Archive for julho 15th, 2021

EUA: Biden tenta isolar a China do mundo por meio da Otan, diz matéria do Infomoney

Biden ataca leis para restringir acesso ao voto em discurso duro no berço  da democracia dos EUA - 13/07/2021 - Mundo - Folha
Foto da Internet

Em um evento sobre geopolítica da Ohmresearch, o economista Roberto Dumas Damas, que é professor do Insper, já morou na China trabalhando para o Itaú BBA e escreveu um livro sobre o país, disse que o presidente chinês, Xi Jinping, quer anexar Taiwan à China continental.

De acordo com Dumas, isso coloca a ilha na mira dos chineses, que dependem muito de semicondutores para alavancar suas indústrias de tecnologia da informação e inteligência artificial.

Ao mesmo tempo, o governo do presidente democrata, Joe Biden, dos Estados Unidos, já se mostrou interessado em recuperar a hegemonia global isolando a China por meio de instituições internacionais como a Organização do Tratado do Atlântico Norte (Otan) e de negociações costuradas com potências europeias.

No entanto, a maior economia da Ásia está tão integrada à cadeia mundial de produção que para isolá-la ou pressioná-la economicamente seria necessário pedir a Coreia do Sul, Japão e Taiwan para pararem de fornecer semicondutores.

Infomoney

Bolsonaro evolui de forma satisfatória e não tem previsão de alta, diz novo boletim médico

Michele posta foto de Bolsonaro de pé e sorrindo — Foto: Reprodução/ Redes sociais
Michele posta foto de Bolsonaro de pé e sorrindo — Foto: Reprodução/ Redes sociais

O presidente Jair Bolsonaro (sem partido) evolui de forma satisfatória, mas segue sem previsão de alta do Hospital Vila Nova Star, em São Paulo, onde está internado desde a noite desta quarta-feira (14), segundo o mais recente boletim médico. Bolsonaro foi transferido de Brasília para São Paulo após apresentar um quadro de obstrução intestinal (assista ao vídeo acima para entender o que causa o problema).

“O Senhor Presidente da República, Jair Messias Bolsonaro, segue internado no Hospital Vila Nova Star, em São Paulo, evoluindo de forma satisfatória clínico e laboratorialmente. Permanece o planejamento terapêutico previamente estabelecido. O Presidente segue sem previsão de alta hospitalar”, diz o boletim.

No fim de tarde desta quinta, a primeira-dama, Michele Bolsonaro, e o secretário Especial de Cultura, Mário Frias, postaram uma foto do presidente com uma sonda no nariz, sorrindo, de pé, visitando uma outra paciente do hospital. Na legenda, Michele escreveu: “custoso demais” e colocou emojis de gargalhada.

Bolsonaro está sendo acompanhado pelo cirurgião gástrico Antonio Luiz Macedo, que cuida de sua saúde desde a facada sofrida nas vésperas da eleição de 2018.

Ainda em Brasília, no começo da quarta-feira, Bolsonaro procurou atendimento médico após sentir dores abdominais na madrugada. Nos últimos dias, o presidente também se queixava de soluços frequentes, como relatado durante uma transmissão ao vivo (assista ao vídeo abaixo).

O ministro do Gabinete de Segurança Institucional da Presidência da República (GSI), general Augusto Heleno, visitou o presidente nesta quinta. Segundo publicou em uma rede social, a recuperação de Bolsonaro tem sido “acima do esperado”. “No dia de hoje, visitei o presidente Bolsonaro, no Hospital Vila Nova Star, em SP. Ele passa bem, mas continuará a fazer alguns exames e avaliações. Sua recuperação tem sido acima do esperado, graças a Deus e às orações dos amigos e amigas.”

Entenda o tratamento

Após a realização de exames clínicos, laboratoriais e de imagem na noite desta quarta (14), a equipe médica que cuida do presidente, coordenada por Macedo, definiu que ele receberá um “tratamento clínico conservador”, descartando a necessidade de uma cirurgia de emergência inicial.

