Archive for julho 5th, 2021

Justiça determina que vereador Gabriel Monteiro,vereador e PM no Rio de janeiro, retire três vídeos de rede social

Vereador Gabriel Monteiro em imagem de arquivo — Foto: Reprodução
Vereador Gabriel Monteiro em imagem de arquivo — Foto: Reprodução

O Tribunal de Justiça do Estado do Rio de Janeiro (TJRJ) determinou que o vereador e ex-PM Gabriel Monteiro (PSD) apague de seu canal no Youtube três vídeos em que ele acusa o comandante do 19º BPM (Copacabana), coronel Luciano de Vasconcelos, de ser ligado ao crime de contravenção.

Segundo a decisão assinada pela juíza Luciana Santos Teixeira, o material postado por Gabriel na internet contém “imputação criminal sem qualquer denúncia, inquérito ou investigação em andamento” e extrapola a liberdade de expressão.

Assinada em 2 de julho, a ordem foi direcionada ao vereador e ao Google, que teriam 24 horas após o recebimento da intimação para retirar os vídeos de circulação de todas as suas plataformas.

Até o final da tarde desta segunda-feira (5), os vídeos ainda estavam disponíveis no canal do vereador.

Monteiro é ex-soldado da PMERJ — Foto: Reprodução/ Instagram

Monteiro é ex-soldado da PMERJ — Foto: Reprodução/ Instagram

A juíza estipulou uma multa diária de R$ 500, caso a ordem não seja cumprida.

Na opinião da magistrada, Gabriel Monteiro “fez acusações gravíssimas contra o impetrante (coronel), afirmando em diversos trechos dos vídeos apontados que este teria envolvimento com grupos de contravenção penal, que estaria corrompido por estes e que, por isso, não teria interesse em agir com firmeza na repressão desta espécie de criminalidade”.

Por volta das 16h desta segunda, o vereador publicou em uma de suas redes sociais um comentário sobre o processo. Gabriel questionou qual seria o interesse do coronel em buscar a Justiça.

“Sinceramente, não sou um exército, sou apenas um. Tô dando a vida por um trabalho que ninguém quer fazer, e só porrada que tomo. O Coronel Luciano tinha perdido a ação, agora ganhou no recurso. Qual interesse desse Coronel?”, questionou.

Supostos casos de quebra de decoro

Na última semana, Gabriel Monteiro se envolveu em mais uma confusão. Dessa vez, o ex-PM brigou com um caminhoneiro na porta de um bingo clandestino em Copacabana, na Zona Sul.

Como mostrou o RJ2 na quinta-feira (1º), o Conselho de Ética da Câmara já analisa seis situações em que Monteiro pode ter quebrado o decoro do cargo. Contando com recurso público, ações do vereador são gravadas e geram retorno financeiro para o político na internet.

Imagens mostram Monteiro chegando acompanhado de cinegrafistas e seguranças ao local onde funcionava o bingo. Pelo menos três deles usam toucas-ninja. Na polícia, o vereador afirmou que esteve no endereço porque teve informação de que haveria um bingo em funcionamento no local.

E acrescentou ter encontrado o caminhoneiro Carlos Henrique Santos Araújo, com diversos caixas de máquinas caça-níquel. Segundo o vereador, o motorista o ameaçou. Na delegacia, o homem afirmou que foi abordado pelo parlamentar e perguntado quem era o chefe. E que o grupo de Gabriel Monteiro o agrediu com socos e chutes.

O motorista acrescentou que a abordagem foi realizada de forma truculenta, achando que seria um grupo de assaltantes e milicianos. Carlos Henrique também relatou que foi ameaçado. Segundo ele, o vereador afirmou: “fala tudo, senão eu te coloco na mala do carro”.

Os vídeos mostram que o motorista deu um soco no vereador, que revidou com chute. E mais agressão. O inquérito de lesão corporal mútua já foi encaminhado para o Juizado Especial Criminal.

Segurança suspeito de homicídio

A polícia também investiga se um dos integrantes da equipe que acompanha Gabriel Monteiro nas fiscalizações é Daniel Aleixo Guimarães. Em fotos, o homem aparece armado. E em outras, com Monteiro.

O suposto segurança do vereador é acusado de matar, em 2015, um ex-prefeito de Macuco, na Região Serrana. Ele chegou a ser preso, mas responde em liberdade.

