A gripe H1N1 está começando a matar na grande Natal; cuidado!

Caso aconteceu na UPA Nova Esperança, em Parnamirim (Foto: arquivo) (Foto: Prefeitura de Parnamirim/Divulgação)
Caso aconteceu na UPA Nova Esperança, em Parnamirim (Foto: arquivo) (Foto: Prefeitura de Parnamirim/Divulgação)

Já são duas mortes sem explicações em uma semana, possivelmente pela gripe H1N1. A primeira de um médico, neurocirurgião, que trabalhava no hospital Walfredo Gurgel, ele tinha 63 anos de idade. Segundo informações o médico estava apenas gripado e trabalhando normalmente, quando de repente passou mal e logo foi levado à UTI onde veio a falecer. A segunda vítima fatal é um garoto de 14 anos que foi atendido, na quarta feira passada, 25, na Unidade de Pronto-Atendimento de Parnamirim, na região metropolitana de Natal.

O Estado do Rio Grande do Norte, por meio de sua secretaria de saúde não tem dado respostas que ajude a população. Apenas diz que é um vírus, uma bactéria, um surto pulmonar. Nada de concreto que ajude a colaborar com o norteriogranse.

Aconselha-se que lavem bem as mãos com sabão e álcool gel; que se possível use mascaras de proteção. Mas o bom seria que as autoridades providenciasse que as pessoas gripadas ficassem em casa se protegendo e recebendo atendimentos médicos. Será mais econômico para o Brasil.

 

 

Fonte: https://g1.globo.com/rn/rio-grande-do-norte/noticia/morte-de-adolescente-com-suspeita-de-gripe-h1n1-e-investigada-na-grande-natal.ghtml

Leave a Comment