“O Senhor Presidente da República, Jair Messias Bolsonaro, foi transferido na noite desta quarta-feira para o Hospital Vila Nova Star, em São Paulo, após passar por uma avaliação no Hospital das Forças Armadas, em Brasília, e ser diagnosticado com um quadro de suboclusão intestinal. Após avaliações clínica, laboratoriais e de imagem realizadas, o Presidente permanecerá internado inicialmente em tratamento clínico conservador”, disse a nota divulgada pelo hospital ainda na quarta (14).

Presidente Jair Bolsonaro publica foto fazendo exames em Brasília nesta quarta-feira (14). — Foto: Reprodução/Instagram

Presidente Jair Bolsonaro publica foto fazendo exames em Brasília nesta quarta-feira (14). — Foto: Reprodução/Instagram

Segundo o senador Flávio Bolsonaro (Patriota-RJ), filho do presidente, o presidente ficará em observação por três dias em São Paulo.

O deputado federal Eduardo Bolsonaro (PSL-SP), outro filho do presidente, disse nesta quinta-feira (15) que o pai, antes de ser transferido para São Paulo, retirou um litro de líquido que estava acumulado no estômago por causa da obstrução intestinal.

“O presidente sentia muita dor por causa disso e de madrugada ele foi pro hospital e foi retirado cerca de um litro de líquido do seu estômago, aliviou a dor. Ele ontem tava reclamando de dor, mas dores leves e com esse quadro há uma possibilidade de cirurgia, mas também há uma esperança que essa dobra se desfaça naturalmente”, contou o deputado em vídeo publicado em uma rede social.

G1

‘A gente vai fazer aliança política, sim’, diz Lula sobre eleições em 2022

AP Photo / Andrew Medichini
Ex-presidente Luiz Inácio Lula participa de encontro com sindicatos em Roma (arquivo)Credit…AP Photo / Andrew Medichini

Por Jornal do Brasil

O ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva disse em entrevista nessa quarta (14) que o partido fará alianças políticas em 2022 e que procura um vice que tenha afinidade política e econômica com ele, assim como o conhecimento sobre “como vive o povo pobre desse país”.

“A gente vai fazer aliança política, sim […]. Eu tenho que procurar alguém, se decidir ser candidato, que tenha, primeiro, afinidade política comigo. Eu não posso chamar um antagônico. Eu tenho que ter alguém que tenha afinidade comigo, alguém que pense economicamente muito parecido comigo, alguém que tenha uma visão social parecida comigo, alguém que tem que conhecer como vive o povo pobre desse país”, disse Lula.

Voltando ao discurso que tem proferido nos últimos meses, Lula evitou anunciar se vai ou não concorrer mesmo às eleições de 2022.

“[…] Depende. Eu vou decidir se vou ser candidato em algum momento. Preciso pensar em muitas coisas. Eu preciso medir as consequências dos meus atos e entender que sou o único candidato que tenho que fazer mais do que já fiz anteriormente”, declarou o ex-presidente.

Conforme noticiado no dia 9 de julho, a última pesquisa Datafolha apontou que Lula ampliou vantagem sobre Bolsonaro e passou de 21% para 26% na intenção de votos, enquanto o atual presidente foi de 17% para 19%. No segundo turno, Lula tem 58% contra 31%. Na pesquisa anterior, tinha 55% contra 32%. (com agência Sputnik Brasil)

JB

Lote com 61 mil unidades da Astrazeneca/Fiocruz, todo para 1ª dose, chega ao RN, e será distribuído nesta sexta-feira

Foto: Paulo Nascimento

A Secretaria de Estado da Saúde Pública (Sesap) recebeu no fim da tarde desta quinta-feira (15) uma nova carga de vacinas para a campanha de imunização contra a Covid-19 no Rio Grande do Norte. O lote será distribuído aos municípios nessa sexta (16), pela manhã, cumprindo mais uma vez o compromisso da Sesap em agilizar o processo de vacinação no estado.

