ALRN torna Concurso de Caboclos patrimônio cultural, imaterial e histórico

O plenário da Assembleia Legislativa do Rio Grande do Norte (ALRN) aprovou, nesta terça-feira (7), o projeto de lei de autoria do deputado estadual Gustavo Fernandes que torna o Concurso de Caboclos de Major Sales patrimônio cultural, imaterial e histórico.
O parlamentar destacou que o evento já era considerada uma tradição da região do Alto Oeste, responsável pelo resgate cultural de toda a região, movimentando também a economia tanto local como de municípios circunvizinhos.
“Ficamos felizes com a aprovação em plenário do projeto de nossa autoria. Isso é o reconhecimento desse importante festival não apenas para Major Sales, mas também para toda a região do Alto Oeste”, contou.
Os “Caboclos” fazem uma dança tradicional de malhação de Judas durante a Semana Santa. Gustavo Fernandes explicou que os grupos organizados têm estrutura musical formada por sanfona, zabumba, triângulo e pandeiro, com uma base coreógrafa que varia de 12 a 26 brincantes, que executam passos característicos, utilizando sempre a figura bíblica de Judas. As músicas valorizam o Nordeste e a vestimenta, o artesanato local.
Com a aprovação, o “Concurso Caboclos de Major Sales” passa a integrar o patrimônio cultural, imaterial e histórico do Estado, fato que ajudará na promoção da sua preservação e também no recebimento de recursos. A inclusão no calendário turístico potiguar permite uma maior atenção do Poder Público ao evento e também a captação de mais turistas.

Leave a Comment