Em abril, o RJ2 mostrou que, durante a pandemia, o vereador fazia fiscalizações em hospitais – sem usar equipamentos de proteção e provocando aglomerações em áreas destinadas a pacientes com Covid. Também foi a abrigos à noite, quando os moradores já estavam dormindo.

O Conselho de Ética analisa as vistorias feitas pelo vereador, mas até agora nenhum processo foi aberto. Outro ponto polêmico é o fato de Gabriel Monteiro usar a prerrogativa do cargo em benefício próprio – para ganhar dinheiro. Todas as supostas fiscalizações são filmadas e viram vídeos monetizados em redes sociais.

“No caso do vereador Gabriel Monteiro, já chamamos pra conversar, ele foi alertado sobre procedimentos incompatíveis, e o que vale para um vale para todos. Não perseguimos ninguém, mas temos que agir com firmeza com todos os casos”“, afirmou o vereador Chico Alencar (PSOL), membro do Conselho de Ética.

Condenado a indenizar coronel

Conforme publicado na coluna de Ancelmo Góis, em O Globo, na última quinta (1), Gabriel foi condenado na Justiça a pagar 40 salários-mínimos ao coronel da PM Íbis Souza Pereira.

O vereador fez um vídeo insinuando envolvimento do coronel com os traficantes da Maré, onde Íbis foi dar uma palestra.

G1RJ

José Dias solicita melhoramento das estradas que cortam o RN

As condições das estradas que cortam o Rio Grande do Norte têm sido uma preocupação do deputado estadual José Dias (PSDB). Recentemente ele apresentou requerimento na Assembleia Legislativa, solicitando ao Governo do Estado, através do diretor-geral do Departamento de Estradas e Rodagem – DER – o recapeamento asfáltico e sinalização do trecho da RN-003, entre os municípios de Espírito Santo e Jundiá.

“A RN-003 é um importante eixo de ligação entre os municípios da região Agreste potiguar, cujas péssimas condições, colocam em risco a vida de todos que ali trafegam.O atendimento desta solicitação, oferecerá maior segurança aos condutores que utilizam a via, em especial, para o transporte de passageiros e comercialização de produtos”, justificou.

José Dias solicitou também o recapeamento asfáltico e a sinalização do trecho de cerca de 17km da RN-072, entre os municípios de Umarizal e Lucrécia. “A RN-072 é uma estrada muito importante para escoamento da produção e transporte de passageiros, os quais estão sujeitos a  ação  de  marginais  que  se  aproveitam das péssimas condições da estrada para cometerem seus  delitos criminosos”, ressaltou José Dias.

Coronel Azevedo destaca importância do turismo para economia do RN

Titular de Comissão De Turismo na Assembleia Legislativa e com atuação em defesa do setor, o deputado estadual Coronel Azevedo (PSC) participou do 2º Fórum de Turismo de Nísia Floresta e destacou a importância do setor para o Rio Grande do Norte. “É uma boa oportunidade para debates e iniciativas para este segmento, que é o principal da nossa economia”, afirmou. 

Durante sua fala no evento, o parlamentar tratou a respeito da audiência pública e reuniões promovidas com objetivo de planejar o turismo além de buscar iniciativas que possam ajudar o setor a se recuperar do impacto sofrido com a pandemia desde o ano passado. “O turismo é fundamental para o Rio Grande do Norte e sabemos disso. É preciso que o poder público se envolva nesse debate com ações práticas, efetivas e concretas”, declarou. 

No encontro, Coronel Azevedo teve conversas com a coordenadora-geral de Áreas estratégicas para Desenvolvimento Turístico no Ministério do Turismo, Ana Carla Moura; o prefeito de Nísia Floresta, Daniel Marinho; o secretário Municipal de Esporte, Lazer, Cultura e Turismo, Alberto Alexandre; o presidente do Sindicato de Hotéis, Restaurantes, Bares e Similares do RN, Habib Chalita e o padre Ajosenildo Nunes, pároco de Nísia Floresta. 

Nas conversas, ele reforçou que continua trabalhando diariamente na defesa do Turismo e está à disposição na Assembleia Legislativa para somar esforços “na recuperação desta importante área, fundamental para o desenvolvimento social e econômico do nosso estado”.

