Assembleia homenageia Monsenhor Expedito em solenidade em São Paulo do Potengi

Uma sessão solene promovida pela Assembleia Legislativa em São Paulo do Potengi marcou o encerramento das comemorações pelo centenário de Monsenhor Expedito no município, nesta terça-feira (13). A homenagem, proposta pelo deputado Gustavo Fernandes (PMDB), ocorreu na Câmara Municipal local.

“Muito me orgulha ser propositor desta sessão por ter vivenciado, quando mais novo, toda a luta de Monsenhor Expedito pela distribuição de água para o povo potiguar, ao lado meu pai, o ex-deputado Elias Fernandes. Me lembro das reuniões incessantes, das discussões propositivas e da luta constante. Tudo com um único objetivo: a água”, disse Gustavo Fernandes.

Em discurso, o parlamentar enalteceu o esforço do Legislativo Estadual para aprovação da Lei que instituiu o Programa Estadual de Recursos Hídricos, em 1996.

“A Casa Legislativa tornou possível o sonho de Monsenhor Expedito. A semente plantada por ele lá atrás resulta hoje em mais de 2 mil quilômetros de adutoras em todo o Estado, mais de 40 mil hectares de áreas irrigadas e mais de 15 mil poços perfurados”, destacou o deputado.

Conhecido como o “Profeta das Águas”, Monsenhor Expedito foi pároco de São Paulo do Potengi durante 56 anos e era considerado um visionário, lutador pelas obras de combate à seca. Foi um dos pioneiros na defesa da transposição das águas do Rio São Francisco, conforme relembrou o arcebispo metropolitano, Dom Jaime Vieira Rocha, durante o evento. “Monsenhor dizia: partilhar a água da lagoa, da barragem e do Rio São Francisco, é partilhar a vida”, disse Dom Jaime.

Presente na solenidade, o deputado Ricardo Motta (PSB) enalteceu a iniciativa da Assembleia Legislativa e a atuação do pároco na luta pela água. “A seca no Estado é uma realidade muito dura de se conviver, mas seria muito pior sem o legado de Monsenhor Expedito”, declarou ele.

Na oportunidade, o prefeito de São Paulo do Potengi, José Leonardo Araújo, agradeceu a homenagem prestada pelo Legislativo Estadual e citou benefícios herdados pela cidade e que foram conquistados por Monsenhor.

“É uma homenagem grandiosa. Precisamos louvar o que ele fez não apenas pelas águas, mas por todo o seu trabalho e legado social – que deram dignidade e cidadania ao povo de São Paulo do Potengi”, falou.

Participaram da sessão solene vereadores e representantes políticos locais, gestores municipais e estaduais, servidores, religiosos e sociedade civil.

Centenário

As comemorações alusivas ao centenário de Monsenhor Expedito tiveram início no último sábado (10), com ampla programação cultural e religiosa no município, e seguem até a noite desta terça, com a celebração de uma missa e apresentação da banda de música da PM, encerrando os festejos.

Ao fim da solenidade, foi descerrada uma uma placa em alusão aos 100 anos de nascimento de Monsenhor Expedito.