Archive for julho 13th, 2021

CPI da Arena das Dunas confirma dois primeiros depoimentos

A Comissão Parlamentar de Inquérito que analisa o contrato do Governo do Estado com a Arena das Dunas aprovou, nesta terça-feira (13), o cronograma inicial de trabalhos, nomes de profissionais que vão integrar corpo técnico e nomes dos primeiros convocados, que serão ouvidos na Assembleia Legislativa do Rio Grande do Norte. Representantes da Control serão ouvidos no início de agosto.

Contando com a participação dos deputados Tomba Farias (PSDB), Subtenente Eliabe (Solidariedade) e Kleber Rodrigues (PL), que são membros da CPI da Arena das Dunas, e da relatora, deputada Isolda Dantas (PT), o presidente Coronel Azevedo (PSC) abriu os trabalhos levando a votação as sugestões da deputada relatora sobre dois nomes que serão indicados para o corpo técnico de auxílio dos trabalhos da CPI, assim como também deliberaram acerca dos calendário de trabalho até o dia 4 de agosto.

Atendendo a solicitações dos deputados, os membros da CPI da Arena das Dunas terão até o fim do mês de julho somente para análise da documentação colhida até o momento. O período será de recesso dos trabalhos legislativos. Para ajudá-los nesse trabalho, foram indicadas as contratações da advogada Mariana Siqueira, que é professora adjunta da UFRN, doutora em Direito Público pela Universidade de Pernambuco, pesquisadora em Direito Administrativo, e presidente da Comissão de Direitos Humanos da OAB/RN, e do advogado Sanderson Liênio da Silva Mafra, especialista em Direito Tributário. As indicações foram acatadas pela comissão.

“São profissionais do mais alto gabarito e que vão colaborar muito com os demais assessores da Casa e dos deputados nos trabalhos desta comissão”, disse Isolda Dantas.

Também por sugestão de Isolda Dantas, a CPI da Arena das Dunas vai ouvir, no dia 3 de agosto, o controlador-geral do Estado, Pedro Lopes de Araújo Neto. No dia 4 de agosto, será a vez de ouvirem o auditor de Controle Interno do Estado Marcos José Moura Fagundes, que, assim como Pedro Lopes, participou da elaboração do relatório da Control sobre o contrato entre Arena das Dunas e Governo do Estado. Os técnicos apontaram sobrepreço e possível prejuízo ao erário.

“Todos os nomes foram aprovados à unanimidade e, assim como a deputada Isolda Dantas deixou claro, qualquer parlamentar poderá fazer a indicação de pessoas a serem ouvidas pela CPI, que vai analisar o pedido e decidir se aprova ou não a convocação”, explicou Coronel Azevedo.

As reuniões da CPI da Arena das Dunas estão previstas para ocorrem sempre às terças-feiras, mas só serão retomadas em agosto, com os primeiros depoimentos.

Deputados comentam arrecadação estadual e instalação da CPI da Covid no RN

No horário destinado às lideranças, na sessão ordinária desta terça-feira (13), na Assembleia Legislativa do Rio Grande do Norte, pronunciaram-se os deputados estaduais José Dias (PSDB) e Kelps Lima (SDD). José Dias destacou o aumento da arrecadação potiguar, alegando falta de aproveitamento dos recursos, já Kelps Lima falou sobre a instalação da Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) da Covid no Estado.

José Dias iniciou comentando sobre uma manchete de jornal potiguar que informou que a arrecadação no primeiro semestre no Rio Grande do Norte teve recorde histórico, cresceu 20%, comparado ao ano passado. Somado a isso, o parlamentar alegou que as transferências federais aumentaram e a exploração dos poços de petróleo do Estado aumentou vertiginosamente.

“Tudo conspira em favor do dinheiro público e ao mesmo tempo sentimos um vazio absoluto, estamos perdendo uma excelente oportunidade de investimento no Estado”, disse. Ele criticou a situação da segurança pública, da educação, da saúde, e afirmou que não vê respostas, nem resultado dos requerimentos dos deputados da base do governo.