Governo Federal prorroga auxílio emergencial por três meses; valores continuam os mesmos

Paulo Guedes: conheça a história do atual ministro da Economia
Foto da Internet

O governo anunciou nesta segunda-feira (5) que vai prorrogar o auxílio emergencial por mais três meses, até outubro. Anteriormente, o prazo seria encerrado no fim de julho.

Para possibilitar a atualização, o presidente Jair Bolsonaro editou decreto que prorrogação do pagamento do auxílio, instituído pela Medida Provisória 1.039, de 18 de março de 2021.

Os valores dos pagamentos continuam os mesmos, podendo variar de R$ 150 a R$ 350.

O benefício atinge quase 40 milhões de brasileiros.

“Economia voltando a crescer, vacinação em massa. Esses meses adicionais, que levam a sete meses a prorrogação, é para dar a proteção enquanto atingimos a vacinação em massa, já que o ministro queiroga prevê que, em três meses, a gente tenha o controle epidemiológico”, disse Paulo Guedes, ministro da Economia, em discurso após o anúncio.

No anúncio sobre a prorrogação, feito no fim da tarde desta segunda-feira, Bolsonaro disse também que o governo negocia uma atualização do valor do Bolsa Família para o ano que vem.

Histórico

O auxílio emergencial foi criado em abril do ano passado pelo governo federal para atender pessoas vulneráveis afetadas pela pandemia de Covid-19. Ele foi pago em cinco parcelas de R$ 600 ou R$ 1,2 mil para mães chefes de família monoparental e, depois, estendido até 31 de dezembro de 2020 em até quatro parcelas de R$ 300 ou R$ 600 cada.

Neste ano, a nova rodada de pagamentos duraria, inicialmente, quatro meses. As famílias, em geral, recebem R$ 250; a família monoparental, chefiada por uma mulher, recebe R$ 375; e pessoas que moram sozinhas recebem R$ 150.

CNN Brasil Business

Júlia Arruda vira secretária de Fátima Bezerra e Pedro Goki assume vaga na Câmara Municipal

Júlia Arruda anunciou nesta segunda-feira (5), em sua conta do instagram, sua ida para a Secretaria de Estado das Mulheres, da Juventude, da Igualdade Racial e dos Direitos Humanos, no governo de Fátima Bezerra.

Com a saída da parlamentar, a Câmara Municipal de Natal ganha um novo vereador, Pedro Goki.

BG

George Soares requer recuperação do Canal do Pataxó

O deputado estadual George Soares (PL) apresentou requerimento na Assembleia Legislativa, solicitando ao Governo do Estado, através da Secretaria Estadual de Recursos Hídricos, a recuperação do Canal do Pataxó, responsável por abastecer as comunidades de Pataxó, São Miguel e Barra, no município de Ipanguaçu/RN.

“Informações dão conta que o  Canal do  Pataxó tem apresentando inúmeros pontos de vazamento, causando assim, enorme desperdício de água, prejudicando o fluxo e o abastecimento daqueles que se utilizam do Canal”, justificou.

A barragem do Açude Pataxó barra o  rio  Pataxó, afluente  do  rio Açu  (ou Piranhas), tem como o objetivo a  regularização do  rio  Pataxó, propiciando a irrigação da várzea a jusante. Além disso, o sistema Pataxó – Lagoa da Ponta Grande regulariza o fluxo de água para a lagoa, permitindo um melhor desenvolvimento da agricultura na região.

Em caravana pelo Nordeste, Lula planeja encontros com dirigentes do Centrão

Ex-presidente Lula em São Bernardo do Campo
Ex-presidente Lula em São Bernardo do Campo
Foto: Amanda Perobelli/Reuters

Na caravana que programa pelo Nordeste, o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) pretende promover encontros com dirigentes do Centrão, bloco partidário que compõe a base aliada do presidente Jair Bolsonaro (sem partido) no Congresso Nacional.

Além da tentativa de conquistar apoios regionais à sua eventual candidatura, o dirigente petista tem como intenção demonstrar publicamente que a coalizão partidária não é unânime no respaldo à atual gestão federal ou em uma eventual reeleição do atual presidente.

Na Bahia, por exemplo, primeiro destino da agenda de viagens que deve ser iniciada no final de julho, Lula programa um encontro com o vice-governador João Leão, do PP. A ideia é que participem da reunião integrantes da bancada federal da sigla na Bahia.

