Archive for janeiro 20th, 2021

Quem é Joe Biden, novo presidente eleito dos EUA

Joe Biden com bandeira americana ao fundo
Com 78 anos na data da posse, Joe Biden será o presidente americano a assumir o cargo com idade mais avançada

Quatro anos depois de deixar a Casa Branca, Joe Biden voltará à sede do governo dos Estados Unidos. Mas, desta vez, será ele quem liderará o país.

Ele derrotou o atual presidente, Donald Trump, em uma eleição acirrada e atípica, realizada em meio à pandemia do novo coronavírus.

Com a apuração praticamente concluída na maioria dos Estados-chave, Biden conseguiu alcançar 273 dos 538 votos do Colégio Eleitoral, segundo projeção da BBC.

O democrata obteve vitórias importantes em Estados como Wisconsin, Michigan e Pensilvânia, que haviam sido conquistados pelo Partido Republicano nas eleições de 2016.

BBC

Prefeito de Natal desiste de ser primeiro a tomar vacina contra Covid-19 na capital após repercussão negativa

Álvaro Dias, prefeito de Natal, desiste de ser o primeiro a tomar a vacina em ato simbólico — Foto: Joana Lima
Álvaro Dias, prefeito de Natal, desiste de ser o primeiro a tomar a vacina em ato simbólico — Foto: Joana Lima

O prefeito Álvaro Dias (PSDB) desistiu de ser a primeira pessoa a tomar a vacina contra Covid-19 em Natal. Ele decidiu recuar poucas horas depois do anúncio “tendo em vista a distorção que estão fazendo”.

Mais cedo, ele havia comentado que, por ser médico, a ideia seria “dar o exemplo” na campanha. O gestor de 61 anos, porém, não se enquadra nos grupos prioritários para serem imunizados, segundo os planos estadual e municipal de vacinação.

“Algumas pessoas questionaram a possibilidade da eficácia da vacina, duvidando. E fizeram um desafio, uma convocação: ‘Por que você, prefeito, não é o primeiro pra dar o exemplo, como algumas pessoas fizeram?’. Eu disse que estava disponível. Eu sou médico, sou do grupo de risco, estou em contato permanente com o Hospital de Campanha. Também me incluo dentro dos profissionais da saúde que estão em permanente contato e, portanto, sujeito a risco de contaminação. Mas, tendo em vista que alguns grupos procuraram distorcer a disponibilidade que nós tivemos de ser o primeiro para dar esse exemplo, nós resolvemos repensar”, falou em entrevista à 96 FM Natal.

Como argumento, o prefeito ainda destacou o uso da Ivermectina, que não tem eficácia comprovada – a Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa), para aprovar a vacina no último domingo (18), ressaltou que não há tratamento precoce contra a Covid-19.

“Eu estou protegido porque eu tomo a Ivermectina. Então, eu posso deixar para tomar a vacina em uma etapa posterior, sem nenhum problema”, completou.

Álvaro Dias disse agora que será o responsável por aplicar a primeira vacina em Natal, em um ato simbólico marcado para as 8h desta quarta-feira (20), no ginásio Nélio Dias, na Zona Norte da cidade. “Ao invés de tomar, eu posso, como médico, aplicar a vacina em alguém que esteja amanhã (quarta-feira) no ginásio Nélio Dias, às 8h”.

Sobre a vacinação em Natal

Natal recebeu 12.235 doses da vacina da CoronaVac e tem, segundo a SMS, cerca de 35 mil profissionais da saúde para vacinar, além de 30 mil idosos. Assim, a prioridade passou a ser dos profissionais da saúde, principalmente os que atuam na linha de frente da Covid-19. E nem todos conseguirão ser imunizados nesta primeira fase.

campanha de vacinação contra a Covid-19 e Natal começa na manhã desta quarta-feira (20) exclusivamente em quatro pontos de drive thru: Ginásio Nélio Dias, Shopping Via Direta, Arena das Dunas e Palácio dos Esportes. A ação vai acontecer das 8h às 16h.

Para receber a vacina, o profissional da rede pública ou privada terá que comprovar o vínculo funcional e atestar o serviço através de apresentação de escala de trabalho assinada pelo diretor da unidade.

G1RN

Presidentes da AL e TJ reafirmam parceria em favor do Estado

O presidente da Assembleia Legislativa do Rio Grande do Norte, deputado Ezequiel Ferreira (PSDB), se reuniu nesta terça-feira (19) por meio de videoconferência com o novo presidente do Tribunal de Justiça do Estado, o desembargador Vivaldo Pinheiro. Na oportunidade, foram reafirmadas as disposições, de ambos os poderes, em manter o apoio institucional e a parceria a favor do povo potiguar.

O encontro foi uma “visita de cortesia” do desembargador ao parlamentar, já que Vivaldo assumiu o comando do Judiciário no último dia 7 de janeiro. Em seu discurso de posse, inclusive, enfatizou seu desejo de manter interlocução permanente com os demais poderes. O desembargador disse a Ezequiel que o TJ “estará sempre à disposição para o diálogo e pela busca do entendimento”. 

