Aglomerações voltam a ocorrer na Praia de Iracema neste sábado

Pessoas na orla não utilizam máscara de proteção — Foto: Camila Lima
Pessoas na orla não utilizam máscara de proteção — Foto: Camila Lima

A orla e o espigão da Praia de Iracema, em Fortaleza, foram palco de aglomerações mais uma vez na tarde deste sábado (7). Visitantes e banhistas foram vistos ocupando os espaços sem respeitar as medidas de distanciamento social e, em alguns casos, sem fazer o uso correto da máscara de proteção.

Mais próximos à beira do mar, grupos com mais de 10 pessoas foram vistos jogando bola, e nenhum dos participantes utilizava a máscara no momento.

O desrespeito às orientações em prol de evitar a disseminação do novo coronavírus acende um alerta, principalmente, considerando a atual situação epidemiológica de Fortaleza: nas duas últimas semanas de outubro, a Capital voltou a ultrapassar a marca de mil casos confirmados da Covid-19, o que não ocorria há quase quatro meses.

Os dados foram confirmados através da plataforma IntegraSUS, mantida pela Secretaria Estadual da Saúde (Sesa). De acordo com os registros, no intervalo entre 18 e 24 de outubro, que marca a semana epidemiológica 43, a cidade registrou 1.007 diagnósticos positivos. Esse período reflete a quarta semana consecutiva de aumento em Fortaleza, observado desde 29 de setembro. Na semana seguinte, de 25 a 31 de outubro, foram registrados 1.043 novos casos.

Fortaleza também foi citada no Boletim InfoGripe, elaborado pela Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz) e publicado no dia 30 de outubro, como uma das dez capitais brasileiras que apresentam sinal de crescimento moderado ou forte na tendência de longo prazo – seis semanas – de casos de Síndrome Respiratória Aguda Grave (SRAG) e de Covid-19.

G1CE

Leave a Comment