No Piauí, a ideia é que o ex-presidente petista se encontre com lideranças do PSD, partido que, no estado, integra a base de apoio do governador Wellington Dias, do PT.

A defesa de dirigentes petistas é de que Lula aproveite a passagem pelo Piauí para se reunir com o senador Ciro Nogueira, presidente nacional do PP e um dos líderes do centrão mais afinados ao governo federal.

Na Paraíba, a ideia é que o ex-presidente petista tenha um encontro com o governador João Azevêdo, do Cidadania. A intenção é de que ele se reúna também como o deputado federal Aguinaldo Ribeiro, do PP, e com o ex-prefeito de João Pessoa Luciano Cartaxo, do PV.

Para as viagens que fará ao Nordeste, Lula planeja fazer um discurso em defesa da vacinação contra o coronavírus e na adoção de políticas sociais para o combate à pobreza, na tentativa de fazer um contraponto a Bolsonaro.

Para evitar aglomerações, a agenda de encontros do petista não será divulgada. A ideia é de que ele participe de reuniões pequenas e fechadas, respeitando as orientações de distanciamento social da OMS (Organização Mundial de Saúde).

Nos últimos meses, Bolsonaro tem intensificado viagens oficiais à Região Nordeste, justamente na tentativa de avançar sobre um eleitorado que, segundo pesquisas de opinião, apresenta maior rejeição ao atual governo na comparação a outras regiões do país.

CNN

Poço artesiano para Cerro Corá pauta requerimento de Francisco do PT

Diminuir o déficit hídrico, atender as necessidades da população e melhorar a qualidade de vida dos que habitam em Cerro Corá. Esses são os objetivos do requerimento enviado pelo deputado Francisco do PT ao Governo do Estado, em que solicita a perfuração e instalação de poço artesiano na comunidade “Sítio Baixa da Floresta”, no referido município. 


“Na comunidade ‘Sítio Baixa da Floresta’, localizada na zona rural de Cerro Corá, região do Trairí Potiguar, residem mais de 80 famílias. Elas são organizadas em torno da Associação dos Moradores Serranos (AMOS) e estão enfrentando problemas com o abastecimento d’água, sendo necessária a perfuração de um poço para que se possa ter oferta adequada de água no local”, justificou o parlamentar. 

Segundo Francisco, nunca é demais ressaltar a importância da água para a vida humana. “A falta de água é, sem dúvida, uma calamidade. Além disso, seu acesso é um direito de todos e obrigação do Estado”, destacou.

O documento foi enviado ao governo estadual, através da Secretaria de Estado do Meio Ambiente e Recursos Hídricos (Semarh) e da Companhia de Águas e Esgotos do Rio Grande do Norte (CAERN), para as devidas providências.

PROMESSA POLÍTICA: Fátima Bezerra cumpriu apenas 22% dos compromissos de campanha

Governadora do Rio Grande do Norte, Fátima Bezerra — Foto: Elisa Elsie
Governadora do Rio Grande do Norte, Fátima Bezerra — Foto: Elisa Elsie

Melhorar indicadores, concluir obras paradas, aumentar concursos, ampliar serviços públicos. Em dois anos e meio de mandato, a governadora do Rio Grande do Norte cumpriu apenas uma de cada cinco promessas feitas durante a campanha eleitoral de 2018.

Levantamento feito pelo G1 mostra que 22% dos 53 compromissos assumidos por Fátima Bezerra (PT), então candidata, eleita para um mandato de quatro anos, foram integralmente cumpridos.

No link, é possível ver todas as promessas feitas pela governadora e o andamento de cada uma. Para selecionar as promessas em 2018, o G1 considerou o que pode ser claramente cobrado e medido.

Na atualização anterior, após um ano de gestão, o percentual de compromissos cumpridos era 13%.

Em todo o país, em média, os governadores cumpriram 26% das promessas. Neste ano, a pandemia da Covid-19 foi um argumento usado de forma recorrente pelos governos estaduais como motivo para não conseguir cumprir determinadas promessas.

No caso do Rio Grande do Norte, por exemplo, o governo argumentou que não conseguiu reduzir o número de servidores “não concursados” da administração estadual pela necessidade de contratar pessoal de forma emergencial para o combate à doença.

Os dados mostram que 20,7% das promessas foram cumpridas parcialmente durante dois anos e meio de gestão – o que significa que ainda há pendências para que o trabalho seja considerado entregue. Com um ano de mandato, esse percentual era de 15%.