Já Kelps Lima usou o tempo regimental para falar sobre a CPI da Covid no RN. “Uma CPI precisa de 8 assinaturas para ser instalada, conseguimos 10 assinaturas. A CPI foi protocolada, houve uma tentativa que ela não fosse recebida, mas falharam”, contou.

“No segundo momento, o deputado Francisco do PT pediu a suspensão, por causa de uma ação judicial do deputado Jacó Jácome (PSD). Ontem (12 de julho), o deputado Jacó Jácome perdeu a ação judicial. A CPI é constitucionalmente um instrumento da minoria. Vai ter CPI e quem está garantindo isso é a Constituição brasileira e a Constituição do RN”, disse.

Apartamento de Ciro Gomes leiloado para pagar indenização a Collor é arrematado por Eunício Oliveira: “Arrematei de sacanagem… não administra nem o patrimônio dele, quer administrar o Brasil?”

Foto: PDT/Divulgação

Ex-presidente do Senado, Eunício Oliveira arrematou nesta segunda, num leilão judicial, o apartamento do desafeto Ciro Gomes em Fortaleza, que foi vendido pela Justiça por 451.000 reais para pagar uma indenização devida pelo presidenciável do PDT ao senador Fernando Collor.

“Arrematei de sacanagem… O homem não administra nem o patrimônio dele, quer administrar o Brasil?”, diz Eunício.

Collor entrou na Justiça contra Ciro depois que o pedetista disse que Lula, durante o debate nas eleições de 1989, deveria ter chamado o ex-presidente de “playboy safado” e “cheirador de cocaína”.

Eunício ainda vai comprar, em leilão, outros imóveis do pedetista, a casa que Gomes recebeu do pai em Sobral e que está na mira da Justiça por outros processos perdidos por Ciro. “Vou arrematar tudo. Tá barato”, brinca.

Radar – Veja/ BG

Após paralisação por sete horas, Omar Aziz adia depoimento de diretora da Precisa para quarta-feira (14)

Foto: Marcos Oliveira/Agência Senado

Após cerca de sete horas de paralisação, a sessão da CPI da Pandemia foi retomada na noite desta terça-feira (13), mas após alguns minutos foi encerrada. O depoimento acabou sendo adiado para quarta-feira (14), às 9h, uma vez que a depoente justificou exaustão diante as perguntas dos senadores.

O presidente da comissão, senador Omar Aziz (PSD-AM), suspendeu a oitiva da diretora técnica da Precisa Medicamentos Emanuela Medrades depois que a depoente se recusou a responder perguntas simples. Medrades chegou ao Senado amparada por um habeas corpus concedido pelo ministro Luiz Fux, presidente do Supremo Tribunal Federal (STF).

O documento permitiu que a depoente permanecesse em silêncio na comissão para não produzir provas contra ela mesma. Aziz, então, suspendeu a sessão por volta das 12h10 para verificar junto a Fux quais os limites do silêncio da depoente. Cerca de seis horas após a suspensão da sessão, Fux acolheu parcialmente os embargos de declaração da CPI da Pandemia e da defesa de Emanuela Medrades. O ministro reafirmou o direito de Medrades de ficar em silêncio em questões que ela julgue que podem incriminá-la.

No entanto, o presidente do STF afirmou que a comissão tem poder para avaliar possíveis abusos no exercício desse direito e tomar eventuais medidas. Na decisão, Fux esclarece que cabe ao paciente decidir se uma pergunta tem resposta que possa autoincriminar.

Além disso, o magistrado afirma que, por outro lado, nenhum direito é absoluto e cabe à CPI avaliar se o paciente abusa do direito fundamental. Fux também disse que a comissão tem os instrumentos para adotar providências. Por fim, o presidente do STF ressaltou que a Corte não atua previamente no controle dos atos da comissão. Às 19h50, depois de quase sete horas de paralisação, a sessão foi retomada, mas foi encerrada.

