Após um mês de espera por conserto, população coloca placa em poste para avisar risco de choques

Segundo comerciantes, pelo menos três pessoas sofreram choques em poste no calçadão de Ponta Negra, em Natal — Foto: Adriana Karla

O cenário é um dos cartões postais mais famosos de Natal: a praia de Ponta Negra com o Morro do Careca ao fundo. Mas comerciantes e moradores da região estão preocupados com um poste que está dando choques em quem toca nele. Segundo eles, o caso foi informado ao município e a fornecedora de energia há mais de um mês, mas a situação persiste.

Como forma de previnir mais acidentes – foram pelo menos três – os comerciantes colocaram pedras e faixas isolando o objeto metálico e ainda fixaram placas informando sobre o risco de descarga elétrica. O poste fica próximo ao quiosque 15, no calçadão de Ponta Negra.

A comerciante Adriana Karla, de 40 anos, conta que a ideia de fixar as placas partiu de um irmão, depois que uma filha e uma sobrinha dela foram vítimas. Segundo ela, o caso foi informado à Companhia Energética do Rio Grande do Norte (Cosern) e à Secretaria Municipal de Serviços Urbanos (Semsur) há mais de um mês, mas nenhuma providência foi tomada.

“No final da tarde, quando a iluminação é ligada, o poste não acende, mas ele passa o dia dando choque. A Cosern disse que a responsabilidade é da Semsur e a Semsur disse que é da Cosern. A gente ficou sem saber a quem recorrer”, disse a comerciante.

“A alta estação está chegando, os turistas vindo, e a gente fica com medo até que algo mais grave possa acontecer”, complementou.

Procurada pelo G1, a Cosern reforçou que a responsabilidade pelos postes no calçadão de Ponta Negra é da Prefeitura de Natal, mas informou que uma equipe estava sendo deslocada para o local ainda durante a manhã, para cortar a ligação de energia. A empresa ainda informou que vai entrar em contato com a Semsur para juntas buscarem uma solução.

A Semsur, por sua vez, confirmou que é responsavel pelo poste e afirmou que já estava ciente da situação. A pasta ainda informou que o poste foi isolado, porque foi constatado um vazamento da corrente, mas disse que o poste precisa passar por uma análise técnica, que levará pelo menos cinco dias. Assim que for descoberta a causa, o poste será consertado.

Fonte: https://g1.globo.com/

Leave a Comment