Já as promessas que ainda não foram cumpridas pelo governo estadual representam 56%. No fim de 2019, eram 67%.

Trata-se de um acompanhamento durante a gestão. A avaliação final será feita ao término do mandato.

G1RN

Bolsonaro quer liberar R$ 100 milhões para policiais e bombeiros financiarem imóveis

Bolsonaro quer liberar R$ 100 milhões para policiais e bombeiros financiarem imóveis
Bolsonaro quer liberar R$ 100 milhões para policiais e bombeiros financiarem imóveis (Imagem: Isac Nóbrega/PR)

Demonstrando mais uma vez seu apoio aos profissionais de segurança que fazem parte de sua base de apoio, Jair Bolsonaro deve lançar nesta semana um programa nacional de compra da casa própria com condições exclusivas para bombeiros e policiais. Nesta primeira fase, o programa deve contar com um aporte inicial de R$100 milhões.

De acordo com fontes, o novo programa que recebeu o nome de Habite Seguro, será de responsabilidade da Caixa Econômica. E irá oferecer subsidio, ou seja, desconto a fundo perdido que não precisa ser devolvido, no valor de R$13 mil para o pagamento da entrada no financiamento e gastos com cartório. 

Deste total, R$10 mil poderiam ser utilizados na entrada e os R$3 mil restantes, para custas cartoriais. O preço restante do imóvel pode ser totalmente financiado pela Caixa.

Os recursos para o programa seriam provenientes do FNSP (Fundo Nacional de Segurança Pública), vinculado ao Ministério da Justiça, que terá R$1,4 bilhão no Orçamento em 2021. Uma medida provisória deve estabelecer a nova política habitacional. 

O idealizador do programa é o ex-ministro da Justiça, André Mendonça, que atualmente está no comando da AGU (Advocacia-Geral da União). A proposta já foi negociada com a Caixa e com o Ministério da Economia. Todos os detalhes desta linha estão sendo determinados pelo banco.

Apesar desta proposta do governo federal, em alguns estados já existem programas parecidos que tem como alvo às forças do governo. No Pará, por exemplo, em 2019, foram lançados conjuntos habitacionais para policiais da corporação.

As fontes dizem que um dos principais motivos para a criação do projeto é a atividade de risco exercida por estes profissionais e os salários pagos pelos governos estaduais para grande parte da categoria, o que acaba os excluindo dos financiamentos oferecidos pelo sistema financeiro.

Esta medida é um antigo pedido para que policiais e familiares saiam de áreas de risco.

O novo programa é mais um capítulo em que a Caixa trabalha como operadora para uma medida de alto impacto popular, em um cenário em que o governo já pensa nas próximas eleições.

O presidente chegou a falar sobre o programa sem entrar em detalhes na última semana. Em um bate papo com apoiadores, Bolsonaro elogiou Pedro Guimarães, o atual presidente da Caixa Econômica, que é considerado uma peça importante para a promoção das ideias do governo.

“O Pedro Guimarães realmente é uma pessoa, uma administração fantástica. Vou falar só um pouquinho aqui, (a medida é) sobre o pessoal da segurança pública”, disse o presidente, segundo um vídeo da conversa publicado por um site bolsonarista.

Salários de até R$7 mil 

O novo programa tem como alvo os profissionais que recebem até R$7 mil, de acordo com fontes. 

A taxa de juros será parecida com a cobrada no programa Casa Verde e Amarela, que fica entre 4,75% e 7% ao ano, dependendo da renda. O financiamento autoriza a compra e construção de imóveis.

Os R$ 100 milhões iniciais seriam somente uma parcela dos recursos para o novo programa. Ainda é estudado pela Caixa qual será fonte para o financiamento dos imóveis propriamente ditos e o banco avalia a possibilidade de usar recursos da poupança, os mesmos usados em outras linhas de crédito habitacional da instituição.

O desejo é beneficiar cerca de 630 mil profissionais da área de segurança nos próximos cinco anos em todo o país.

Entre os profissionais que poderão ser beneficiados estão: policiais militares, civis, bombeiros, polícia técnico científica e policiais penais. Pensionistas dependentes desses funcionários também poderão ser beneficiados.

