Archive for setembro 17th, 2020

RN tem 54% dos lares em situação de insegurança alimentar, diz IBGE

O Rio Grande do Norte tem 54,7% dos domicílios em situação de insegurança alimentar. É o que aponta a Pesquisa de Orçamentos Familiares Contínua (POF), divulgada pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) nesta quinta-feira (17).

A proporção de domicílios onde pelo menos uma pessoa teve fome cresceu 2,5 pontos percentuais entre 2013 e 2018 no Rio Grande do Norte. São 81 mil lares potiguares em insegurança alimentar grave segundo a pesquisa. O número corresponde a 7,6% dos domicílios potiguares. Em 2013, eram 53 mil domicílios nessa situação, o que equivalia a 5,1% do total do estado.

O índice do estado para insegurança alimentar é o terceiro maior do Nordeste, atrás apenas do Maranhão (66%) e Alagoas (56%) – a média na região é de 50,3%. No Brasil, é o sétimo pior desempenho. Além dos dois estados nordestinos, tem desempenhos acima do RN o Amazonas (65,5%), o Pará (61,2%), o Amapá (59,4%) e o Acre (58,7%) – todos da região Norte.

O levantamento foi realizado pelo IBGE, com entrevistas presenciais nos domicílios, entre junho de 2017 e julho de 2018. No RN, a pesquisa foi feita em 1.079 residências. Essa é a primeira vez que o órgão disponibilizou os resultados segundo critérios da Escala Brasileira de Insegurança Alimentar.

De acordo com o IBGE, do total de 54,7% dos lares potiguares que estão em situação de insegurança alimentar, 33,5% estão em situação de insegurança alimentar leve, 13,6% moderada e 7,6% grave, quando há a experiência de fome no lar. Outros 45,3% lares estão em condição de segurança alimentar no estado.

Escala Brasileira de Insegurança Alimentar

Segurança alimentarA família/domicílio tem acesso regular e permanente a alimentos de qualidade, em quantidade suficiente, sem comprometer o acesso a outras necessidades essenciais.
Insegurança alimentar levereocupação ou incerteza quanto acesso aos alimentos no futuro; qualidade inadequada dos alimentos resultante de estratégias que visam não comprometer a quantidade de alimentos.
Insegurança alimentar moderadaRedução quantitativa de alimentos entre os adultos e/ou ruptura nos padrões de alimentação resultante da falta de alimentos entre os adultos.
Insegurança alimentar graveRedução quantitativa de alimentos também entre as crianças, ou seja, ruptura nos padrões de alimentação resultante da falta de alimentos entre todos os moradores, incluindo as crianças. Nessa situação, a fome passa a ser uma experiência vivida no domicílio.

Fonte: IBGE

A despesa média total de uma família do Nordeste é de R$ 3.167,43. As com segurança alimentar em domicílio gastam R$ 4.060,85, enquanto as com insegurança leve gastam R$ 2.573,32, moderada R$ R$ 1.989,99 e grave R$ 1.642,90.

G1RN

Sandro Pimentel critica mudanças no transporte público da capital

O deputado Sandro Pimentel (PSOL) se pronunciou na sessão ordinária desta quinta-feira (17) contrário às modificações realizadas no transporte público de Natal, nos últimos dias. Segundo o parlamentar, sua equipe enviará ainda hoje representação ao Ministério Público do Estado.

“Quero começar tratando de uma temática que movimentou Natal nesses últimos dias e, por se tratar da capital, tem reflexo direto na região metropolitana, a exemplo de Parnamirim, São Gonçalo, Extremoz, Macaíba. Eu estou falando da mudança no sistema de transporte coletivo da cidade”, disse.

De acordo com Sandro, seu mandato já fez um requerimento a respeito do tema e um abaixo-assinado também foi iniciado na internet. “Nós também vamos preparar uma representação ao Ministério Público. Por que tudo isso? Porque é um pleito legítimo e justo. Nós não podemos seguir numa cidade em que nunca houve licitação de transporte coletivo e onde quem manda é o Seturn. Ou seja, o sindicato dos empresários dita as regras. É uma relação inversa. A prefeitura, que detém o poder da concessão, não tem lei que regulamente o sistema, porque não tem licitação. Por conta disso, são os empresários que mandam. Eles controlam o caixa, dizem quanto tem de lucro, de despesa, para quanto vai aumentar a tarifa, por que deve aumentar e quando vai aumentar”, repreendeu.

