Archive for outubro 5th, 2021

Brasil ultrapassa marca de 95 milhões de pessoas que receberam duas doses ou dose única contra a Covid

Foto: Rafaela Felicciano/Metrópoles

Nesta terça-feira (5/10), dados sobre a Campanha Nacional de Imunização mostram que 52% da população com 12 anos ou mais no país que já receberam duas doses ou a vacina de dose única. O número corresponde a 95.154.683 dos quase 182 milhões de brasileiros nesta faixa etária.

No total, 148.111.367 pessoas receberam ao menos uma dose, o que corresponde a 81% da população com 12 anos ou mais. Já a dose de reforço foi aplicada em 267.428 pessoas.

Nas últimas 24 horas, foram aplicadas 1.582.454 vacinas. Somando a primeira, a segunda e a dose única, são 244.814.123 doses aplicadas no total.

Metrópoles / BG

Mudança do ICMS sobre combustíveis deve ser votada na próxima semana, diz Lira

Presidente da Câmara, Arthur Lira, diz que mudanças podem reduzir o valor da gasolina em 8%

O presidente da Câmara, deputado Arthur Lira (PP-AL), afirmou nesta terça-feira, 5, que deve votar na próxima quarta-feira, 13, um projeto de lei que altera a cobrança do ICMS, imposto de origem estadual, sobre os combustíveis. A medida já foi acordada com a base governista e com os líderes da oposição.

A proposta defendida por Lira determina que o cálculo do tributo seja feito em cima da média do valor dos combustíveis nos últimos dois anos. “Esse valor fica fixo por um ano, e se multiplica sem interferência nenhuma, em nenhum Estado, pelo imposto estadual que cada governador escolher como alíquota”, afirmou.

Segundo o parlamentar, a mudança pode impactar na queda de 8% no valor gasolina, 7% do etanol e 3,7% no diesel. Lira afirmou que o projeto busca dar mais transparência ao preço dos combustíveis em um momento em que os produtos são pressionados pela valorização do dólar e do barril de petróleo. “O aumento sucessivo pela reação ao dólar e ao petróleo faz com que, nesse momento, o ICMS tenha que ter um tratamento mais calmo e tranquilo.”

O presidente da Câmara afirmou que não quer trabalhar contra os Estados, mas que o ICMS figura como o “primo malvado” pela sua dinâmica de reajuste. “A arrecadação do imposto da União na gasolina, que é fixo, aumenta ou diminui com a vendagem do litro. No caso dos Estados, não. Ganha mais quando tem aumento, quando vende mais e quando aumenta o consumo”, afirmou.

O aumento dos combustíveis virou um tema sensível ao governo diante do seu forte impacto na elevação da inflação. Constantemente, o grupo lidera a variação do Índice de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA), impactado diretamente pela alta do barril de petróleo e a desvalorização do câmbio. O presidente do Senado, Rodrigo Pacheco (DEM-MG), também comentou o assunto nesta terça e disse que a Petrobras deve participar dos debates. “É uma empresa que pertence ao povo brasileiro e precisa dar a sua contrapartida de contribuição para a solução dos problemas dos combustíveis.”

Jovem Pan

Deputados debatem prevenção ao suicídio, licenças e transporte público

No horário destinado aos deputados, durante a sessão plenária híbrida desta terça-feira (5), os parlamentares Vivaldo Costa (PSD), Souza (PSB) e Ubaldo Fernandes (PL) se pronunciaram. Na sequência, foram abordadas questões sobre a prevenção ao suicídio, a necessidade de agilizar licenças ambientais no RN e o transporte público da capital.
 
Primeiro a discursar, Vivaldo Costa retomou a defesa de que o RN institua um programa de combate ao suicídio, a exemplo do que vem sendo realizado com sucesso no município seridoense de São José do Seridó, através do programa denominado “A vida fala mais alto”.
 
Em atividades há nove anos, o programa conseguiu solucionar um problema recorrente que vinha preocupando gestores, profissionais de saúde e a população. “Os números de suicídio eram muito altos e praticamente o problema desapareceu. Eu já o estudei e apresentei ao governo”, afirma Vivaldo, que sugeriu que a sua execução se desse através do Programa Saúde da Família.
 
“Tenho mantido contato com prefeitos, presidentes de Câmara, mostrando que precisa haver uma conscientização da população para exigir do secretário de saúde que essa lei seja regulamentada. Existe essa carência e não é problema da gestão do secretário de Saúde, mas uma situação antiga, pois fecharam hospitais, reduziram leitos e nunca recuperaram”, disse.
 
