Archive for novembro 3rd, 2020

Governo do RN abre inscrições para mais cinco editais da Lei Aldir Blanc

Quadrilhas juninas também serão contempladas — Foto: Rogério Vital
Quadrilhas juninas também serão contempladas — Foto: Rogério Vital

O Governo do RN abriu nesta terça-feira (3) inscrições para mais cinco editais da Lei Federal Aldir Blanc de Emergência Cultural. As inscrições podem ser feitas até o dia 9 de novembro e o resultado será divulgado em 4 de dezembro.

Os editais estão no site da Fundação José Augusto e os projetos devem ser cadastrados nos e-mails de cada categoria específica.

Ao todo, são dez editais já lançados para a Lei Aldir Blanc no estado, com R$ 18,871 milhões de recursos destinados.

As oportunidades dessa vez são para as categorias Prêmio Cultura Popular de Tradição, Projetos Culturais Integrados e Economia Criativa, Programa de Apoio a Microprojetos Culturais, Formação e Pesquisa – Troca de Saberes à Distância, e Prêmio Sabores, Saberes e Fazeres. Veja os editais:

Prêmio Cultura Popular de Tradição

Neste edital, serão selecionadas 306 iniciativas ligadas à cultura popular de tradição que abrangem o patrimônio do RN, formado por expressões artísticas, brincadeiras, crenças, religiosidade, festas, história e outras manifestações. O investimento é de R$ 3,01 milhões.

Serão premiados artistas populares individuais, mestres e mestras de folguedos tradicionais e de capoeira, grupos folclóricos, quadrilhas juninas, blocos carnavalescos, benzedeiras, raizeiras e representantes da medicina popular.

Projetos Culturais Integrados e Economia Criativa

Esse edital vai contemplar 140 projetos artísticos e culturais concebidos como proposta integrada – destinados à difusão em redes sociais e meio digital com acesso gratuito. O investimento é de R$ 1,3 milhão.

Programa de Apoio a Microprojetos Culturais

A categoria vai beneficiar 291 iniciativas com o foco no apoio a microprojetos culturais de diversos segmentos que integram a economia criativa da cultura do estado, com prêmios de Protagonismo Cultural e Empreendedorismo (Individual e Coletivo).

Segundo a Fundação José Augusto, serão beneficiadas ainda 100 bandas filarmônicas, 12 pontos de memória, 30 pontos de cultura e 19 circos de lona. O valor do investimento é de R$ 4,08 milhões.

Formação e Pesquisa – Troca de Saberes à Distância

Nesta categoria, serão selecionadas 140 iniciativas que incentivam o ensino e aprendizagem nos diversos segmentos artísticos e culturais e que estimulem a produção intelectual de trabalhadores e trabalhadoras da cultura do RN, garantindo o acesso da população potiguar às iniciativas artísticas e culturais. O valor total é de R$ 1,05 milhão.

Prêmio Sabores, Saberes e Fazeres

Serão 140 iniciativas selecionadas com foco na gastronomia e no artesanato tradicional potiguar com base nos aspectos que identificam essas expressões como elementos importantes da identidade cultural do estado. O valor do investimento é de R$ 700 mil.

Além deles, a Fundação José Augusto informou que nos próximos dias serão abertas inscrições para novos editais das categorias: Diversidade Sócio-Humana; Fomento à Cultura Potiguar 2020; Auxílio à Publicação de Livros, Revistas e Reportagens Culturais; Ecos do Elefante – Apoio Cultural aos Municípios Potiguares; e Projetos Editoriais e Aquisição de Livros.

Fonte: https://g1.globo.com/rn/rio-grande-do-norte/noticia

Vivaldo e Cristiane ressaltam importância do voto feminino instituído há 80 anos

Utilizando o horário destinado aos deputados, que encerra as sessões ordinárias na Assembleia Legislativa, Vivaldo Costa (PSD) e Cristiane Dantas (SDD), ressaltaram a data de 3 de novembro que comemora 80 anos da instituição do voto feminino no Brasil, pelo presidente Getúlio Vargas. Cristiane apelou para maior incentivo à participação de mulheres na política, e Vivaldo elencou nomes de mulheres que fizeram história, reforçando o discurso do deputado Francisco do PT em seu pronunciamento no horário destinado às lideranças.

“O deputado Francisco foi ‘contaminado’ pelo espírito de Juvenal Lamartine, governador e senador do Rio Grande do Norte, que lutou pelo direito do voto feminino. Foi influenciado pelo ex-governador José Augusto Bezerra de Medeiros, que deu o direito à mulher votar no Estado”. Vivaldo citou ainda que o colega parlamentar deve ter se inspirado ainda, ao discursar no plenário da Assembleia sobre o tema, no voto da caicoense Júlia Medeiros, documentada pelo Memorial da Assembleia, como a primeira mulher a exercer o voto.

“O deputado Francisco também deve ter lembrado da currais-novense Maria do Céu Fernandes, primeira mulher a se eleger deputada federal no Brasil. O parlamentar reforçou o discurso do colega em relação à força feminina da governadora Fátima Bezerra (PT), ao derrotar oligarquias que dominaram o Estado por muitos anos, e comentou sobre artigos publicados na imprensa sobre as eleições de 2020 em todo o país, que deverão mostrar a importância do papel da mulher na política.