São 61 mil imunizantes da Astrazeneca/Fiocruz que, de acordo com a orientação do Ministério da Saúde, devem atender o escalonamento de vacinação por idade, além de atender bancários e trabalhadores dos correios.

As duas categorias foram inseridas pelo Ministério da Saúde na prioridade do Programa Nacional de Imunização na primeira semana de julho.

Com esse lote, o RN passa das 2,3 milhões de vacinas recebidas. A primeira dose, de acordo com os dados da plataforma RN+ Vacina até a tarde desta quinta, já chegou a mais de 1,3 milhão de potiguares. E outros 495 mil moradores do estado estão com o esquema vacinal completo.

BG

Kelps Lima comenta argumento de deputados sobre a CPI da Covid estadual

Também focado na pauta da Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) da Covid, o deputado estadual Kelps Lima (SDD) fez pronunciamento na Assembleia Legislativa do Rio Grande do Norte, nesta quinta-feira (15). Ele apresentou a versão dele em relação ao argumento que ocasionou o esvaziamento dos deputados da base governista no plenário da Casa Legislativa.

“A bancada do governo preferiu não estar aqui para discutir e instalar a CPI da Covid, depois de milhares de mortes, de pessoas contaminadas, de pessoas com sequelas, gente que perdeu o emprego”, destacou o parlamentar.

Em relação à ação judicial do deputado Jacó Jácome (PSD), Kelps Lima afirmou que “a ação já foi derrotada duas vezes na justiça e, mesmo que ganhe, não altera a composição da CPI”.

“Se os deputados estivessem aqui, eu os convidaria para irmos na Procuradoria fazermos os cálculos necessários. Em uma leitura básica do Regimento Interno, nosso bloco terá maioria na CPI em qualquer situação. A única mudança que pode ter, caso seja recalculado, é que o PT sai da CPI. Que fique claro para a sociedade que esse argumento de motivo de adiamento da CPI é no mínimo equivocado”, informou.

Líderes debatem sobre insegurança e ausência da base governista para evitar CPI na ALRN

A insegurança registrada em diversos municípios do Estado e a repetição da estratégia da base governista, de se ausentar da sessão plenária, para evitar a votação do requerimento que vai instalar a Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) da Covid-19, pautaram os discursos dos líderes parlamentares durante a sessão plenária desta quinta-feira (15) na Assembleia Legislativa do Rio Grande do Norte. 

O primeiro a discursar no horário das lideranças foi o deputado estadual José Dias (PSDB), que demonstrou preocupação com “relatos dramáticos de insegurança, roubos e assaltos” no Estado. “Mesmo dentro de casa você não está seguro. Roubos e assaltos são comuns. Nós estamos entrando em época de barbárie”, afirmou o tucano.

José Dias cobrou ainda uma reação do poder público ao avanço da criminalidade. “Deveria ter uma CPI da Segurança, como da não transferência dos recursos aos municípios, da Educação. Motivos para CPIs no RN têm de sobra. Mas a responsabilidade não é apenas do Governo, é da sociedade também”, falou o parlamentar.

Em seguida, o deputado Getúlio Rêgo (DEM) disse ser “triste ver a ausência de parlamentares do governo em mais uma sessão”. Para o democrata, o ato mostra “a preocupação em adiar o início dos trabalhos da CPI em nosso Estado”.

De acordo com Getúlio, “o povo do RN está atento à CPI e a sociedade está do lado da investigação. A CPI quer esclarecimentos. Vamos fazer nosso papel de fiscalizar o governo com responsabilidade e isenção e na próxima semana essa situação terá um desfecho. A CPI é direito das minorias”, afirmou.

O parlamentar ainda aproveitou para solicitar a reabertura dos Detrans localizados nos municípios de Pau dos Ferros, Patu e Apodi. Atualmente, a população dessas cidades precisa se deslocar para Mossoró caso necessitem de algum serviço do órgão de trânsito estadual.

