Archive for janeiro 12th, 2022

PM prende suspeito de assassinar ex-vice-prefeito em lava jato de Natal

Foto Ilustrativa: Reprodução

Policiais militares do 1º Batalhão prenderam hoje (12) no Paço da Pátria Jadson Luan Damasceno, de 24 anos, que é um dos suspeitos de assassinar o ex-vice-prefeito de Boa Saúde, Pedro de Birico. A identificação dele já havia ocorrido por meio de imagens divulgadas nas redes sociais, mas ainda faltava a localização dele.

De acordo com os policiais militares da força tática do 1º Batalhão, eles estavam fazendo patrulhamento a pé quando localizaram Jadson Luan. Ele então foi questionado pelos PMs e confirmou a autoria do crime, sendo então conduzido para a Divisão de Homicídios e Proteção a Pessoa (DHPP), da Polícia Civil.

O caso

Ex-vice prefeito de Boa Saúde, Pedro de Birico foi assassinado na semana passada, em um lava jato na avenida Deodoro da Fonseca. A linha inicial de apuração apontava para um latrocínio, visto que os dois bandidos haviam tentado levar alguns dos veículos do lava jato quando a vítima reagiu, usando um martelo, e acabou baleada.

Portal 96FM / BG

RN registra nenhum óbito por covid nas últimas 24 horas; Novos casos são 570

A Secretaria Estadual de Saúde Pública (Sesap) atualizou os números do coronavírus nesta quarta-feira (12). São 391.638 casos totalizados. Na terça (11) eram contabilizados 390.977, ou seja, 661 novos casos em comparação com o dia anterior, destes, 570 confirmados nas últimas 24 horas.

Com relação aos óbitos no Rio Grande do Norte, são 7.587 no total. Nenhum óbito foi registrado nas últimas 24 horas. Na terça-feira (11) eram 7.587 mortes. A Sesap não registrou óbito após resultados de exames laboratoriais de dias ou semanas anteriores. Óbitos em investigação são 1.451.

Recuperados são 379.429. Casos suspeitos somam 115.947 e descartados são 833.042. Estimativa de casos em acompanhamento: 4.622

BG

Boris Johnson pede desculpas por participar de festa durante lockdown no Reino Unido

Boris Johnson pediu desculpas durante fala no parlamento nesta quarta-feira / AFP / PRU

O primeiro-ministro do Reino UnidoBoris Johnson, reconheceu em fala no Parlamento nesta quarta-feira, 12, que participou de uma festa organizada nos jardins de Downing Street em março de 2020, durante um dos períodos de confinamento mais severos da região por causa da Covid-19 no país. Ele alegou que passou cerca de 20 minutos no local para cumprimentar os presentes e disse que acreditava que a festa se tratava de uma reunião de trabalho. Em seu discurso, Johnson reconheceu que “as regras não estão sendo propriamente seguidas pelas pessoas que as fazem” e, sob exclamações de reprovação de parlamentares, pediu desculpas. “Eu sei que milhões de pessoas em todo esse país têm feito sacrifícios extremos nos últimos 18 meses, incapazes de viver o luto por seus parentes, de viver a vida da forma que eles querem e de fazer as coisas que eles amam”, afirmou.

As polêmicas em torno da participação de Boris na festa ocorreram após o canal privado ITV News contar que o secretário particular do primeiro-ministro, Martin Reynolds, enviou um e-mail a uma centena de funcionários, os convidando para aproveitar o bom tempo “depois de um período incrivelmente ocupado”, tomando “algumas bebidas com distanciamento social”. “Juntem-se a nós a partir das 18h e tragam suas próprias bebidas”, dizia a mensagem vazada para a imprensa, reacendendo um escândalo que o polêmico líder conservador esperava ter deixado para trás com o início do novo ano. A festa teria contado com a presença de Johnson e da sua mulher, Carrie, que deu à luz o primeiro filho do casal em abril daquele mesmo ano.

Jovem Pan

Asteroide com 1 km de largura passará perto da Terra nos próximos dias

Objeto não será visível a olho nu, mas pode ser detectado por microscópios / Reprodução

Um asteroide com cerca de um quilômetro de largura deve se aproximar da Terra no dia 18 de janeiro, próxima terça-feira, às 18:51. A informação foi divulgada pela Nasa, que afirmou que o corpo não entrará em colisão com o planeta, mas será o mais perto a passar nos próximos dois séculos. Descoberto pela agência espacial em meados de 1994, o asteroide foi nomeado como 7482 (1994 PC1) e está se movendo a 76.192 km/h, a uma distância de quase dois milhões de quilômetros da Terra. Segundo o portal científico Earth Sky, o objeto não poderá ser visto a olho nu, no entanto, há a possibilidade que pequenos microscópios possam localizá-lo.