Vivaldo afirmou que o programa é capaz não apenas de enfrentar problemas como a depressão, o suicídio e outras doenças psiquiátricas. No seu horário, o deputado Souza explicou projeto de lei de sua autoria que está em tramitação e que visa ampliar os prazos de licença para instalação de empresas. O parlamentar disse que isso permitirá uma maior flexibilidade e irá auxiliar, por exemplo, as empresas de energia eólica.
 
“A licença prévia irá de dois para cinco anos e a de instalação de quatro para seis anos. Isso vai permitir que os processos em tramitação no Idema tenham uma maior flexibilidade para análise de novos empreendimentos e vai dar maior segurança jurídica aos novos empreendedores”, afirmou o deputado.
 
Souza exemplificou que muitas empresas de energia eólica não conseguem cumprir com todos os trâmites dentro do prazo regulamentado. “Isso vai ser fundamental para os empreendedores e para a geração de novos investimentos no Estado”, disse.
 
As mudanças no transporte público de Natal foram o destaque na fala do deputado Ubaldo Fernandes. O parlamentar disse que apesar do empenho da STTU, as reuniões não têm trazido muita satisfação.
 
“Inclusive hoje o secretário da STTU, Paulo César Medeiros, um grande quadro que exerceu várias funções públicas, entrega hoje o cargo de secretário. Será que entregou tendo em vista que o sistema não tem mais jeito, será que chegou ao limite dos limites, de tentar reordenar o sistema de transporte?”, questionou Ubaldo.
 
O deputado disse que há déficit em várias linhas, atingindo praticamente todos os bairros. “É preciso que haja sensibilidade e que resolvam esse problema de uma vez por todas. Natal não pode ficar nesse momento de instabilidade em relação a um bem tão importante que é o direito de ir e vir. Natal precisa que o sistema de transporte também se modernize para prestar um serviço de qualidade”, disse.

Kelps Lima critica pedido de habeas corpus do secretário do Consórcio Nordeste

Crédito da Foto: Eduardo Maia

O deputado estadual Kelps Lima (SDD) solicitou um posicionamento urgente por parte do Governo do Estado depois de ser informado sobre o pedido de habeas corpus impetrado pelo secretário do Consórcio Nordeste, Carlos Gabas. 

“[Carlos Gabas] Impetrou habeas corpus no Tribunal de Justiça pedindo para não comparecer à CPI da Covid instalada nessa Casa ou, caso não seja acatado, ficar em silêncio. Isso é uma demonstração clara de que houve mal uso de dinheiro público no RN”, disse. 

O deputado e presidente da CPI da Covid na Assembleia do RN destacou que o secretário “administra quase R$ 1 milhão por ano do povo potiguar e não quer prestar contas desse dinheiro”. Diante do exposto, pede também que a governadora encerre o repasse de recursos para o consórcio. 

Kelps Lima criticou veementemente a postura do secretário do Consórcio Nordeste e encerrou sua fala na sessão plenária desta terça-feira (5) pedindo a saída do Rio Grande do Norte do Consórcio Nordeste. 

“Precisamos exigir que o RN saia ou vamos deixar que um homem que se recusa a vir aqui continue administrando dinheiro do povo potiguar? A governadora precisa se posicionar hoje. Se não pedir a saída, é porque ela está conivente com esse esquema”, disse.

CPI da Arena das Dunas ouve procurador aposentado do Estado

Crédito da Foto: João Gilberto

Em sua 12ª reunião, a Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) da Arena das Dunas, da Assembleia Legislativa do Rio Grande do Norte, ouviu nesta terça-feira (05) o procurador aposentado Raimundo Nonato de Lima que até 2010 presidiu a Comissão Jurídica de Acompanhamento da Copa (Cojac) da Procuradoria Geral do Estado (PGE). A Cojac foi formada com o objetivo de assessorar, resolver e dar soluções às demandas jurídicas do Estado, em especial à Secretaria de Turismo, durante a Copa do Mundo de 2014. Entre as demandas estava a análise da minuta do contrato da Parceria Público Privada (PPP), firmada para construção e administração da Estádio de Futebol Arena das Dunas.

“A presença da testemunha de hoje foi importante e esclarecedora, visto que o que foi dito pelo procurador Raimundo Nonato remete ao início de tudo. Porque é importante lembrar que o problema não está no fim e sim lá no início onde tudo foi realizado”, disse a relatora da CPI, deputada Isolda Dantas (PT).

Durante seu depoimento, Raimundo Nonato de Lima, na condição de testemunha informou que a comissão, até dezembro de 2010, período em que o mesmo presidiu a Cojac, teve suas atividades esvaziadas porque a mesma agia, somente, com base em provocações.

