após consulta a entidades e inclusive levando em consideração enquetes e pesquisas locais e nacionais.

“Em 2020, as escolas darão continuidade às atividades não presenciais aplicando um plano de recuperação das aprendizagens com os estudantes concluintes, intensificando aulões, cursinhos, aulas online preparatórias para os exames do IFRN e Enem, por meio televisivo, plataformas digitais, materiais impressos, entre outras”, disse.

As aulas estão suspensas no Rio Grande do Norte desde o dia 18 de março, por causa da pandemia do novo coronavírus. O último decreto sobre o assunto prevê manutenção da suspensão até o próximo dia 18.

Na última quinta-feira (3), o secretário de Educação, Getúlio Marques, anunciou o dia 5 de outubro como data para retorno das aulas em todas as redes de educação do estado, desde que cumpridos os protocolos. No mesmo dia, a governadora Fátima Bezerra (PT) foi às redes sociais declarar que tratava-se de uma previsão de data.

Na manhã desta terça (8), pais, alunos, professores, e donos de escolas particulares participaram de um ato em Natal, pedindo a retomada das aulas presenciais.

Fonte: https://g1.globo.com/rn/rio-grande-do-norte

Kelps Lima defende reabertura das escolas da rede privada no RN


No horário destinado aos oradores durante a sessão desta terça-feira (8), o deputado Kelps Lima (SDD) defendeu o retorno das aulas presenciais nas escolas parlamentares. O deputado fez um apelo para que o governo estadual autorizasse o funcionamento, de forma opcional, para que assim os pais possam escolher a melhor forma para os seus filhos.

“Há um apelo muito forte por parte das escolas particulares pela reabertura e acredito que a governadora Fátima Bezerra já assumiu o fracasso na sua política de educação, pois mesmo após um semestre de pandemia não conseguiu reestruturar as escolas para os alunos que querem voltar”, criticou o deputado.

Kelps afirmou que o governo estadual ao anunciar que as aulas só retornarão em 2021 condenou os jovens e crianças a perderem o ano letivo. “A culpa não é absolutamente dela, porque não foi ela quem criou a pandemia, mas demonstra o despreparo e descompromisso com a educação”, afirmou.

O deputado disse ainda que o ano de 2020 foi tumultuado na Educação pública do RN, pois o reajuste do piso salarial dos professores não foi concedido na data, além de greve e agora a falta de alternativa para os estudantes.

“É minha opinião, mas acho que a governadora e o prefeito de Natal deveriam autorizar a reabertura, porque a lógica da iniciativa privada não é a mesma lógica do poder público”, disse Kelps.

Assessoria

Banhistas lotam praias de Natal no feriado de 7 de setembro

Praia da Redinha, em Natal, lotada de banhistas neste feriado de 7 de setembro, em Natal — Foto: Anna Alyne Cunha/Inter TV Cabugi
Praia da Redinha, em Natal, lotada de banhistas neste feriado de 7 de setembro, em Natal — Foto: Anna Alyne Cunha/Inter TV Cabugi

Banhistas lotaram praias de Natal nesta segunda-feira (7), quando é comemorado o feriado de Independência do Brasil. Muitas pessoas não usavam máscaras, o que é obrigatório durante a pandemia do novo coronavírus, conforme decreto estadual.

Por volta de meio-dia, não havia fiscalização na Praia do Meio, na Zona Leste da capital, onde crianças brincavam, sem proteção, em uma lagoa que se formou com a baixa da maré.

Na praia da Redinha, na Zona Norte, as barracas estavam todas ocupadas. Apesar de os equipamentos estarem um pouco mais afastados que o normal, não parecia um cenário diferente de feriados antes da pandemia. Também não havia fiscalização ou orientação, por parte de agentes públicos.

Outra praia cheia era a Praia do Forte e quem também aproveitou o feriado ensolarado foram os vendedores ambulantes, que vendiam comidas, roupas e acessórios a turistas e natalenses.

No fim de semana, foram registradas aglomerações em Pipa, em Tibau do Sul, além de Ponta Negra, zona Sul da capital.

G1RN

Covid-19: Sesap deixa de divulgar mortes diárias causado pelo vírus

Testes coronavírus — Foto: Divulgação/Geraldo Bubniak/AEN
Testes coronavírus — Foto: Divulgação/Geraldo Bubniak/AEN

Nas últimas notícias a Sesap tem deixado de noticiar como fazia antes as mortes diária pelo coronavírus. Talvez pelo fato das mortes estarem diminuindo.