Apesar do recorde de proximidade com a Terra, o 7482 (1994 PC1) não será o maior a passar por aqui. Esse posto pertence a outro asteroide, o 3122 Florence (1981 ET3), que se aproximou do planeta em setembro de 2017. Como método de análise, a Nasa entende todos os asteroides e cometas que estiverem a 48 milhões de quilômetros da órbita terrestre como ‘próximos’. A medida é utilizada também para prevenção de danos graves e já é usada como base para o desenvolvimento de tecnologias que impossibilitem possíveis colisões.

Jovem Pan

José Agripino e deputados defendem candidatura de Álvaro Dias ao Governo

A declaração do prefeito Álvaro Dias — em entrevista à TRIBUNA DO NORTE — de que tem recebido apelos para sair candidato a governador nas eleições deste ano repercutiu nos meios políticos. Dirigentes partidários e deputados estaduais de oposição ao governo avaliaram que seria positivo o prefeito concorrer, mas afirmam também que as decisões não estão tomadas.

O ex-governador e ex-senador José Agripino, presidente estadual do DEM, partido que está em fusão com o PSL para formar o União Brasil, afirmou que sempre considerou “o prefeito Álvaro Dias um candidato preparado política e administrativamente para disputar o governo do Estado”.

Para Agripino, “as alianças serão uma etapa importantíssima na construção da vitória de um candidato que precisará se posicionar ao centro sem abrir mão das forças progressistas que estiverem de acordo em somar suas ideias e propostas no rumo de um RN melhor”.

O deputado Tomba Farias (PSDB) afirmou que “seria muito positivo” para o Rio Grande do Norte que Álvaro Dias integrasse a chapa majoritária, porque “se hoje é um grande prefeito, com certeza daria um grande governador”. Tomba Farias ponderou que Álvaro Dias “conhece o Estado todo, foi deputado federal e estadual, presidente da Assembleia Legislativa e conhece os seus problemas [do Estado].

Tomba Farias acrescentou que por estar filiado ao PSDB, “um partido forte no Rio Grande do Norte”, se for candidato e conquistar o mandato, “Álvaro teria a sustentação política para que fosse o maior governador do Rio Grande do Norte de todos os tempos”.

Ontem, o deputado Tomba Farias postou uma fotografia nas redes sociais, na praça de alimentação de um shopping center de Natal, mostrando ao lado dele o consultor do município Genildo Pereira da Costa, que faz a interlocução política do prefeito Álvaro Dias e em que apareciam o ministro do Desenvolvimento Regional, Rogério Marinhos, que passa férias na capital potiguar, o presidente da Federação dos Municípios do Rio Grande do Norte, Anteomar Pereira, o “Babá”, que é prefeito de São Tomé, e ainda o prefeito de Bom Jesus, Clécio Azevedo, ambos filiados ao PSDB.

O deputado Nelter Queiroz (MDB) acha que uma candidatura de Álvaro Dias poderia “unir a oposição” numa disputa eleitoral com a governadora Fátima Bezerra: “O prefeito Álvaro Dias é um dos melhores nomes que temos para ganhar a eleição para o governo do Estado”.

Já o deputado Subtenente Eliabe (Solidariedade) disse que “considera [uma possível candidatura de Álvaro] mais uma opção viável para contrapor com a atual gestão estadual”, no entanto, destaca que o seu partido tem um pré-candidato a governador o engenheiro Brenno Queiroga. “Mas o Solidariedade está aberto ao diálogo, sempre respaldado naquilo que for melhor para população do Rio Grande do Norte”, garantiu.

Na entrevista, o prefeito de Natal disse que tem recebido apelos para concorrer ao governo do Estado. Mas afirmou preferir ficar no cargo para concluir obras que avalia como importantes para Natal e citou a construção do Hospital Municipal, a “engorda” da Praia de Ponta Negra, o Centro de Turismo da Redinha e a urbanização da Pedra do Rosário. Mesmo assim, afirmou que não é impossível deixar o cargo para se candidatar ao governo.

Do Blog do Barreto, com informações da Tribuna do Norte.

BG

Chuvas deixam mais de 113 mil pessoas fora de casa em oito estados

Foto: ELVIRA NASCIMENTO / PHOTOPRESS / ESTADÃO CONTEÚDO

As fortes chuvas que atingem o Brasil nos últimos dias já fizeram com que mais de 113 mil pessoas tivessem de deixar suas casas em oito estados brasileiros, segundo levantamento realizado pela Agência CNN nesta terça-feira (11). O número considera a soma de desabrigados e desalojados.

Os conceitos de desabrigado e desalojado são diferentes. Desabrigado é aquele que perdeu a casa e está em um abrigo público. O desalojado teve de deixar sua casa –não necessariamente a perdeu– e não está em abrigos, mas sim na casa de um parente, amigo ou conhecido, por exemplo.

A Bahia é o estado mais atingido, com mais de 87 mil pessoas que tiveram de deixar suas moradias. Segundo dados da Superintendência de Proteção e Defesa Civil (Sudec), aproximadamente 856 mil pessoas foram atingidas, com ocorrências em 183 municípios.

Minas Gerais vem em seguida, com cerca de 17 mil pessoas afetadas. Nas últimas 24 horas, as chuvas causaram dez mortes no estado.