Natal retoma primeira dose e vacina pessoas a partir de 36 anos nesta sexta-feira (16)

Brasil está bem posicionado para acesso a vacinas de covid-19 | Agência  Brasil
Foto da Internet

Nesta sexta-feira (16) Natal retoma a vacinação contra covid-19, para o público que está apto a receber a primeira dose. O público contemplado são as pessoas a partir de 36 anos, além dos profissionais da indústria a partir de 28 anos. Esses, têm como ponto exclusivo de vacinação o drive do Sesi.

A documentação necessária para o público por faixa etária, consta de comprovante de residência, documento com foto e cartão de vacinação. Para agilizar a inserção no sistema, é importante que as pessoas façam antecipadamente o cadastro no RN Mais Vacinas.
No site https://vacina.natal.rn.gov.br/ , a população pode encontrar o endereço das 35 UBS e como estão as filas nos quatro drives (Via Direta, Sesi, Palácio dos Esportes e Ginásio Nélio Dias).

SEGUNDA DOSE

As pessoas que receberam a primeira dose da vacina Oxford no dia 23 de abril e as que receberam o imunizante Coronavac no dia 18 de junho, devem procurar um dos pontos de vacinação para completar o seu esquema vacinal.

BG

José Dias reforça necessidade de instalação da CPI da Covid no RN

O deputado estadual José Dias (PSDB) falou durante o pronunciamento que fez na Assembleia Legislativa do Rio Grande do Norte, nesta quinta-feira (15), sobre a ausência dos deputados da base governista no plenário por ocasião das discussões sobre a Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) da Covid.

“A base do governo alega que tem dispositivo do regimento desfavorável, mas o dispositivo tem contradição com a Constituição brasileira. Somado a isto, há uma decisão judicial que vem de encontro com nosso pleito e tudo é desprezado com alegações sem sustentação,” alega o parlamentar.

José Dias enfatizou que os deputados querem uma Comissão que não seja “chapa branca”. “A CPI tem que ter uma maioria equilibrada, constitucional, para poder fiscalizar, dentro da lei, do respeito humano, da civilidade, aquilo que está errado”, declarou.

Ministério do Desenvolvimento Regional libera R$ 3,5 milhões para obras de saneamento básico no RN

Foto: Ilustrativa

O Ministério do Desenvolvimento Regional (MDR) autorizou, nesta quarta-feira (14), a liberação de R$ 3,5 milhões para investimentos em saneamento básico no Rio Grande do Norte. Os recursos serão utilizados em obras de manejo de águas pluviais e saneamento integrado em Natal e de esgotamento sanitário em Parnamirim.

Na capital, os recursos serão aplicados em drenagem urbana sustentável na região do estádio Arena das Dunas e no saneamento integrado nos bairros de Nossa Senhora da Apresentação e Lagoa Azul. Já Parnamirim terá o Sistema de Esgotamento Sanitário (SES) da sede municipal ampliado.

“As obras que foram iniciadas em diversos estados brasileiros não podem ser paralisadas. Isso é uma reafirmação do nosso compromisso com a melhoria da qualidade de vida dos cidadãos brasileiros e com o bom uso dos impostos pagos pelos contribuintes”, destaca o ministro do Desenvolvimento Regional, Rogério Marinho.

O secretário nacional de Saneamento, Pedro Maranhão, reforça o impacto positivo do investimento de recursos federais no setor. “A falta de acesso a serviços como tratamento de água e esgoto coloca em risco a saúde da população. Além disso, a falta de saneamento é o maior problema ambiental brasileiro. Nesta gestão, estamos trabalhando para mudar essa situação, dando continuidade a importantes obras do setor”, afirma.

