Bolsoanro quer prorrogar auxílio emergencial por mais dois meses

Bolsonaro veta uso de R$ 8,6 bilhões para combate à pandemia ...
Bolsonaro pede a ministro da economia para ver a possibilidade de prorrogação do auxílio/ Foto: Sérgio Lima/Poder360 – 1º.abr.2020

O Auxílio Emergencial pode ser estendido por mais dois meses após o pagamento inicial de três meses tiver terminado. Foi o que o presidente Jair Bolsonaro afirmou na noite desta terça-feira (2). No anúncio, Bolsonaro afirmou que pode liberar mais dois pagamentos, além dos três já aprovados. Contudo, o presidente não informou se o valor continuará sendo de R$ 600.

“Temos mais uma parcela de R$ 600,00, depois mais duas acertadas com o Paulo Guedes. Falta definir aí o montante. E vamos esperar que até lá os outros governadores entendam o que seja melhor pro seu estado e adotem medidas pra voltar aí o povo a trabalhar”, disse Bolsonaro, em fala na saída do Palácio da Alvorada.

Dessa forma, além da informação de que o Auxílio Emergencial pode ser estendido por apenas mais dois meses, Bolsonaro também falou que espera que os governadores comecem a adotar medidas para permitir que a população volte a trabalhar.

Esta declaração é repetida pelo presidente desde o início da pandemia no Brasil, quando Bolsonaro se mostrou contra o isolamento horizontal. Ele defende que as pessoas voltem a trabalhar e que o comércio reabra, enquanto que somente a população que faz parte do grupo de risco permaneça em quarentena.

Jornal Contábil