Já o presidente da Assembleia garantiu total abertura para os projetos de lei que possam partir do Tribunal de Justiça e revelou acreditar em uma gestão exitosa de Vivaldo. “Sei da sua competência, inteligência e capacidade. É um grande desafio comandarmos um Poder em meio ao momento atual, mas sei que isso será superado na sua administração”, disse o deputado ao desembargador.

A videoconferência foi acompanhada pelos juízes auxiliares da Presidência do TJ João Pordeus e Patrícia Gondim e pela secretária de Comunicação Social do Judiciário, Andreia Ramos. Também participaram o diretor-geral da Assembleia Legislativa, Augusto Carlos Viveiros, o chefe do gabinete parlamentar do presidente do Legislativo, Fernando Maia, e a diretora de comunicação da Assembleia, Marília Rocha.

Informativo especial aborda atuação do MPT-RN na pandemia

Natal (RN), 19/01/2020 – A 29ª edição do informativo MPT em Pauta, publicação institucional gratuita sobre a atuação do Ministério Público do Trabalho no Rio Grande do Norte (MPT-RN), já está disponível ao público em formatos impresso e digital. Clique aqui para acessar a edição. O destaque da publicação, que registra as ações do órgão de março a novembro de 2020, são as medidas tomadas no enfrentamento à covid-19 para proteção dos trabalhadores.

No editorial que abre a edição, o procurador-chefe Xisto Tiago de Medeiros Neto frisa que o MPT no RN orientou a sociedade por meio de notas técnicas, recomendações e diretrizes publicadas e repercutidas desde o princípio da pandemia. Ele lembra que o objetivo das ações é a proteção da saúde dos trabalhadores das mais diversas áreas. “A Procuradoria Regional do Trabalho do Rio Grande do Norte teve e continua a ter o reconhecimento de destaque no cumprimento dessa missão, não apenas pelos mais de 16 milhões de reais destinados a órgãos públicos e a unidades de saúde – e que certamente possibilitaram curar e salvar as vidas de milhares de trabalhadores e seus familiares –, mas também pelo protagonismo e presença nas audiências públicas realizadas”, completou.

A reportagem de capa da publicação destaca um dos eixos da atuação do MPT na pandemia: a atuação promocional, destinada a fomentar a concretização de direitos fundamentais dos trabalhadores de forma preventiva e propositiva. Ao todo, entre março e outubro de 2020, foram recebidas pelo MPT-RN 764 denúncias relacionadas ao tema covid-19, que resultaram na instauração de inquéritos civis para investigar irregularidades trabalhistas derivadas dos efeitos da pandemia.

Governo Bolsonaro cria nova portaria de segurança desfazendo confusão entre PRF e Polícia Federal

Bolsonaro revogou portaria de Moro
Bolsonaro revogou portaria que criava confusão entre agentes da segurança federal| Foto: Marcos Correa / PR / Divulgação / CP

O Ministério da Justiça e Segurança Pública publicou nesta segunda-feira, 18, uma nova portaria para regulamentar a atuação da Polícia Rodoviária Federal (PRF) em operações conjuntas com outros órgãos de segurança.

O texto substitui um primeiro dispositivo , que havia sido editado ainda sob a gestão do ex-ministro Sérgio Moro , mas acabou abrindo uma crise com as polícias. A iniciativa original de reforçar a atuação da PRF nas operações de combate ao crime foi lida como uma tentativa de avançar sobre as prerrogativas de outras corporações. A queixa foi levada ao Supremo Tribunal Federal pela Associação Nacional dos Delegados de Polícia Federal (ADPF), que acusava descumprimento dos limites constitucionais traçados para a atuação de cada polícia.

Em agosto, pelo placar de seis votos a quatro, os ministros decidiram autorizar a participação da PRF nas operações policiais. Antes disso, a portaria chegou a ser suspensa, durante o recesso judiciário, pelo então presidente do Supremo, Dias Toffoli , que considerou haver um alargamento excessivo da competência da Polícia Rodoviária Federal – o que demandaria regulamentação por uma nova lei no Congresso Nacional. Quando o recesso terminou, o relator original da ação, Marco Aurélio Mello, suspendeu a liminar de Toffoli , o que posteriormente foi confirmado pela maioria do plenário.

Com o aval do Supremo, o Ministério da Justiça decidiu apresentar uma nova portaria , desta vez mais restrita, que já está em vigor. De acordo com o texto, a Polícia Rodoviária Federal poderá atuar em operações conjuntas que contem com a participação de órgãos integrantes do Sistema Único de Segurança Pública para prestar apoio logístico, atuar na segurança das equipes e do material usado, participar do cumprimento de mandados judiciais de busca e apreensão, fazer boletins de ocorrência e ‘praticar outros atos relacionados ao objetivo da operação conjunta’.

Na prática, o novo texto suprimiu o trecho que permitia a participação em investigações de infrações penais, justamente a mudança que desagradou a Polícia Federal .

Correio do Povo