Além dos recursos para o Rio Grande do Norte, o MDR também anunciou repasses para a continuidade de mais 38 obras e projetos de saneamento básico em outras 13 unidades da Federação. Foram beneficiados o Distrito Federal e os estados da Bahia, Ceará, Goiás, Minas Gerais, Mato Grosso, Pará, Paraíba, Piauí, Paraná, Rio Grande do Sul, Santa Catarina e São Paulo. No total, serão investidos R$ 38 milhões pelo Governo Federal.

Novo Marco Legal do Saneamento

Com a sanção do novo Marco Legal do Saneamento, que completa um ano nesta quinta-feira (15), o Governo Federal tem como objetivo alcançar a universalização dos serviços de saneamento básico até 2033, garantindo que 99% da população brasileira tenha acesso à água potável e 90%, ao tratamento e à coleta de esgoto.

Investimentos

Desde janeiro, R$ 243,6 milhões do Orçamento Geral da União (OGU) foram repassados pelo MDR para garantir a continuidade de empreendimentos de saneamento básico pelo País. Outros R$ 696,4 milhões foram assegurados para financiamentos por meio do Fundo de Garantia do Tempo de Serviço (FGTS) e outros fundos federais financiadores.

Atualmente, a carteira de obras e projetos da Pasta no setor – contratos ativos e empreendimentos em execução ou ainda não iniciados – é de 1.209 empreendimentos, somando um total de R$ 44,2 bilhões, sendo R$ 26,1 bilhões de financiamentos e de R$ 18,1 bilhões de Orçamento Geral da União.

BG

CPI da Covid: representante da Davati nega qualquer pedido de favorecimento na compra das vacinas e diz que declarações de Dominghetti são ‘fantasiosas’

Foto: Reprodução/CNN Brasil

A CPI da Pandemia ouve agora o representante oficial da Davati Medical Supply no Brasil, Cristiano Carvalho, na condição de testemunha. O empresário deve ser questionado acerca do suposto caso de propina envolvendo a compra de vacinas AstraZeneca contra a Covid-19.

Carvalho adiantou à analista da CNN Renata Agostini o que pretende falar aos senadores. De acordo com o empresário, a participação dele nas tratativas para o negócio bilionário começou no início de fevereiro com telefonemas feitos a ele por Roberto Dias, então diretor de Logística do Ministério da Saúde. Durante seu depoimento, Dias chegou a ser preso pela CPI da Pandemia.

Segundo Carvalho, as tratativas para compra dos imunizantes foram encerradas em 15 de março, com a demissão de Eduardo Pazuello do comando da pasta. As revelações do suposto pedido de propina partiram do revendedor de vacinas e PM, Luiz Paulo Dominghetti. Segundo seu depoimento à CPI, ele recebeu o pedido de Roberto Dias em um restaurante em Brasília no dia 25 de fevereiro – Dias nega qualquer pedido de favorecimento na compra das vacinas.

Roberto Dias foi quem me procurou, diz representante da Davati

Durante as perguntas do relator, senador Renan Calheiros (MDB-AL), Carvalho revelou que foi procurado pelo então diretor de logística do Ministério da Saúde, Roberto Dias, no dia 3 de fevereiro.

“O valor US$ 1 nunca foi mencionado a mim. Até porque é um valor tão absurdo que ele não iria falar. Roberto dias entrou em contato comigo no dia 4 de fevereiro pela primeira vez”, disse à CPI.

Carvalho então passa a ler as mensagens enviadas por Dias a ele. “Eu, através do meu advogado, fiz uma perícia no meu celular e isso já foi entregue à CPI com todo esse conteúdo. A minha intenção é deixar tudo bem claro e vocês vão verificar que nunca entrei em contato com o Ministerio da Saúde, eles que me procuraram através de Roberto Dias.”

Segundo ele, a palavra “propina” nunca foi mencionada, mas sim “comissionamento”. Carvalho revelou ainda que sabia do encontro no restaurante em 25 de fevereiro. “Eu sabia que ele ia se encontrar com os integrantes do Ministério. Ele sempre falou muito do nome do Dias. Depois do jantar eu recebi um telefonema do Rafael Alves falando que tinha concluído o jantar e tinha sido muito bom.”

