Bolsonaro: “Quero agradecer ao Alckmin por reunir a nata do que há de pior do Brasil ao seu lado”

Bolsonaro entre seus filhos e apoiadores, neste domingo.
Bolsonaro entre seus filhos e apoiadores, neste domingo. LEO CORREA AP

Em convenção partidária neste domingo, o Partido Social Liberal (PSL) oficializou a candidatura do deputado federal Jair Messias Bolsonaro à Presidência da República sem o apoio de qualquer outro partido, confirmando o isolamento político do ultraconservador. Algo que foi minimizado ao longo do dia. “Quero agradecer ao Geraldo Alckmin por reunir a nata do que há de pior do Brasil ao seu lado”, disse o presidenciável, se referindo às alianças partidárias do tucano. No evento, no centro do Rio de Janeiro, também foi reiterado o convite para que a advogada criminalista Janaína Paschoal, coautora do pedido de impeachment contra a ex-presidenta Dilma Rousseff (PT), aceitasse ser vice na chapa do capitão reformado do Exército. A defensora estava sentada ao lado de dele e foi ovacionada em diversas ocasiões. Mas pediu mais tempo para conversar e pensar sobre a proposta.

 

Fonte: https://brasil.elpais.com/brasil/2018/07/22/politica/1532284788_918587.html