“Essa era uma comissão formada por seis procuradores para assessorar todos os assuntos jurídicos relacionados à Copa do Mundo em Natal”, disse ao afirmar que quando provocada, os relatores emitiram um parecer com sugestões e modificações na formatação do contrato que regeria a PPP. “O que não posso informar é se essas sugestões foram acatadas”, informou.

Presente na reunião, o deputado Getúlio Rêgo parabenizou a testemunha pela conduta em suas respostas. “Um depoimento seguro e coerente. Virtudes que elevam o patamar da Procuradoria Geral do Estado. Parabenizar sua firmeza nas respostas dadas a essa CPI”, elogiou.

O presidente da CPI da Arena das Dunas, deputado Coronel Azevedo (PSC) resumiu as atividades que entram na reta final das oitivas. “A maior contribuição da CPI é trazer esse tema para agenda política e pública do Estado. Queremos, principalmente que se faça o ajuste contratual, tornando o RN atrativo para investimentos. E se há algum crime, vamos encaminhar aos órgãos fiscalizadores encarregados da persecução criminal”, finalizou.

Participaram também da 12ª reunião da CPI da Arena das Dunas os deputados subtenente Eliabe (SDD), Tomba Farias (PSDB) e Kleber Rodrigues (PL).

A próxima reunião da CPI da Arena das Dunas acontecerá no dia 19/10, quando serão ouvidas todas as testemunhas elencadas no processo como fiscais de contratos, procuradores, autor do ofício 65/2013, além de representantes da Empresa Valora, responsável pelo financiamento da construção do Estádio da Arena das Dunas.

Criminosos aproveitam apagão para vender dados de 1,5 bi de usuários do Facebook

O dia de ontem não foi dos melhores para o Facebook. Além de todo o seu ecossistema estar fora do ar por conta de uma falha global ainda desconhecida, informações que pipocaram na web na tarde desta segunda-feira (4) indicam que dados de mais de 1,5 bilhão de usuários da rede social vêm sendo vendidos em um popular fórum de crimes virtuais na dark web.

Aparentemente, esses dados não têm relação com o vazamento do Facebook ocorrido no começo de 2021, em que 500 milhões de usuários foram expostos — e ficam dúvidas se há conexão com o “apagão” que acontece também nesta segunda. Fato é que, coincidência ou não, essas informações passaram a estar à venda justamente depois do sumiço do ecossistema da rede social na web — o mais provável é que os bandidos, que já tinham escavado dados da rede social, tenham aproveitado a alta relevância da empresa de Mark Zuckerberg durante a crise deste início de semana para comercializar dados.

De acordo com as postagens realizadas no fórum, os seguintes dados de usuários estão sendo disponibilizados:

– Nome
– E-mail
– Localização
– Gênero
– Número de telefone
– ID de usuário

Canaltech / BG

WhatsApp, Instagram e Facebook voltou ao ar após mais de 6h de queda

A causa da instabilidade, que afetou o mundo todo, ainda não foi esclarecida pelas plataformas

Depois de quase sete horas fora do ar, o Instagram, o Facebook e o WhatsApp voltaram a funcionar. Os primeiros relatos de falhas nos serviços apareceram no começo da tarde desta segunda-feira, 4, por volta do meio-dia.

Rapidamente, a falha virou um dos assuntos mais comentados do Twitter, principal plataforma, que não foi afetada. A causa da instabilidade, que afetou o mundo todo, ainda não foi esclarecida pelas plataformas. O jornalista de tecnologia e vida digital da Jovem Pan, Carlos Aros, explicou que uma das possíveis causas da queda pode ser uma falha no DNS, que é um sistema que redireciona os domínios para os sites. “O que os especialistas indicam é que pode ser uma falha de DNS, que é uma sigla para uma funcionalidade importante em um sistema de internet como o que nós temos.

É o que dá nome aos domínios de internet e direcionam nosso acesso para um determinado endereço de IP, que faz com que o aplicativo abra. Possivelmente essa falha de DNS estaria causando essa suspensão de serviços”, afirmou Aros.

Apesar da explicação, o jornalista ressaltou que é impossível determinar a razão da queda, uma vez que outras coisas podem ter sido responsáveis pela falha e que o Facebook não se manifesta sobre problemas semelhantes.

Além disso, Aros disse que a concorrência do WhatAapp se beneficia, mas também está sofrendo com um aumento de fluxo. “Imagine um volume tão grande de pessoas migrando para outros aplicativos. É o que tem acontecido.