“A informação que veio a mim não foi propina e sim comissionamento. Ele disse que esse comissionamento seria de Coronel Blanco e do Odilon. Ele [Dominghetti] falou ‘grupo do Blanco [Coronel Blanco]’”, disse.

Carvalho: declarações de Dominghetti são ‘fantasiosas’

Segundo Carvalho, as declarações do revendedor de vacinas e PM, Luiz Paulo Dominghetti, são “fantasiosas”. Ele afirmou que nunca se apresentou a Dominghetti como CEO da Davati no Brasil.

Em vídeo exibido durante a sessão, Dominghetti relata que “havia acordo inicial verbal e eu tinha o consentimento dele [Cristiano] para representar a Davati nessa negociação com o Ministério. O Cristiano que solicitou a minha inclusão na proposta do Ministério ao CEO da Davati, Sr. Herman”. Ele disse isso durante seu depoimento à CPI em 1º de julho.

“Elas [declarações] são fantasiosas, a propria empresa desmentiu em nota oficial. algumas coisas fantasiosas como o caso do envolvimento do nome da primeira-dama. se criou um folclore das pessoas envolvidas, com ceo, primeira-dama e presidente. talvez ele não tenha feito por mal, mas nunca me apresentei a ele como CEO da Davati, eu era só um vendedor da Davati, como outros no Brasil”, disse Carvalho.

Cristiano Carvalho: Não recebi ou compactuei com pedido de propina

Durante sua fala inicial, o representante oficial da Davati Medical Supply, Cristiano Carvalho, afirmou que não recebeu ou compactuou com supostos pedidos de propina. Ele ainda afirmou que chegou à CPI “de peito aberto”.

“Todas as perguntas que forem sobre a negociação entre a Davati e o Ministério da Saúde, em especial entre Roberto Dias e Coronel Blanco eu estou aqui pra tirar todas as duvidas dos senadores e da opinião publica”, disse.

O revendedor da Davati e PM, Luiz Paulo Dominghetti, afirmou à CPI que o então diretor da divisão de importação do Ministério da Saúde, Roberto Dias, havia pedido US$ 1 de propina por dose – Dias nega.

“Atuei somente como vendedor no Brasil. Não compactuei com pedido de propina ou coisa parecida. Não presenciei e não tenho nada para narrar sobre isso. Todas as perguntas factíveis a negociações do Ministério da Saúde e empresa Davati me comprometo a responder sem deixar nada em aberto”, disse Carvalho.

“Estou dispondo aqui pra ser protocolado todas as documentações, e-mails, WhatsApp, que foram trocados durante esse tempo. Vamos fazer uma linha do tempo pra ficar claro para os senhores verificarem que atuei somente como um vendedor aqui no Brasil, não tive nenhum cargo remunerado ou coisa parecida”, completou o representante.

CNN Brasil

Gustavo Carvalho fala sobre situação de precariedade das escolas estaduais

O deputado estadual Gustavo Carvalho (PSDB) usou o tempo de fala no plenário da Assembleia Legislativa do Rio Grande do Norte, nesta quarta-feira (14), para informar sobre a precariedade de escolas estaduais e pedir para que o Governo do Estado dê mais atenção na resolução dos problemas dessas escolas.

O parlamentar contou que, nesta quarta-feira, pela manhã, um jornal local trouxe uma matéria mostrando o estado da Escola Estadual Nestor Lima, localizada em Natal. “As aulas vão recomeçar, o teto da escola ruiu e o local está sem energia. Me deu dó de ver a diretora constrangida contando à repórter da indignação dela porque o Departamento de Engenharia da Secretaria de Educação estadual já tinha ido na escola quatro vezes, sendo a última vez em março. E, na visita, eles diziam que na outra semana iniciavam os serviços de recuperação da escola”, relatou.