Blog do BG

Ações do governo, violência contra mulher e crimes contra PMs pautam os deputados na ALRN

O deputado estadual Vivaldo Costa (PSD) declarou nesta terça-feira (13), na sessão ordinária da Assembleia Legislativa, que a governadora Fátima Bezerra (PT) já designou a criação de uma comissão para estudar a situação das estradas do Estado, e encontrar formas de conseguir recursos para garantir serviços de recuperação.
 
“Às vezes a estrada está tão estragada que não tem como fazer um simples tapa-buracos”, disse o deputado, criticando a forma como a oposição tem feito cobranças ao Governo. “A política é tão cruel que vemos pessoas sensatas querendo ocultar verdades”, afirmou Vivaldo, que ainda falou sobre a necessidade de um ramal para levar água de adutora em Caicó para a comunidade de Lajinhas, no mesmo município.
 
A deputada Cristiane Dantas (SDD) repercutiu em sua fala – no horário destinado aos deputados – a violência contra mulher, que voltou a ter evidência na mídia após divulgação nas redes sociais, do que aconteceu com a esposa de um DJ no Ceará. “A pandemia trouxe o agravamento dessa violência”, comentou a deputada, ressaltando a importância da Lei Maria da Penha, criada há 15 anos para proteger mulheres. “Temos a obrigação de impedir a violência”, disse Cristiane, alertando a população para denunciar quando presenciar casos em que a mulher é vítima de violência.
 
O deputado Coronel Azevedo (PSC) comentou sobre os últimos crimes registrados, tendo policiais militares como vítimas. O parlamentar cobrou do Estado, eficiência do programa ‘Pacto pela Vida’ em relação aos policiais. Ele ainda comentou em sua fala, a participação, em Brasília, do ato ‘pró-armas’, que levou à capital federal uma comitiva do Rio Grande do Norte.
 
Último orador no horário dos deputados, José Dias (PSDB) comentou pronunciamentos dos pares em relação a pleitos para o interior, e lembrou que no município de Umarizal, o projeto de saneamento está paralisado. Ele também falou sobre a CPI da Covid no RN.

Após homem ser preso por tentativa de fraude, organizadora diz que concurso da Polícia Civil do RN está mantido

Central de Flagrantes de Natal, Polícia Civil RN — Foto: Kléber Teixeira/Inter TV Cabugi
Central de Flagrantes de Natal, Polícia Civil RN — Foto: Kléber Teixeira/Inter TV Cabugi

Após um homem ter sido preso por tentar fraudar o concurso da Polícia Civil do Rio Grande do Norte, a banca organizadora afirmou que vai manter as próximas etapas do certame.

O comunicado foi publicado pela Fundação Getúlio Vargas na página do concurso na internet e informou que o candidato identificado pela Polícia Civil como um alagoano de 41 anos tentou usar uma “cola eletrônica” na prova.

“O corpo profissional da FGV é treinado e capacitado para evitar tais iniciativas criminosas. O sistema de prevenção é reforçado por rígidos procedimentos de segurança, que incluem o uso de detectores de metais e detectores de ponto eletrônico, para evitar que os inscritos portem equipamentos eletrônicos suspeitos”, informou em nota.

A banca organizadora afirmou que também conta com um sistema de inteligência artificial, que realiza cruzamentos de dados para identificar coincidências de acertos e erros das respostas dos candidatos, tanto nas questões objetivas quanto discursivas, além da análise grafotécnica – as letras dos candidatos.

Por fim, a banca defendeu a “lisura do certame” e assegurou a continuidade das etapas do concurso, inclusive a prova para delegado, marcadas para o próximo domingo (18), em Natal, “tranquilizando todos os participantes e a sociedade”.

No dia 11 foram realizadas as provas para o cargo de escrivão. Já as provas para o cargo de delegado serão realizadas no próximo domingo (18).