Não existe previsão legal para este tipo de iniciativa desde 2018. Segundo a lei que trata da Política  Nacional de Segurança e Defesa Social, é previsto que o FNSP reserve de 10 a 15% dos recursos em programas habitacionais para os profissionais da área de segurança pública. Porém a medida ainda não foi implementada e vem sendo tratada como algo inédito pela Caixa.

O programa Habite Seguro integra a lista de medidas que atendem especialmente os profissionais de segurança e patrocinadas pelo presidente Bolsonaro. 

FDR

Regionalização do saneamento é aprovada nas comissões da Assembleia

A primeira reunião conjunta das comissões de Administração, Serviços Públicos, Trabalho e Segurança Pública (CASPTSP) e de Educação, Ciência e Tecnologia, Desenvolvimento Socioeconômico, Meio Ambiente e Turismo (CECTDSMAT) da Assembleia Legislativa do Rio Grande do Norte aconteceu na manhã desta quinta-feira (1) quando foi apreciado o Projeto de Lei Complementar nº 9/2021, do Governo do Estado, que institui as microrregiões de águas e esgotos do Central-Oeste e do Litoral-Seridó, bem como suas respectivas estruturas de governança, no Estado do Rio Grande do Norte.

Presidente da Comissão de Educação e relatora do projeto, Isolda Dantas (PT) destacou que a reunião conjunta teve por finalidade dar celeridade à matéria, que trata da regionalização do saneamento, a qual se tornou uma obrigação do Estado, em virtude do marco legal de saneamento básico que ocorreu a nível federal. 

“É um projeto de muita envergadura, porque será operacionalizado pela nossa Caern, que é extremamente estratégica para o desenvolvimento das regiões do RN. Nós ainda convivemos com a falta de água constante em muitas regiões, principalmente no Alto-Oeste, e isso implica necessariamente em um investimento para a nossa Companhia de Águas e Esgotos do RN”, ressaltou a deputada.

Ainda segundo Isolda, o Projeto de Lei já foi alvo de inúmeros debates, três audiências públicas e diversas reuniões nas microrregionais. “E ontem ele passou pela Comissão de Constituição, Justiça e Redação, com emenda encartada pelo deputado Hermano Morais”, acrescentou.

Ao final da sua fala, a parlamentar votou pela aprovação da matéria, parabenizando o deputado Hermano Morais “pelo relatório detalhado que apresentou na CCJ” e o governo estadual, “por garantir as condições necessárias para a Caern evoluir e contribuir para o desenvolvimento do Rio Grande do Norte”.

Os deputados Francisco do PT, Souza (PSB) e Albert Dickson (PROS) também foram favoráveis à matéria, que foi aprovada à unanimidade na Comissão de Educação. 

Em seguida, o deputado Kleber Rodrigues (PL), presidente da Comissão de Administração e relator da matéria em seu âmbito, falou da importância do Projeto de Lei para o Estado. “A deputada já fez um belíssimo relatório, então eu não vou ser redundante. Essa matéria é muito relevante para todos, pois irá propiciar uma prestação regionalizada do serviço de saneamento, com muitos ganhos para a população e prestação do serviço em larga escala. Portanto, minha relatoria é pela aprovação da matéria”, disse Kleber.

Os deputados Subtenente Eliabe (SDD) e Souza (PSB) votaram, na sequência, pela aprovação do projeto, que passou com unanimidade pela comissão. O Projeto de Lei seguirá os trâmites da Casa Legislativa para, então, ser votado em Plenário.

RN INSEGURO: Dois policiais militares são mortos a tiros na Grande Natal

PM foi baleado em uma praça no Jardim Lola, em São Gonçalo do Amarante — Foto: Sérgio Henrique Santos/Inter TV Cabugi
PM foi baleado em uma praça no Jardim Lola, em São Gonçalo do Amarante — Foto: Sérgio Henrique Santos/Inter TV Cabugi

Dois policiais militares foram mortos a tiros na noite de sábado (4) nos municípios de São Gonçalo do Amarante e Nísia Floresta na Grande Natal.

O primeiro caso foi de um policial militar da reserva foi morto a tiros em uma praça na Rua Belo Monte, no bairro Jardim Lola, em São Gonçalo do Amarante, na Grande Natal. O crime aconteceu por volta das 18h35.