O Rio Grande do Norte registra 63.810 casos confirmados e 2.295 mortes por Covid-19 desde o início da pandemia. Os dados foram atualizados na edição desta segunda-feira (7) do boletim epidemiológico da Secretaria do Estado da Saúde Pública (Sesap). Além disso, 217 óbitos seguem em investigação.

No boletim mais recente, divulgado no sábado (5), os números eram de 63.693casos e 2.285 mortes por Covid-19.

Segundo o novo boletim, o RN tem ainda 26.693 casos suspeitos e outros 122.230 descartados. O número de confirmados recuperados segue em 38.385. Os casos inconclusivos, que agora são tratados como “Síndrome Gripal não especificada”, também continuam em 52.761.

De acordo com a Sesap, 232 pessoas estão internadas por causa da Covid-19 no RN, sendo 187 na rede pública e 45 na rede privada. A taxa de ocupação dos leitos críticos (semi-intensivo e UTIs) é de 47,5% na rede pública e de 17,7% na rede privada.

De acordo com o boletim, o RN realizou 159.570 testes para coronavírus, sendo 77.580 RT-PCR (conhecidos também como Swab) e 81.990 sorológicos.

G1RN

Ação Solidária da LBV, chega a Associação dos Deficientes Visuais no RN

Foto cedida

A atuação pioneira da Legião da Boa Vontade – LBV, no combate à fome e a miséria ao longo das suas sete décadas, tem sido intensificada neste período de pandemia, visando amenizar os impactos gerados pela Covid -19. Em 1º de setembro, a Instituição celebrou seus 43 anos de serviços prestados às famílias em vulnerabilidade social oriundas da capital e sertão do Estado. 

Diante da pandemia, o trabalho diário da LBV está suspenso para a não aglomeração, contudo as ações emergenciais estão a todo vapor, por meio da Campanha LBV – SOS Calamidades, vem socorrendo as populações mais vulneráveis, com cestas verdes e de alimentos, kit de limpeza e higiene, e também, beneficiando Instituições parceiras através da Rede Sociedade Solidária. 

Nessa última sexta-feira, 4 de setembro, a LBV esteve na Associação dos Deficientes Visuais – ADEVIRN, assistindo 70 famílias com entrega de cestas de alimentos composta de arroz; feijão; óleo de soja; açúcar; macarrão; farinha de mandioca; fubá; extrato de tomate e sal, além de uma cesta verde com variedades de frutas. Ainda, foi entregue também, um kit de limpeza, com sabão; água sanitária; desinfetante; detergente e limpador multiuso.

A presidente Lúcia Maria da Silva, agradece a Legião da Boa Vontade, pelo apoio e parceria no acolhimento das famílias Adevirn. “Nossa gratidão a LBV, por lembrar e acolher a Adevirn, nesse momento tão difícil”.Com quatro filhos, o deficiente visual, Francisco Canindé da Silva, 55 anos, falou que a ajuda da LBV, chegou na hora certa.

“Nossa despensa estava vazia, a cesta de alimentos, o kit de higiene e a cesta verde com abacaxi e melão, vai ajudar a oferecer uma alimentação com qualidade aos meus filhos. Só tenho que agradecer a todos, e que Deus cuide de cada um, que ajudou”, disse.

 A professora Joelma Soares, conta que permanece em isolamento social por conviver com pessoas idosas em sua casa, sem poder exercer a profissão, tem contado com apoio de pessoas solidárias.

“Quero agradecer a cesta, pelos produtos de limpeza e em especial as cestas de frutas, uma alimentação saudável que se faz necessário para nossas vidas. A palavra que se resume tudo isso, é gratidão”, afirmou.

Neste momento, sua Boa Vontade é o caminho para que mais pessoas se previnam desse vírus e tenham condições de o enfrentarem com força e saúde.Por isso, a Solidariedade não pode parar, a LBV solicita a todos que continuem ajudando, para que mais famílias sejam amparadas com a sua generosidade, e possam enfrentar esse momento desafiador. 

O Centro Comunitário de Assistência Social da LBV em Natal/RN, está localizado na Rua dos Caicós, 2148 – Dix Sept Rosado. Faça a sua doação, acessando o site www.lbv.org, ou pelo telefone: (84) 3613.1655.