A Polícia Civil havia confirmado a prisão do candidato nesta segunda-feira (12), mas não tinha informado como o homem teria tentado fraudar a prova. Também não foi revelado se há suspeita de participação de outras pessoas.

Concurso

Ao todo, o concurso teve 61.042 candidatos inscritos para concorrer às 301 vagas oferecidas – 230 para agente, 24 para escrivão e 47 para delegado.

edital foi lançado em novembro de 2020 e a previsão era de que as provas fossem aplicadas nos dias 07 e 14 de março. Porém, por causa da pandemia da Covid-19, a seleção foi suspensa em fevereiro e os prazos foram retomados em maio, com novas datas.

O salário oferecido para agente e escrivão é de R$ 4.731,91 e para delegado, R$ 16.670,59.

G1RN

Subtenente Eliabe pede auxílio alimentação para policiais militares do RN

Os policiais militares que atuam no interior do Rio Grande do Norte não estão recebendo alimentação adequada durante o horário de serviço. A informação foi divulgada pelo deputado estadual Subtenente Eliabe (SDD), durante a sessão plenária desta terça-feira (13) na Assembleia Legislativa do Rio Grande do Norte. O parlamentar fez um apelo para que a governadora Fátima Bezerra (PT) implemente algum auxílio alimentação como forma de resolver o problema.

“Os policiais militares estão nas 167 cidades do RN trabalhando diuturnamente, mesmo com pandemia, e esses profissionais estão enfrentando o grave problema que é a falta de alimentação quando em serviço. No início de fevereiro as associações que representam os militares se reuniram com o Governo do Estado que se comprometeu em resolver o problema, mas infelizmente ainda persiste”, disse o deputado.

Eliabe já apresentou um requerimento solicitando ao Governo do Estado que crie algum mecanismo com o objetivo de resolver a questão. Segundo o parlamentar, a dificuldade de conseguir alimentação tem causado inclusive insegurança para a população, já que muitos policiais estão deixando a cidade em que devem trabalhar para ir almoçar no município onde residem.

O deputado acrescentou ainda que apenas os PMs que atuam em Natal recebem um valor de R$ 15,00 para utilizar como vale alimentação. “Isso tem comprometido a autonomia da atividade. O Governo sabe que existem policiais em serviço e que precisam da alimentação, é questão de planejamento e gestão”.

Goleiro Bruno culpa mídia por aposentadoria forçada após ter cumprido parte da pena

Foto: Reprodução/Instagram Bruno Fernandes

Poucos meses após anunciar a aposentadoria do futebol para atuar no mercado financeiro, o ex-goleiro Bruno Fernandes culpou a mídia por não conseguir conquistar espaço no esporte. A informação é do Extra.

Em regime semiaberto desde julho de 2019, após cumprir parte da pena de 22 anos e três meses pelo assassinato da modelo Eliza Samúdio, Bruno tentou voltar aos gramados. Porém, sem sucesso.

“Na verdade, eu tenho lenha para queimar ainda, teria condições para continuar jogando, meu preparo físico é bom. Eu tinha a intenção, depois de ter enfrentado a situação que todo mundo já conhece, de dar a volta por cima, de mostrar que todo ser humano é capaz de recomeçar, o ser humano é maior que seu próprio erro. Eu tinha, sim, a vontade de continuar no futebol, até porque é um sonho de criança, que foi realizado. E infelizmente não consegui. Deixei isso em terceiro ou quarto plano por causa da pressão midiática. Onde eu saio, aonde eu vou, eu arrasto multidões. Sou abraçado, acolhido, principalmente no Rio de Janeiro. Então, o que mais pegam no meu pé é a questão midiática”, pontua, Bruno, que após a prisão, passou por clubes de menor expressão no Brasil, como Boa Esporte, Poços de Caldas, ambos de Minas, Rio Branco-AC e Esporte Clube Atlético Carioca.