De acordo com a PM, o sargento da reserva, identificado como Jorge José de Souza, de 51 anos, foi abordado por dois criminosos que chegaram a pé e atiraram contra ele, que estava em uma lanchonete na praça. Após os disparos, eles roubaram a pistola do policial e fugiram.

A polícia informou que muitas pessoas estavam no local no momento do crime e correram assustadas após os tiros.

Os disparos atingiram principalmente o rosto e o peito do policial militar. As cápsulas dos tiros ficaram espalhadas pelo chão da praça, onde também ficaram as marcas de sangue.

O sargento chegou a ser socorrido para o Hospital Santa Catarina, na Zona Norte, mas não resistiu aos ferimentos e morreu. A PM fez diligências na região em busca dos criminosos, mas até o fim da noite nenhum suspeito havia sido localizado.

O policial morava no bairro Golandim, na Zona Norte, e trabalhou na Companhia de Polícia Militar de Mãe Luiza.

Policial do BPChoque é morto

A outra vítima foi um policial militar lotado no BPChoque, que trabalhava no canil. De acordo com a PM, ele foi morto a tiros por criminosos em uma casa na praia de Camurupim, no município de Nísia Floresta, na Região Metropolitana.

A vítima foi identificada como Aryelton Diogo Soares de Miranda, de 38 anos. O sargento estava na residência comemorando o aniversário de uma amiga da esposa quando quatro criminosos chegaram em duas motos.

Os bandidos renderam as pessoas que estavam na casa e dispararam contra o policial. Aryelton chegou a ser socorrido para o Hospital Márcio Marinho, em Pirangi, mas não resistiu aos ferimentos. Ele deixa esposa e uma filha de 3 anos.

Em nota, o BPChoque lamentou a perda do sargento. “Na noite de hoje, tragicamente, nos despedimos do nosso irmão cachorreiro, o Sargento Aryelton. Homem de honra, com o coração sempre voltado ao bem de seus próximos e com o compromisso de defender a sociedade potiguar”.

“Tomba mais um dos nossos irmãos, porém temos a certeza que ele nunca descansou em trabalhar pela defesa da sociedade, sempre honrando a farda que vestia e levando o companheirismo aonde estivesse. Desejamos força à família neste período de tristeza e muita luz para o nosso guerreiro que se foi”.

Os dois casos serão investigados pela Polícia Civil.

g1rn

Turista é baleado em tentativa de assalto na praia de Cotovelo e morre no hospital

Rodrigo Medrado Machado, de 48 anos, era engenheiro, morava em São Paulo e veio passar féria em Natal — Foto: Reprodução
Rodrigo Medrado Machado, de 48 anos, era engenheiro, morava em São Paulo e veio passar féria em Natal — Foto: Reprodução

Um turista de 48 anos foi morto com um tiro de arma de fogo após uma tentativa de assalto na tarde deste domingo (4), na praia de Cotovelo, em Parnamirim, região metropolitana de Natal. A mãe da vítima presenciou o crime.

Rodrigo Medrado Machado, de 48 anos, era engenheiro, morava em São Paulo, mas era natural de Minas Gerais. Ele passava férias em Natal junto com a mãe e o namorado, que é potiguar. O crime aconteceu por volta das 14h40, perto da região de falésias da praia do litoral Sul.

A vítima estava entrando no carro quando foi abordada por um bandido, que estava escondido em uma região de mata. Segundo testemunhas, o homem era moreno, baixo, usava boné e uma camiseta azul. Ele estava armado e anunciou o assalto. Nesse momento, o turista reagiu.

Segundo testemunhas, o assaltante atirou uma vez e a arma não funcionou. Depois, atirou novamente e o disparo atingiu o abdômen de Rodrigo. Testemunhas também disseram que um outro homem estava escondido na região de mata dando apoio ao criminoso. Eles fugiram sem levar nada.

O crime aconteceu na presença da mãe de Rodrigo. Também estavam no carro o namorado de Rodrigo, a mãe do namorado e uma amiga da família. O turista foi socorrido para o Hospital de Pirangi, onde recebeu os primeiros atendimentos, e transferido em seguida para o Hospital Deoclécio Marques, em Parnamirim.

O engenheiro passou por cirurgia, mas não resistiu aos ferimentos e morreu na noite desde domingo.

Policiais da Divisão de Homicídios e Proteção a Pessoa (DHPP) estiveram no hospital para colher depoimentos e iniciar a investigação.

G1RN