Por fim, o deputado falou que a prefeitura resolveu voltar atrás na decisão. “O prefeito decidiu voltar atrás provavelmente por causa da época de campanha, para não se prejudicar nas eleições. Mas, pelo que vi, não vão voltar todas as linhas. Muitas saíram dos seus percursos originais e vão permanecer assim. E o pior é que isso tudo foi feito sem combinar com a população, que paga caro numa das tarifas mais altas do Nordeste”, recriminou o deputado.

Finalizando seu discurso, Sandro falou das medidas que seu mandato irá tomar contra a referida decisão da prefeitura de Natal. “Então nós fizemos uma representação ao Ministério Público e estamos protocolando hoje. E um dos principais pontos que pedimos é que a população seja consultada antes de toda e qualquer mudança que venha a acontecer no transporte coletivo da capital. E eu também quero convocar quem quiser nos apoiar no abaixo-assinado. É só acessar o site onibus.sandropimentel.com.br e deixar sua assinatura”, concluiu.

Kleber Rodrigues convoca parlamentares e entidades para reunião da Frente de Apoio às MPE

O deputado estadual Kleber Rodrigues (PL), presidente da Frente Parlamentar de Apoio às Micro e Pequenas Empresas, usou a tribuna da Assembleia Legislativa, durante sessão ordinária desta quinta-feira (17) para convocar todos os parlamentares, entidades e a população em geral, para a segunda reunião da frente que acontece na próxima terça-feira (22), às 14h.

“Já realizamos várias reuniões internas onde os parlamentares estão contribuindo, emendando, colaborando e deixando o projeto da Lei Geral, moderna e justa”, destacou.

O parlamentar disse que durante a reunião serão apresentadas as contribuições dos parlamentares e das entidades, que poderão contribuir de forma direta com a finalização da proposta. “Essa reunião vai servir para que possamos discutir as emendas e as propostas, enviadas pelas entidades e por nós parlamentares, visto que esse é um projeto robusto e que será um divisor de águas na história da economia do Rio Grande do Norte”, complementou.

Kleber Rodrigues ressaltou a participação dos parlamentares com apresentação de emendas e sugestões ao projeto original, enviado à Casa Legislativa pelo Governo do Estado. “Quero destacar o empenho e dedicação desta Casa para aprovar essa Lei que representa mudança e desenvolvimento, principalmente para o setor do empreendedorismo e para a geração de emprego e renda no Rio Grande do Norte”, disse.

O presidente da Assembleia, deputado Ezequiel Ferreira de Souza (PSDB), parabenizou o empenho da Casa e do presidente da Frente, deputado Kleber Rodrigues pela dedicação e zelo com esse projeto. “Em nome da Assembleia Legislativa gostaria de destacar o empenho de todos com o projeto da Lei Geral, em especial vossa excelência que vem desempenhando um trabalho espetacular à frente da CCJ e na Frente parlamentar de Apoio à Micro e Pequenas Empresas”, elogiou.

Coronel Azevedo pede reabertura dos estádios ao público com segurança

O deputado estadual Coronel Azevedo (PSC) protocolou Requerimento na Assembleia Legislativa solicitando ao Governo estadual que “adotem as medidas necessárias para garantir a presença de público nos jogos de futebol” no Rio Grande do Norte. 

Em sua justificativa, o parlamentar argumenta que “o futebol faz parte da cultura do povo brasileiro, é um entretenimento relativamente barato e de fácil acesso a muitos. Além disso, os torcedores ao comparecerem aos estádios para assistir aos jogos do seu clube de coração, movimentam a economia do estado”.

O RN tem quatro participantes no campeonato brasileiro da Série D, que terá início no próximo domingo (20): ABC, América, ambos de Natal, Potiguar, de Mossoró, e o Globo, de Ceará-Mirim.

Ele ainda citou que “tendo em vista que o Decreto Governamental possibilitou a abertura de centros de comércio (shoppings), bares, restaurantes, igrejas, academias, salões de festas e outros locais com protocolos de segurança e limitação de capacidade, é justo que o público também possa assistir presencialmente aos jogos de futebol nos estádios”. 

O Requerimento cita também que a Arena das Dunas e a própria Federação Norte-rio-grandense de Futebol (FNF) já possuem protocolos de segurança para proteger o torcedor e estes podem ser estendidos aos demais estádios.