Ao ser perguntado sobre a aposentadoria, Bruno colocou a culpa, principalmente, na mídia. “O futebol mudou muito. Hoje eles olham para essa questão de imagem, o jogador bad boy não é enxergado como era antigamente, o futebol mudou muita coisa nesse sentido. Então a mídia meio que colocou sobre o Bruno uma prisão perpétua, como se ele não pudesse recomeçar. Sendo que a nossa legislação fala que a gente tem que ser ressocializado, com trabalho, para ser o provedor da casa. No meu caso não. Infelizmente enterraram meu sonho, meus objetivos, minha profissão”, acusou.

O ex-goleiro do Flamengo diz que até recebeu propostas para voltar a atuar, mas preferiu seguir na carreira de trader. “Depois que anunciei minha suposta aposentadoria, uma pessoa me procurou e falou de um projeto bacana. Eu disse que eu não queria mais saber do futebol, porque iria atrapalhar meus estudos. Surgiram outras propostas, até de um clube de Alagoas, outro de Fortaleza e Londrina para disputar a série B. Eu optei em não mais seguir na carreira”, garante.

Perguntado sobre um jogo de despedida, ele falou sobre seu desejo em relação à história que construiu enquanto usava luvas. “Precisava nem ser um jogo de despedida. Eu fico muito triste quando chega o dia do goleiro e não postam uma foto do Bruno. Eu vejo torcedor cobrando isso. É isso que me deixa chateado. Independente do que tenha acontecido com a minha vida pessoal, a Justiça me condenou, não existe prisão perpétua no Brasil, eu cumpriu, estou tentando me reerguer, e eles postam foto de todos os goleiros, menos a do Bruno. mas o que me motiva é o torcedor do Flamengo lembrar de mim. Por mais que a imprensa tente não vai apagar minha história no Flamengo. Vão apagar o título de 2009? Na Europa, os clubes protegem seus ídolos. se eu ainda sou visto como ídolo do Flamengo, pelo torcedor, por que não colocar uma foto minha só no dia do goleiro? ”

Mesmo tanto tempo depois do crime bárbaro, Bruno ainda não conheceu Bruninho. Enquanto esteve preso, o ex-goleiro até chegou a pedir um exame de DNA, que foi prontamente negado pela justiça brasileira. Ele jamais cumpriu com as obrigações legais, como pensão alimentícia, para ajudar na criação do garoto.

Metrópoles

CCJ aprova projeto que modifica lei relativa a prazos de concursos e outras matérias

Os deputados que integram a Comissão de Constituição Justiça e Redação (CCJ) da Assembleia Legislativa aprovaram projeto de iniciativa da deputada Isolda Dantas (PT), que altera a Lei Estadual nº 10.727, de 2020, que suspende todos os prazos relativos aos concursos públicos no RN em razão da pandemia do Covid-19. Além deste, outros projetos de iniciativa parlamentar e do Executivo foram aprovados na reunião desta quarta-feira (13).
 
A finalidade do projeto de iniciativa de Isolda é harmonizar a legislação federal e estadual no que tange a regras de realização de concurso público e nomeações durante o período em que o Estado estiver na calamidade pública decorrente da Covid-19. Da deputada Isolda Dantas (PT) também foi aprovado o projeto que institui a Semana da Mulher na Política no calendário oficial do RN.
 
De iniciativa do deputado Hermano Morais (PSB), foi aprovado na CCJ o projeto que altera a lei que institui o Selo Contador Amigo da Infância e da Adolescência. A modificação ao projeto original – que pode destinar até 6% do Imposto de Renda para o Fundo Estadual da Criança e do Adolescente – é ampliá-lo para projetos e políticas  públicas  voltados para idosos, de acordo com a Receita Federal.
 
