Barrada pelo TSE, campanha de Lula tem dívida de R$ 5,6 milhões

Foto: da internet

Em prestação de contas parcial apresentada ao TSE (Tribunal Superior Eleitoral), a campanha do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) aponta um saldo negativo de mais de R$ 5,6 milhões.

O documento, entregue dois dias depois de o partido ter trocado Lula por Fernando Haddad como presidenciável do PT, apontava que a quantia arrecadada pela campanha era de cerca de R$ 20,6 milhões. As despesas, porém, passavam de R$ 26,2 milhões.

Os valores, contudo, ainda podem mudar. As campanhas têm até 30 dias após o primeiro turno, dia 6 de novembro, para apresentar sua prestação de contas final. A campanha presidencial de Lula durou de 16 de agosto a 11 de setembro, quando o seu nome foi substituído pela sigla por Haddad. Dez dias antes, o Tribunal Superior Eleitoral (TSE) barrou o registro da candidatura do ex-presidente.

O saldo negativo não será herdado por Haddad, que foi anunciado como presidenciável em 11 de setembro –até então, ele era candidato a vice na chapa encabeçada por Lula. Segundo resolução do TSE, a quantia, caso não seja paga pela campanha, poderá ser assumida pelo partido.

 

 

Fonte: https://noticias.uol.com.br/politica/eleicoes/2018/noticias/2018/09/19/campanha-de-lula-nao-mostra-fundo-para-pagar-mais-de-r-5-mi-em-despesas.htm

Leave a Comment