Ações marcam Dia Nacional de Combate à Hipertensão na região

download (1)

G1- Interessados em aferir a pressão arterial poderão fazê-la gratuitamente nesta terça-feira (26) em São José do Rio Preto (SP) e Araçatuba (SP), por meio da campanha “Menos Pressão”, promovida pela Sociedade Brasileira de Hipertensão (SBH) para comemorar o Dia Nacional de Prevenção e Combate à Hipertensão Arterial. Além disso, o público receberá orientação sobre os fatores de risco das doenças cardiovasculares, folhetos informativos e terá palestra educativa sobre o assunto.

Em Araçatuba (SP), a concessionária que administra a rodovia Marechal Rondon vai fazer uma ação de conscientização entre os motoristas. Os profissionais da saúde vão aferir pressão e orientar os motoristas a como evitar a doença. Quem for diagnosticado com pressão alta vai ser orientado a procurar um médico para entender mais sobre o problema.

As tendas com orientações médicas serão montadas nas bases de atendimento ao longo da concessionária entre Penápolis (SP) e Andradina (SP). Os motoristas que passarem pela base da Polícia Rodoviária nos trechos de Penápolis, Coroados (SP), Araçatuba, Valparaíso (SP),Mirandópolis (SP) e Andradina também receberão orientações de como se prevenir.

Em Rio Preto, a população poderá participar de um Simpósio de Hipertensão e Diabetes na Faculdade de Medicina de Rio Preto (Famerp). As atividades começaram às 8h e seguem ao longo do dia. No Hospital de Base, o interessados poderão verificar a pressão e receber orientações de prevenção.

O principal objetivo da campanha é mostrar à população a importância de aferir a pressão arterial com regularidade e incentivar hábitos de vida mais saudáveis. Segundo a Sociedade Brasileira de Hipertensão, a doença é muito comum e acomete uma em cada quatro pessoas adultas. A Sociedade Brasileira de Hipertensão estima que a doença atinja em torno de 25% da população brasileira adulta, chegando a mais de 50% após os 60 anos, e 5% das crianças e adolescentes no Brasil. Segundo dados da SBH, a doença é responsável por 40% dos infartos, 80% dos derrames e 25% dos casos de insuficiência renal terminal.

A SBH informa ainda que a obesidade é um dos principais fatores que favorecem o desenvolvimento da hipertensão arterial, Além do excesso de peso, idade, sedentarismo, alcoolismo, tabagismo e estresse propiciam o surgimento da doença.