Também foi aprovado, de iniciativa do deputado Getúlio Rêgo (DEM), o projeto que dispõe sobre o Programa estadual de tratamento digno e adequado aos animais de rua no RN. De iniciativa de Dr. Bernardo (MDB) foi aprovado o projeto que dispõe sobre a obrigatoriedade dos hospitais, unidades de saúde, maternidades e clínicas públicas e privadas notifiquem o conselho tutelar sobre os casos de suspeita ou de confirmação de gravidez em crianças e adolescentes menores de 14 anos.
 
Do deputado Souza (PSB) também foi aprovado o projeto que institui o selo nos produtos da agricultura familiar no RN. O projeto, além de incentivar a agricultura familiar, contribui para o consumo saudável.
 
O projeto do deputado Kleber Rodrigues (PL) que dispõe sobre a regulamentação de crianças menores de 12 anos circularem desacompanhadas de um adulto em áreas comuns de centros comerciais, parques, clubes e afins e prédios comerciais teve o veto parcial aprovado.
 
De iniciativa governamental, a CCJ aprovou o projeto que altera artigos da Lei 122, “Lei do Servidor”, para estender hipóteses de ausência ou conceder direito a horário especial a servidor com deficiência ou que tenha cônjuge, filho ou dependente com deficiência de qualquer natureza, incluindo os responsáveis por pessoas com Transtorno de Espectro Autista (TEA), sem necessidade de exigência de compensar horários.
 
Além dos citados, foram aprovados projetos de utilidade pública e três projetos na pauta extra da CCJ.

Assembleia Legislativa oficializa 47 vagas para concurso público que terá edital este ano

Foi divulgado no Diário Oficial da Assembleia Legislativa desta terça-feira (13) a formação da Comissão Especial do Concurso Público, destinado ao provimento de vagas para os cargos efetivos de Analista Legislativo – Nível Superior e Técnico Legislativo da Casa Legislativa. O diretor geral da Assembleia Legislativa, Augusto Viveiros, adiantou que serão 24 vagas para o cargo de Analista Legislativo, com remuneração inicial de R$ 7.725,75 mais Auxílio alimentação e auxílio saúde e 23 para o cargo de Técnico Legislativo, com remuneração inicial de R$ 4.139,75, mais auxílio alimentação e auxílio saúde.

A comissão é composta pelos servidores Sérgio Eduardo da Costa Freire – presidente da Comissão, Anna Caroline Alves de Oliveira, André Luiz Galvão e Silva e Gileude Nogueira Peixoto. Além de José Helomar Rodrigues Júnior – representante do Sindicato dos Servidores da Assembleia Legislativa do RN (Sindalern), Ricardo César Ferreira Duarte Júnior e José Augusto Barbalho Simonetti – representantes da Ordem dos Advogados do Brasil, seccional RN.

De acordo com Augusto Viveiros os próximos passos serão os atos administrativos da Comissão como a aprovação do termo de referência, contratação da empresa responsável pela realização do certame e a publicação do edital. “Agora é seguir os trâmites legais e aguardar a aprovação dos 47 novos servidores da Casa Legislativa. É uma oportunidade única para aqueles que pretendem ingressar no serviço público”, comentou ao lamentar a não abertura de vagas para o cargo de Polícia Legislativa. “Sob orientação do Tribunal de Contas do Estado, que baseou-se na Lei Federal nº 173/2020, que proíbe a criação de novos cargos, em virtude da pandemia”, lamentou.

Augusto Viveiros, diretor geral da Assembleia Legislativa, destacou ainda que a Assembleia Legislativa está em um novo momento. “O planejamento estratégico é uma demonstração de compromisso da atual presidência, fortalecendo a transparência e a carreira pública”, disse.

Lei do marco legal do saneamento básico é pauta de reunião entre prefeitos e deputados

Representantes de associações ligadas aos municípios estiveram reunidos nesta terça-feira (13) com o presidente da Assembleia Legislativa, Ezequiel Ferreira (PSDB), e os deputados estaduais Tomba Farias e Gustavo Carvalho (PSDB) para tratar do Projeto de Lei Nº 9/2021, que institui as microrregiões de águas e esgotos do Central-Oeste e do Litoral-Seridó e suas respectivas estruturas de governança, no Rio Grande do Norte.