A Globo não suporta a Hidroxicloroquina só porque pode evitar mais mortes e favorecer ao Bolsonaro

Apoiado por produtor de cloroquina, Bolsonaro alfineta David Uip
Foto da Internet

Desde o início dessa pandemia que se poralizou o remédio Hidroxicloroquina. Só porque foi o presidente Jair Messias Bolsonaro que falou sobre o remédio ao mundo. Ele diz que falou da Hidroxicloroquina após consultar vários doutores sobre o coronavírus.

Mas a Globo não supor a ideia de morrer menos gente e favorecer ao presidente Bolsonaro. O que a TV tem feito durante todo o tempo da pandemia tem sido até criminoso, pois causa constantemente o pânico nas pessoas contrariando aos muitos anos em que as pessoas iam aos prontos socorros e os médicos comprovavam que os supostos sintomas eram causados pelos estresses em que vivem as pessoas.

A Globo não suporta ver Bolsonaro coma caixinha da Cloroquina.

AGU recorre de decisão de Celso de Mello sobre depoimento presencial de Bolsonaro

A Advocacia-Geral da União (AGU) recorreu da decisão do ministro Celso de Mello, do Supremo Tribunal Federal (STF), que determinou que o presidente Jair Bolsonaro preste depoimento presencial no inquérito que apura se houve interferência na Polícia Federal. Bolsonaro já foi intimado a depor, e a AGU quer que o depoimento possa ser por escrito.

Na semana passada, o ministro do STF negou ao presidente a possibilidade de ser interrogado por escrito. A decisão não determinou local nem data do depoimento, que devem ser definidos pela Polícia Federal.

Segundo a AGU, a PF informou ao órgão que o depoimento vai ocorrer em uma das seguintes datas: 21, 22 ou 23 de setembro, às 14h. Sendo assim, pede que os efeitos da decisão do ministro Celso de Mello sejam suspensos até o julgamento do recurso.

O inquérito, aberto em maio, tem como base acusações do ex-ministro da Justiça Sergio Moro. Bolsonaro nega ingerência na PF. A polícia pediu ao STF mais 30 dias para concluir a apuração do caso.

G1

Testagem da vacina e cuidados do poder público com os animais são temas debatidos na ALRN

A pandemia, políticas de proteção animal e as condições das estradas estaduais pautaram o horário destinado aos deputados, durante a sessão ordinária desta terça-feira (16), na Assembleia Legislativa.
 
O primeiro deputado a usar a palavra foi Vivaldo Costa (PSD), que celebrou a ampliação do número de voluntários para a testagem da vacina de Oxford e a inclusão de Natal nas cidades autorizadas pela Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa).
 
“Em vez de 5 mil serão testados 10 mil voluntários, trabalhadores da Saúde, pelo Centro de Pesquisas Clínicas de Natal (CPClin). Adultos acima de 18 anos, profissionais de saúde e trabalhadores que desempenham funções de alto risco no combate ao novo coronavírus. Nessa etapa também será permitida a entrada de idosos”, esclareceu o parlamentar que também é médico.
 
Vivaldo Costa tem sido um grande entusiasta da vacina que imunizará a população mundial contra o coronavírus. “Uma alegria generalizada, uma satisfação generalizada com a testagem da vacina de Oxford em Natal. O coração se enche de esperanças”, comemorou.
 
Em seguida o deputado Sandro Pimentel (PSOL) solicitou ao prefeito de Pau dos Ferros, Leonardo Rêgo (DEM), que adote políticas públicas de proteção animal diferentes da praticada na atualidade no município. “Aproveitar a presença do deputado Getúlio Rêgo e pedir ajuda nesse pleito. Tenho recebido diversas reclamações e denúncias daquela cidade de que o atual prefeito decidiu retomar a carrocinha nas ruas de Pau dos Ferros”, denunciou.
 
Defensor da causa animal, Sandro informou que esteve no local para onde os animais apreendidos são levados e lamentou as condições às quais estão sendo submetidos. “Estive lá, testemunhei que o local onde os animais ficam não é adequado. A carrocinha é um terror para os animais e seus tutores. Não creio que essa seja uma política de má fé do prefeito. Mas, solicito que esse procedimento seja suspenso com urgência”, denunciou.
 
Ainda sobre o assunto, o parlamentar sugeriu a adoção de outras políticas de proteção animal. “Existem outros procedimentos como uma política de castração, cadastro e incentivo às Ongs que cuidam desses animais, eventos de adoção. Essas são políticas orientadas e acertadas. Desde já me coloco à disposição para ajudar”, ressaltou.
 