A deputada Cristiane Dantas parabenizou o deputado Vivaldo pelo discurso, e apelou para maior participação da mulher na política, citando a própria Assembleia como ainda pouco representativa. “Temos uma participação tímida ainda em todo o mundo, e aqui no Rio Grande do Norte somos apenas 3 deputadas estaduais no universo de 24 cadeiras na Assembleia”, disse a deputada.

Cristiane também falou sobre a campanha ‘Novembro Azul’, que acontece durante todo esse mês, e faz um alerta à população masculina para os cuidados com o câncer de próstata. “Da forma que demos importância aos cuidados com o câncer de mama no Outubro Rosa, também temos que fazer esse alerta pela saúde dos homens”, afirmou a parlamentar. “O câncer de próstata acomete muitos homens ainda”, lamentou a parlamentar.

assessoria

Fortaleza: Operação da PF investiga suposto desvio de recursos públicos no Hospital de Campanha

A investigação demonstrou indícios de fraude na escolha da empresa contratada em dispensa de licitação; compra de equipamentos de empresa de fachada, dentre outros crimes. — Foto: Polícia Federal
A investigação demonstrou indícios de fraude na escolha da empresa contratada em dispensa de licitação; compra de equipamentos de empresa de fachada, dentre outros crimes. — Foto: Polícia Federal

A Polícia Federal deflagrou, na manhã desta terça-feira (3), a Operação Cartão Vermelho, que investiga supostos desvios de recursos públicos destinados ao combate do novo coronavírus em Fortaleza. São cumpridos 27 mandados de busca e apreensão em domicílios de investigados em Fortaleza, São Paulo e Pelotas/RS.

A operação decorre de Inquérito Policial instaurado em junho de 2020 para apurar crimes de corrupção, malversação/desvio de recursos públicos federais e fraude em procedimento de dispensa de licitação no contexto do enfrentamento ao coronavírus, em Fortaleza, em específico no Hospital de Campanha montado no Estádio Presidente Vargas.

A investigação policial aponta prejuízos aos cofres públicos superiores a R$ 7 milhões de reais, tendo sido autorizado pela Justiça Federal o bloqueio desses valores em contas das pessoas jurídicas investigadas. As investigações continuam com análise do material apreendido na operação policial e do fluxo financeiro dos suspeitos.

A Polícia Federal apontou indícios de atuação criminosa de servidores públicos da Secretaria Municipal de Saúde (SMS) de Fortaleza, gestores e integrantes da comissão de acompanhamento e avaliação do contrato de gestão, dirigentes de organização social paulista contratada para gestão do hospital de campanha e empresários. A SMS e a Prefeitura ainda não se manifestaram sobre as denúncias apontadas na operação.

A investigação demonstrou indícios de fraude na escolha da empresa contratada em dispensa de licitação; compra de equipamentos de empresa de fachada; má gestão e fiscalização da aplicação dos recursos públicos no hospital de campanha e sobre preço nos equipamentos adquiridos, comparando-se com outras aquisições nacionais sob mesmas condições no contexto da crise decorrente da pandemia.

Os investigados poderão responder, na medida de suas responsabilidades, pelos crimes de fraude à licitação, peculato, ordenação de despesa não autorizada por Lei e organização criminosa, e, se condenados, poderão cumprir penas de até 33 anos de reclusão.

A Operação Cartão Vermelho ocorre em parceira com a Controladoria Geral da União. O trabalho conta com a participação de 120 policiais federais e 22 servidores da CGU.

G1CE

Homem é preso após estuprar menina de 2 anos na Grande Natal

Homem foi levado à Delegacia Especializada em Atendimento à Mulher, na Zona Norte de Natal — Foto: Geraldo Jerônimo/Inter TV Cabugi
Homem foi levado à Delegacia Especializada em Atendimento à Mulher, na Zona Norte de Natal — Foto: Geraldo Jerônimo/Inter TV Cabugi

Um homem foi preso após ter sido flagrado estuprando uma menina de dois anos de idade em São José de Mipibu, na região metropolitana de Natal. O crime teria sido praticado na noite de domingo (1º) e foi presenciado pela avó da criança, que acionou a Polícia Militar.

O homem só foi preso na tarde desta segunda-feira (2), em casa, após a polícia ter sido acionada. O caso aconteceu na Travessa 1º de Maio. A avó disse à polícia que sentiu falta da criança, por volta das 21h, e saiu à procura dela.

A mulher afirmou que encontrou a menina na casa do homem, sem roupas, e viu o criminoso tocando e praticando atos libidinosos com a criança.

O suspeito chegou a ser agredido por moradores da região, conseguiu fugir e recebeu atendimento médico no Hospital Walfredo Gurgel, em Natal.

Depois de preso, na tarde desta segunda, ele foi levado à Delegacia de Atendimento à Mulher, na Zona Norte de Natal.

G1RN