O Projeto de Lei Complementar, de iniciativa do Governo do Estado, em obediência ao dispositivo no art. 2º da Lei Federal nº 11.445, atualiza o marco legal do saneamento básico e define como princípio fundamental a prestação regionalizada dos serviços, com vistas à geração de ganhos de escala e à garantia da universalização e da viabilidade técnica e econômica e financeira dos serviços.

“Esse é um tema que precisa de muita atenção para que não se torne um projeto injusto para os municípios. Todos os prefeitos agradecem por esta Casa Legislativa estar nos ouvindo e lutando para que a Lei seja aprovada de formas a beneficiar todo o Estado”, disse Anteomar Pereira da Silva – Babá – (Republicanos), prefeito de São Tomé e presidente da Federação dos Municípios do Estado do Rio Grande do Norte (Femurn).

“É preciso que cheguemos a um consenso. Esse é um projeto de suma importância para o povo do Rio Grande do Norte, porque trata de como será o futuro do abastecimento de água em todo o Estado”, disse Ezequiel Ferreira.

Além do representante da Femurn, Babá, também estiveram presentes o deputado federal, Benes Leocádio (Republicanos), Reno Marinho (PL), prefeito de São Rafael e presidente da Associação dos Municípios da Região Central e Vale do Açu Potiguar (AMCEVALE), Fernando Antônio Bezerra (SDD) prefeito de Acari e presidente da Associação dos Municípios da Microrregião do Seridó Oriental, além dos prefeitos Luciano da Cunha Gomes (Republicanos) – prefeito de Lajes Pintada; José Augusto de Freitas Rego (DEM) – prefeito de Portalegre; Kerles Jácome – Babau – (PSD) – prefeito de Marcelino Vieira; Pedro Ferreira (PROS) – Touros; Júlio César Soares – Ceará Mirim (PSD); Ivanildo Ferreira Lima Filho (PSDB) – prefeito de Santa Cruz, além de Fábio Dantas – diretor da Femurn e Clécio Câmara (PSDB), prefeito de Bom Jesus e tesoureiro da Femurn.

AULAS NUNCA MAIS: Sindicato vai à Justiça contra retorno das aulas presenciais no RN

Se dempender dso professores que seguem a linha da governadora Fátima Bezerra (PT), as aulas presenciais não vão acontecer nunca mais. Se fizerem uma breve análise sobre o passado, vão perceber que muitos de nossos adolescentes estão desmotivados com os estudos, envolvidos no mundo do crime porque muitos professores, funcionáriso públicos, se negaram em cumprir o seu papel de educador, aderindo sempre a paralisação das aulas. Agora com a pandemia, nunca mais vão querer voltar às aulas.

O Sindicato dos Trabalhadores em Educação do Rio Grande do Norte (Sinte/RN) vai recorrer da decisão do juiz Artur Cortez Bonifácio, da 2ª Vara da Fazenda Pública de Natal, que determinou no último domingo (11) o retorno das aulas presenciais na rede pública estadual de ensino. O Sinte/RN pede a completude da imunização contra a Covid-19 dos profissionais da categoria para voltar às atividades em sala de aula.

A Secretaria Estadual de Educação e Cultura (SEEC) informou nesta segunda-feira (12) que vai acatar a decisão e as atividades nas escolas públicas devem ser retomadas a partir do próximo dia 19. Em Natal, o calendário escolar está definido e mantido para que as aulas presenciais comecem a retornar nesta quarta-feira (14), mesmo com a ameaça de greve por parte dos professores da rede municipal. As aulas presenciais estão suspensas na rede pública de ensino do RN desde o dia 17 de março de 2020.