Presente à sessão, o deputado Getúlio Rêgo (DEM) respondeu ao deputado Sandro, informando que o protocolo estabelecido em Pau dos Ferros foi acordado em uma reunião virtual entre Ministério Público, Associação de Animais e Prefeitura.
Getúlio continuou seu discurso cobrando do Governo do Estado celeridade nas operações tapa-buraco nas estradas estaduais.
 
“Participei das convenções municipais no interior e um assunto que muito nos preocupa é a condição em que se encontra a BR-304 em Triunfo Potiguar. Um percurso de menos de 50 km que já não existe e que vem trazendo inúmeros prejuízos à população que trafega ali. Apelo ao DER que faça chegar urgentemente a operação tapa-buraco, e que o anúncio feito com pompas pela governadora aconteça urgente”, cobrou.
 
O parlamentar lamentou que o serviço feito em algumas estradas há menos de 40 dias já apresente danos. “É preciso também que esse serviço seja feito com qualidade. Algumas estradas que receberam reparos há menos de 40 dias já estão esburacadas. É preciso ter zelo com o bem público, porque nunca vi tanta precariedade nas estradas do RN como estamos vendo agora”, disse.

Francisco do PT representa AL na II Conferência Estadual de Segurança Pública e de Defesa Social

O deputado estadual Francisco do PT participou nesta sexta-feira (16), representando a Assembleia Legislativa, da II Conferência Estadual de Segurança Pública e de Defesa Social que objetiva ampliar a consulta pública para elaboração da Política e do Plano Estadual de Segurança Pública e de Defesa Social (PESP), por meio do debate amplo, democrático e plural com a sociedade potiguar.
 
“O Poder Legislativo se faz presente neste momento por entender que o Plano Estadual de Segurança é uma transversal, conjunta, interligada e cooperada para o bem de toda sociedade, envolvendo toda a estrutura de Governo do Estado, não somente a secretaria que faz a sua atividade fim”, ressaltou Francisco.
 
A abertura aconteceu de forma virtual, seguida da palestra com o ex-secretário Nacional de Segurança Pública e atual secretário de Cidadania do Estado do Pará, Ricardo Balestreri.
 
A programação prossegue nesta quinta-feira (17) com apresentação dos trabalhos realizados pela Comissão Especial responsável pela elaboração do Plano Estadual de Segurança Pública e Defesa Social do RN, Coronel Francisco Araújo, oficinas temáticas e a plenária final que ocorrerá no dia 18.
 
Contribuição do Legislativo
 
Recentemente a Assembleia Legislativa recebeu o Projeto de Lei Complementar e aprovou com maior brevidade a criação do Fundo Estadual de Segurança Pública e os Conselhos de Segurança Pública do Estado e de todos os municípios. Isto possibilitou alinhar o Estado junto ao Governo Federal para que ficasse apto a receber recursos para investir em segurança pública. Coube a Assembleia Legislativa materializar esta dinâmica de gestão. Sendo o Rio Grande do Norte um dos primeiros estados a ficar em condições de receber estes repasses.
 
No caso das forças de segurança pública, em especial, a Assembleia Legislativa, fez importante contribuição com doações de Equipamentos de Proteção Individual (EPIs) para agentes de segurança pública da Polícia Militar, Polícia Civil, Corpo de Bombeiros, Peritos do ITEP e Agentes Penitenciários. A Assembleia também garantiu doação de repasse financeiro para custeio do funcionamento de leitos de UTI do Hospital da Polícia Militar.
 
Participaram do evento as seguintes autoridades Fátima Bezerra – Governadora do Estado, Antenor Roberto – vice-governador e coordenador do Plano Estadual de Segurança Pública, desembargador João Batista Rebouças – presidente do Tribunal de Justiça do RN; Aldo Medeiros – presidente da Ordem dos Advogados do Brasil, seccional Rio Grande do Norte, Eudo Rodrigues Leite – procurador geral do Ministério Público, Marcus Vinicius, Francisco Canindé de Araújo Silva – secretário estadual de segurança pública e defesa social, Eveline Almeida de Souza Macedo – secretária de estado das mulheres, da juventude, da igualdade racial e direitos humanos; Pedro Florêncio – administração penitenciária, Ana Claudia Saraiva – delegada geral da Polícia Civil, Alarico Azevedo – Comandante da PM, Luiz Monteiro, Bombeiros, Marcos José, Luciana Dalmo, presidente do Conselho Estadual dos Direitos Humanos entre outras autoridades, secretários de estado, delegados e conferencistas.