Segundo levantamento das polícias Rodoviária Federal e Militar Rodoviária do estado, 138 rodovias estaduais e federais estão obstruídas. A plataforma do sistema rodoviário indica que 96 rodovias estão parcialmente interditadas e outras 42 estão totalmente obstruídas.

Desabrigados e desalojados pelas chuvas no Brasil

  • Bahia: 87.550 pessoas fora de casa
  • Minas Gerais: 17.237 pessoas fora de casa
  • Rio de Janeiro: 3.400 pessoas fora de casa
  • Tocantins: 1.780 pessoas fora de casa
  • Espírito Santo: 1.690 pessoas fora de casa
  • Pará: 994 pessoas fora de casa
  • Maranhão: 842 pessoas fora de casa
  • Piauí: 452 pessoas fora de casa

CNN Brasil / BG

Defesa pede que Roberto Jefferson seja transferido para hospital por quadro de febre

Roberto Jefferson está preso desde agosto de 2021 no âmbito da investigação sobre milícias digitais / Valter Campanato/Agência Brasil

A defesa de Roberto Jefferson pediu ao ministro do Supremo Tribunal Federal (STF) Alexandre de Moraes que o ex-deputado fosse transferido temporariamente do Complexo Penitenciário do Gericinó, em Bangu, onde ele está detido, para o Hospital Samaritano da Barra, na Barra da Tijuca, por ter apresentado quadro com sintomas respiratórios e febre. Contudo, Moraes determinou que o diretor do presídio se manifeste em 24 horas sobre a possibilidade dos exames indicados pelos médicos serem realizados dentro da própria unidade prisional. Ainda não se tem um diagnóstico sobre o que teria causado o problema – as suspeitas são de gripe ou de um novo caso de Covid-19, que Jefferson já teve em setembro de 2021.

“O paciente apresenta, desde o dia 07/01/22, febre persistente e sintomas respiratórios, ainda sem diagnóstico etiológico. Em virtude do momento epidemiológico atual, sugiro transferência do paciente para unidade hospitalar para prosseguir investigação diagnóstica e instituir tratamento oportuno”, alegou o médico Abdon Hissa, que assina o pedido da defesa. Os advogados do político pedem que a transferência seja realizada “para fazer os exames necessários e oferecer tratamento médico completo e adequado, vez que este já vinha sendo acompanhado por essa unidade hospitalar, sob pena de agravamento irreversível do seu estado de saúde, que poderá resultar em risco de morte.”

O ex-deputado está preso desde agosto de 2021, quando teve sua detenção determinada por Moraes no âmbito do inquérito sobre milícias digitais. A investigação apura se grupos se organizam na internet para atacar a democracia brasileira e as instituições, e se esses grupos são financiados com dinheiro público. Moraes já negou pedidos de habeas corpus de Jefferson, o último em dezembro, alegando que era “necessária e imprescindível à garantia da ordem pública e à instrução criminal”, e determinou o afastamento do político da presidência do Partido Trabalhista Brasileiro (PTB) por 180 dias.  Em 30 de agosto de 2021, Jefferson passou mal e foi internado em uma UPA do complexo de Bangu, sendo transferido, em setembro, para o Hospital Samaritano. Mais tarde no mesmo mesmo mês, a defesa solicitou novamente transferência para um hospital particular para tratamento médico, o que foi negado pelo ministro do STF.

Jovem Pan

Após disparada do IGP-M, FGV lança novo índice para reajuste do aluguel

Voltada especificamente para o mercado imobiliário, a nova taxa mede a evolução mensal de aluguéis residenciais no país / Fernanda Carvalho/ Fotos Públicas

As incontáveis disputas entre inquilinos e donos de imóveis podem estar com os dias contados. Após uma série de impasses pela disparada do IGP-M, indexador mais usado em contratos de aluguel, o Instituto Brasileiro de Economia da Fundação Getúlio Vargas (FGV) lançou um novo índice para a locação de imóveis. Voltada especificamente para o mercado imobiliário, a taxa mede a evolução mensal de aluguéis residenciais no país. Na primeira indicação, o  Índice de Variação de Aluguéis Residenciais (IVAR) subiu 0,66% em dezembro, contra alta de 0,70% em novembro. O economista da FGV e responsável pela metodologia, Paulo Pichetti, disse que o IGP-M já vinha sendo abandonado no cálculo dos aluguéis.

“Imagino que vai haver um período de transição onde as pessoas vão entender a metodologia do IVAR, esse novo índice que está sendo lançado, vão ver o comportamento dele, como ele vai evoluir e elas são livres para adotar esse índice ou qualquer outro, mas acredito que haja vantagens nesse para reajustar contratos de aluguéis e fazer análises do mercado imobiliário”, afirmou. O IVAR não considera o valor de locações para temporada, mas apenas os contratos novos e os reajustes de contratos existentes. Com a desaceleração em dezembro, o novo índice encerrou 2021 em queda de 0,61%.

Jovem Pan