De acordo com a coordenadora geral do Sinte/RN, Fátima Cardoso, o departamento jurídico do sindicato irá se mobilizar assim que for notificado da decisão. “É uma decisão que podemos recorrer e vamos recorrer, uma vez que não existe a imunização dos trabalhadores em educação, se a gente tivesse a imunização, o momento estava propício para voltar. Vamos continuar as atividades remotas e vamos aguardar a imunização para poder retornar presencialmente”, comentou. Essa posição já havia sido anunciada na semana passada.

Tribuna do Norte

Natal suspende vacinação da 1ª dose das vacinas contra Covid e mantém aplicação da 2ª nesta terça (13)

Vacinação da primeira dose está suspensa em Natal — Foto: Kleber Teixeira/Inter TV Cabugi
Vacinação da primeira dose está suspensa em Natal — Foto: Kleber Teixeira/Inter TV Cabugi

A Secretaria Municipal de Natal suspendeu a vacinação da 1ª dose das vacinas contra a Covid para esta terça-feira (13).

De acordo com a pasta municipal, o motivo é o fim do estoque, que acabou nesta segunda-feira (12) – o último lote recebido, com 7.134, foi usado completamente, segundo a pasta. Atualmente Natal imuniza pessoas a partir de 37 anos e trabalhadores da indústria com 29 ou mais.

Assim, nesta terça-feira (13) a vacinação em Natal aplicará apenas as segundas doses das vacinas de Oxford/AstraZeneca e CoronaVac.

Os prazos de intervalo entre a primeira e segunda doses são de 85 dias para a Oxford/AstraZeneca e 28 dias para a CoronaVac.

Quem tiver direito à segunda dose pode se encaminhar para um dos quatro drives (Ginásio Nélio Dias, Sesi, Palácio dos Esportes e Via Direta) ou uma das 35 Unidades Básicas de Saúde (UBS).

“Pedimos que a população compareça para tomar a D2 e completar seu esquema vacinal”, falou o secretário de Saúde de Natal, George Antunes.

A Secretaria de Saúde disse que vai retomar a vacinação da 1ª dose em Natal após a entrega de mais doses de imunizantes pelo Ministério da Saúde, quando também anunciará os novos públicos.

G1RN

Vacinas contra hepatite A e outras doenças são encontradas no lixo no interior do RN

Caixas com frascos de vacinas são encontradas às margens da BR 406, em Taipu — Foto: Reprodução
Caixas com frascos de vacinas são encontradas às margens da BR 406, em Taipu — Foto: Reprodução

Frascos de vacinas contra hepatite A, meningite, raiva humana, varíola e outras doenças foram encontrados nesta segunda-feira (12) descartados, no lixo, em uma fazenda às margens da BR-406, no município de Taipu, no interior do Rio Grande do Norte.

O material foi encontrado por moradores da região, que acionaram a polícia.

Alguns dos frascos estavam abertos, mas a maioria estava lacrado e ainda não tinha sido utilizado. Algumas vacinas encontradas têm prazo de validade até novembro desse ano. Outras vencem apenas em janeiro de 2022.

À Inter TV Cabugi, o prefeito de Taipu, Ariosvaldo Bandeira Junior, negou que as vacinas sejam do município. Ele disse, ainda, que vai ajudar a polícia nas investigações.

O secretário de Saúde de Poço Branco, cidade vizinha à Taipu, Wendell Costa, também negou que as vacinas tenham sido descartadas por equipes do município. Ele disse que irá fazer um levantamento, junto à regional de saúde, sobre o número dos lotes dos imunizantes, o que pode ajudar a identificá-los.

A Secretaria de Estado da Saúde Pública (Sesap) informou que as equipes de vigilância em saúde ambiental vão visitar, nesta terça-feira (13), a regional de saúde, na cidade de João Câmara, para apurar informações sobre o caso. O número dos lotes estão sendo utilizados para identificar de qual município eram as vacinas.

G1RN