Todo mundo correndo para o Telegram e para o Signal”, disse o jornalista. Segundo o The New York Times, o Facebook enviou uma pequena equipe até sua sede na Califórnia para corrigir manualmente os erros apresentados nos servidores.

O jornal teve acesso a um memorando interno que informa que houve falhas no sistema interno da empresa, incluindo sistemas de segurança, calendário interno e ferramentas de agendamento.

Chamadas de telefone celular e e-mails dos funcionários também foram afetados. O memorando diz ainda que a interrupção dos serviços é “um risco ALTO para as pessoas, risco MODERADO para os ativos e um risco ALTO para a reputação do Facebook”. Segundo fontes ouvidas pelo NYT, um ataque hacker está fora de questão pelo alto grau de dificuldade.

Jovem Pan

Assembleia Legislativa lança campanhas “Outubro Rosa e Lenço Solidário”

Crédito da Foto: Eduardo Maia

No Brasil, de acordo com o Instituto Nacional de Câncer (Inca), a cada dois minutos uma mulher é diagnosticada com câncer de mama. Até 2022, a estimativa é que sejam diagnosticados 66 mil casos novos. O mesmo instituto estima 1.130 novos casos da doença no Rio Grande do Norte em 2021, sendo mais de 50% diagnosticados já em estágio avançado.  

Pensando em chamar a atenção da sociedade para o tema, a Frente Parlamentar da Mulher da Assembleia Legislativa lançou oficialmente o “Outubro Rosa” e a campanha “Lenço Solidário” de arrecadação de lenços, durante solenidade realizada nesta segunda-feira (04). 

Ao abrir os trabalhos, a presidente da Frente Parlamentar da Mulher, deputada Cristiane Dantas (SDD) destacou que o câncer de mama é um dos desafios no cenário atual de pandemia no Brasil, por ser o tipo de câncer que mais acomete as mulheres. “Por isso, é muito preocupante saber que a pandemia dificultou ainda mais a vida das mulheres em sua rotina de saúde, na realização dos exames de rastreio, visto que quando descoberto no início, há mais de 90% de chance de cura”, disse. 

Sobre a campanha “Lenço Solidário”, Cristiane explicou a importância de a sociedade participar. “A doação de lenços para as mulheres carentes que estão em tratamento tem o objetivo de devolver a autoestima a essas pacientes em um dos momentos mais delicados da vida”, justificou. 

Presente à solenidade, mesmo em período de licença maternidade, a deputada Eudiane Macedo (Republicanos) destacou a importância do Outubro Rosa na disseminação da informação sobre o diagnóstico precoce. “Quanto mas se dá visibilidade ao tema, mais chance as mulheres portadoras do câncer de mama, que ainda não sabem, têm de serem curadas”, ressaltou. 
A mamografia de rotina é o método mais eficaz para o diagnóstico do câncer de mama em estágio inicial, possibilitando a cura em mais de 90% dos casos. O exame é indicado para mulheres assintomáticas, ou seja, sem anormalidades na estrutura mamária. Ainda de acordo com o Inca, a mamografia periódica permite uma redução de cerca de 30% na mortalidade por câncer de mama em mulheres de 40 a 69 anos.  

Presente de forma virtual, a médica mastologista e presidente da Sociedade Brasileira de Mastologia no RN, Daniella da Gama Dantas, frisou a importância da sociedade olhar para a causa e proteger essas mulheres portadoras do câncer de mama. “Essa campanha tem o objetivo principal de salvar vidas, com a realização de exames de rastreamento, como a mamografia”. Sobre a campanha de doação de lenços, a médica convidou a população a participar “Convido você que tem um lenço a doar a fazê-lo. Assim doará beleza, vida e cor a essas mulheres”, convocou. 

Também de forma virtual, Luciana Bezerra, representante da Ampare/RN, participou da solenidade, reforçando a necessidade do lenço, principalmente para as pacientes mais carentes. “Estimulando a doação de lenços estamos dando as mãos a essas mulheres e enfrentando, juntas, a luta contra essa doença”, incentivou. 

A vereadora de Natal Divaneide Basílio (PT) destacou o trabalho que vem sendo realizado, através da Frente Parlamentar da Mulher na Câmara Municipal de Natal. “Quando construímos política com afeto a gente chega mais longe, transformando dor em força. Afinal, uma mulher acolhe outra e faz uma sociedade inteira ser acolhida. É isso que temos feito na Câmara Municipal de Natal”, discursou. 

Na ocasião, a vereadora – levando em consideração o cenário pandêmico,  propôs ainda uma campanha de arrecadação de máscaras, sugestão acatada por todos.