Gustavo Carvalho afirmou ainda que a empresa contratada chegou a visitar a escola. “Houve contratação e até hoje essa construtora não voltou mais ao local. É impossível a escola poder funcionar na volta das aulas presenciais. No meu gabinete, recebo diariamente reclamações de escolas que estão na mesma situação da Escola Nestor Lima”, disse. 

O deputado destacou, por fim, que o Rio Grande do Norte saiu como um dos 4 estados da federação com o pior índice educacional do Brasil.

Bolsonaro ficará internado por mais três dias e receberá tratamento clínico conservador após exames, diz boletim médico

Bolsonaro dá entrada no Hospital das Forças Armadas para investigar origem  de soluços
Foto: Isac Nóbrega/PR

O presidente Jair Bolsonaro (sem partido), após avaliações clínicas, laboratoriais e de imagem, permanecerá internado por mais três dias e receberá um tratamento clínico conservador, tendo sido afastada a necessidade de uma cirurgia neste primeiro momento, segundo informações do boletim médico divulgado pelo Hospital Vila Nova Star, em São Paulo, em que ele está internado desde a noite desta quarta-feira (14).

“O Senhor Presidente da República, Jair Messias Bolsonaro, foi transferido na noite desta quarta-feira para o Hospital Vila Nova Star, em São Paulo, após passar por uma avaliação no Hospital das Forças Armadas, em Brasília, e ser diagnosticado com um quadro de suboclusão intestinal. Após avaliações clínica, laboratoriais e de imagem realizadas, o Presidente permanecerá internado inicialmente em tratamento clínico conservador”, diz o texto divulgado pelo hospital.

O presidente enfrenta um quadro de obstrução intestinal e foi transferido de Brasília para São Paulo para a realização de exames e avaliação da necessidade de uma cirurgia de emergência, que foi descartada.

Bolsonaro chegou a São Paulo às 18h54 desta quarta-feira (14), num avião da Força Aérea Brasileira (FAB), no Aeroporto de Congonhas e foi de ambulância para o hospital onde atende o cirurgião gástrico Antonio Luiz Macedo, que cuida de Bolsonaro desde a facada sofrida por ele na eleição de 2018.

Na manhã desta quarta, o presidente foi internado no Hospital das Forças Armadas, em Brasília, após sentir dores abdominais na madrugada. Segundo o ministro das Comunicações, Fábio Faria, Bolsonaro chegou a ser sedado, mas já acordou.

Por volta das 16h30, Bolsonaro deixou o hospital e foi levado de ambulância para a Base Aérea de Brasília, onde um avião o aguardava. O presidente chegou ao local por volta das 17h, e o avião decolou às 17h29. Segundo o senador Flavio Bolsonaro (Patriota-RJ), filho do presidente, o presidente ficará em observação por três dias em São Paulo.

De acordo com a assessoria do Hospital Vila Nova Star, assessores, equipes médica e de enfermagem se reuniram para avaliar os procedimentos, e uma suíte foi preparada para receber o presidente.

Em abril deste ano, Bolsonaro já havia dito que poderia passa por uma nova cirurgia em razão da facada.

G1

Deputado do RN compara Renan Calheiros a “saco de estrume” depois de crítica a Bolsonaro

O deputado federal general Eliéser Girão (PSL-RN) afirmou nesta quarta-feira (14) que o senador Renan Calheiros (MDB-AL), relator da CPI (Comissão Parlamentar de Inquérito) da Covid do Senado, “não presta” nem para ser comparado a um “saco de estrume”. A fala foi em resposta a uma publicação do deputado Guiga Peixoto (PSL-SP), que se referia ao relator como “lixo”.

“Renan Calheiros já provou que não vale nada na CPI, mas agora mostrou que vale menos do que um saco de estrume! Debochar da sequela que o PR @jairbolsonaro ficou após a facada que levou de um militante do PSOL é absurdo! LIXO!.

