Archive for outubro 22nd, 2020

STTU retoma atendimentos presenciais em Natal com agendamento prévio pela internet

STTU retomará atendimentos presenciais mediante agendamento online — Foto: Reprodução
STTU retomará atendimentos presenciais mediante agendamento online — Foto: Reprodução

A Secretaria Municipal de Mobilidade Urbana (STTU) vai retomar os atendimentos de todos os serviços de forma presencial a partir do dia 26 de outubro com agendamento prévio pela internet. O agendamento já está disponível no site da instituição ou no aplicativo Natal Digital.

Para agendar o atendimento, o cidadão deve informar obrigatoriamente o nome completo, CPF e telefone para contato, podendo informar de forma facultativa o e-mail. Após isso, o cidadão deve selecionar o setor de atendimento, o serviço, a data e o horário do atendimento.

A STTU orienta que o cidadão chegue apenas 10 minutos antes da hora marcada, para não formar fila e, consequentemente, causar aglomeração.

Dúvidas podem ser esclarecidas através do Alô STTU, no telefone 156.

Campo Redondo participa em peso do “Esquenta Canela” com Dr. Renam e o vice Welby

Com concentração no Conjunto Margarida Procópio, em Campo Redondo, o evento de Dr. Renam (PROS) e seu vice Welby (PROS) agregou uma multidão na noite desta quarta-feira (21). Esse foi o primeiro bairro aonde Dr. Renam começou a atender como médico, quando passou a residir na cidade.

Depois da palestra a multidão foi deixar o prefeito e seu vice no centro da cidade, no espaço conhecido como Maracanã, espaço que ficou lotado. O “1º Esquenta Canela do Margarida Procópio” teve participação dos vereadores da coligação e concentração a partir das 18h, quando começou a reunir uma grande participação dos moradores.

Pouco a pouco uma multidão se agregou à caminhada. Em cada rua que passava, caminhantes, carros e motos foram se agregando ao evento. No seu plano de governo, Dr. Renam contempla o Margarida Procópio com obras na saúde, como a construção de um polo da Academia da Saúde e uma Unidade Básica de Saúde (UBS). Ao final, convidou a população para o comício que a coligação vai realizar no próximo sábado (24).

Sandro Pimentel comemora avanço na legislação ambiental e de proteção à mulher

Com dois projetos de sua iniciativa aprovados na sessão plenária desta quarta-feira (21), o deputado Sandro Pimentel (PSOL) comemorou os avanços da legislação potiguar. Dois projetos aprovados hoje são de sua autoria: o que veda a nomeação para cargos em comissão no RN de pessoas condenadas pela Lei Maria da Penha e o outro que modifica a legislação ambiental.
 
“Minha comemoração não é só do ponto de vista quantitativo, é qualitativo também, em especial, essas duas leis têm um grau de importância gigantesco, do ponto de vista social e do ponto de vista do meio ambiente. Em relação à Lei Maria da Penha, não é de se conceber que uma pessoa que vá ocupar um cargo público, condenado pela lei, ainda tenha essa condição de seguir como recebedor de recursos públicos”, afirmou o deputado.
 
Sandro Pimentel ressaltou que a iniciativa traz um valor muito grande para sociedade, não só para as mulheres, mas para todas as pessoas que combatem a violência da forma geral e combatem em especial a violência doméstica e familiar contra as mulheres.
 
O parlamentar contabilizou 20 projetos apresentados em menos de dois anos de mandato. “Isso reforça a importância de nosso mandato lincado com as questões sociais”, afirmou Sandro.
 
O outro projeto de sua autoria, na prática acaba com a possibilidade de que a reposição florestal de áreas desmatadas seja feita com pagamento em dinheiro ao Governo do Estado. O parlamentar afirmou que o cumprimento dessa indenização não é fiscalizado. “Não tem fiscalização e não sabemos para onde vai esse dinheiro”, ressaltou. Pelo texto de sua iniciativa, a reposição florestal será efetuada por recursos próprios de quem provocou o desmatamento, na forma de plantio em novas áreas, em terras próprias ou pertencentes a terceiros.
 
“Não tem dinheiro que pague a vida de uma árvore, se trata da degradação do meio ambiente e da vida e o mínimo que se pode fazer é que essa recomposição seja feita com plantio”, finalizou Sandro.