O trabalho desenvolvido pelo Grupo Reviver, que em 2022 completará 10 anos de atuação, com a proposta de levar aos quatro cantos do estado a realização gratuita de mamografias e ultrassom mamária, foi ressaltado por Hilneth Correia, que chamou atenção do apoio do homem, incentivando sua companheira a realizar o autoexame e a mamografia. “Os homens precisam fazer a sua parte e incentivar sua companheira a fazer o autoexame e a mamografia todos os anos”, disse. 

As dificuldades enfrentadas pelas mulheres nos últimos meses foram destacadas pela representante do Grupo Despertar, Gilvanete Guedes, que convocou a população a buscar seus direitos a saúde pública de qualidade. “Esse é um senso de urgência por que o câncer não espera, pelo contrário, ele segue devastando vidas. Por isso a importância desse mês de conscientização”, destacou. 

A presidente da Rede Feminina de Combate ao Câncer, Magda Maria de Oliveira Silva, demonstrou preocupação com os possíveis casos graves que chegarão à rede pública de saúde nos próximos dias. Ela destacou ainda a necessidade e importância da doação de lenços. “Parabenizo a ação de busca a doação de lenços, permitindo que as mulheres em tratamento possam continuar com a autoestima elevada mesmo em momento difícil como é o período de tratamento”, clamou. 

O autoexame e a informação pautaram a fala da representante da Onco e Vida, Michele Costa. “O diagnóstico precoce é essencial para a cura. Por isso a informação precisa chegar em mais gente possível. Cada um de nós temos um papel preponderante nessa luta”, disse. 

Finalizando os discursos, a defensora pública e representante do Coletivo Nísia Floresta, Ana Lúcia Raimundo, clamou a todos para acolher as mulheres incentivando o autoexame e a realização da mamografia no tempo certo. “Como defensora pública eu aprendi a apoiar o mais carente. Isso precisa ser feito com as mulheres. Precisamos pensar nos outros com empatia. Uma atitude dessa pode fazer toda diferença e salvar vidas”, clamou. 

Encerrando a solenidade, a deputada Cristiane Dantas explicou que no dia 29 de outubro, a Frente Parlamentar da Mulher fará o encerramento da campanha com a entrega dos lenços arrecadados para a Liga Contra o Câncer e aos grupos de apoio. “Será o momento de encerramento desta campanha, que é reforçada no mês de outubro, mas que fazemos questão que ela aconteça com outras ações o ano inteiro”, finalizou. 

A deputada estadual Isolda Dantas participaria da solenidade via internet, mas por problemas com a rede mundial de internet, registrado na tarde desta segunda-feira em todo o Brasil, não houve interação. 

A Frente Parlamentar da Mulher composta pelas deputadas Cristiane Dantas (SDD), Eudiane Macedo (Republicanos) e Isolda Dantas (PT) desenvolve ações e criação de leis que buscam a implementação de políticas públicas que reforçam os direitos das mulheres durante o ano inteiro. 

O Outubro Rosa surgiu há cerca de 20 anos nos Estados Unidos e ganhou alcance mundial. Pelo 14º ano, a Liga entra na luta para conscientizar e mobilizar a sociedade para o combate ao câncer de mama – um dos tipos de câncer mais comuns entre as mulheres, que corresponde a 29,7% dos novos casos da doença a cada ano no Brasil. 

Campanha “Lenço Solidário”

Pontos de Arrecadação:

Renata Telles 
AVVA 
Beat Co. 
N de luxo 
Fios de flor 
Studio da Beleza 
Enteral 
Clínica de Mastologia 
Marina Nobre 
Hilo 
Vida Bela. 

Entidades de apoio ao combate ao câncer de mama

REDE FEMININA CONTRA O CÂNCER, com mais de 50 anos de serviços prestados às mulheres do Rio Grande do Norte;  

GRUPO REVIVER que em 2022 completará 10 anos de atuação com a proposta foi levar aos quatro cantos do estado a realização gratuita de mamografias e ultrassom mamária;  

ASSOCIAÇÃO ONCO E VIDA de Assistência e Prevenção do Câncer que há 7 anos constrói uma história de serviços prestados à população diagnosticada com câncer sempre de forma humanizada e reintegradora;  

GRUPO DESPERTAR, que está prestes a completar 30 anos, uma iniciativa empreendida por mulheres que têm a missão de apoiar e levar alento às pacientes com câncer, por meio da orientação e humanização do processo de terapia; E aos novos que chegam, como é o caso da  

COLETIVA NÍSIA FLORESTA, que expande sua atuação em defesa da mulher em todos os níveis, inclusive o da saúde da mulher.