Girão, porém, pediu “desculpas” por discordar dele. “Amigo Guiga, com as desculpas por discordar de você. Um saco de estrume serve como adubo. Esse Renan nem para isso presta”, afirmou.

O ataque foi motivado por falas de políticos da oposição acusando o presidente Jair Bolsonaro (sem partido) de fazer “uso político” de seu estado de saúde, ao repercutirem o problema de obstrução intestinal do mandatário.

Poder 360

Hermano Morais comenta potencialidades do RN na geração de energias renováveis

A produção de energias limpas no Rio Grande do Norte pautou o discurso do deputado estadual Hermano Morais (PSB) durante sessão ordinária desta quarta-feira (14) na Assembleia Legislativa. Hermano destacou o fato de o RN ter ultrapassado a marca de 5GW de capacidade de produção de energia eólica, gerada pela força dos ventos, no mês de maio.

“O estado segue como líder nacional na produção da energia renovável, contando hoje com centenas de parques em operação, dezenas em construção e 64 já contratados. Somados todos os projetos”, destacou.

O parlamentar disse ainda que, considerando todas as fontes energéticas, a energia eólica representa 88% da produção no Estado, que há anos se tornou exportador de energia, ou seja, consome menos do que produz. “Para se ter uma ideia, apenas uma empresa instalada no Estado, garantiu contratos de R$ 6 bilhões, para serem investidos na geração de energia eólica, o que demonstra o quanto ainda podemos crescer nesse setor”, ressaltou.

Hermano Morais também reconheceu os investimentos realizados pela Federação das Indústrias do Estado do Rio Grande do Norte (Fiern), que criou o Instituto Senai de Inovação. “O Instituto Senai de Inovação em Energias Renováveis desenvolve sistemas de energias renováveis para as instalações industriais e residenciais. O que me deixa cada dia mais otimista pelo futuro do nosso RN”, finalizou.

Empresário morre após carro esportivo capotar na Rota do Sol em Natal

Empresário Otácio Fonseca Xavier faleceu após capotamento na Rota do Sol, em Natal. — Foto: Cedida
Empresário Otácio Fonseca Xavier faleceu após capotamento na Rota do Sol, em Natal. — Foto: Cedida

O motorista de um carro de luxo morreu após capotar na Rota do Sol, Zona Sul de Natal, na noite desta quarta-feira (14).

O acidente aconteceu no sentido de Ponta Negra ao litoral Sul, por volta das 22h. O veículo capotou após passar por uma curva.

Segundo a polícia do Rio Grande do Norte, o motorista perdeu o controle na pista, saiu do acostamento e invadiu a área de mata, capotando em seguida. O velocímetro apontava que o carro estava a mais de 160 quilômetros por hora.

O carro esportivo, modelo BMW Z4, era ocupado por um casal, que seguia para um apartamento próximo ao estádio Frasqueirão.

Motoristas que passavam pelo local e moradores dos prédios vizinhos ouviram o barulho do acidente e prestaram os primeiros socorros.

A mulher foi socorrida por uma ambulância do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu).

Empresário morreu após acidente na Rota do Sol em Natal — Foto: Sérgio Henrique Santos/Inter TV Cabugi
Empresário morreu após acidente na Rota do Sol em Natal — Foto: Sérgio Henrique Santos/Inter TV Cabugi

Já o homem não resistiu e morreu no local antes da chegada do socorro. Ele foi identificado como o empresário Otácio Fonseca Xavier, que administrava uma autoescola em Natal.

O corpo dele foi tirado das ferragens pelo Corpo de Bombeiros. Equipes da Polícia Rodoviária Estadual, do Itep e da Polícia Civil também foram ao local para realizar perícia e investigação.

A Autoescola Natalense, que pertencia ao empresário, lamentou o falecimento de Otácio Xavier e informou, por meio das redes sociais, que não funcionará por dois dias, retomando atividades somente na próxima segunda-feira (19).

G1RN