Carmem Lúcia diz que mudar regra por causa de Lula é diminuir o STF

Resultado de imagem para Carmen Lúcia
Foto: da internet

 

O STF vem mantendo que os condenados em segunda estância, por um colegiado, podem serem presos; no entanto, há uma ideia já discutida por Dias Toffoli, e vencido em plenário, de que só deve  haver prisão após condenação do STJ, o que o PT tenta rediscutir o assunto no Supremo Tribunal Federal. Mas a presidente do STF, a ministra Carmem Lúcia, diz que isso é apequenar o Supremo mudando as regras apenas por causa da condenação de Lula.

A justiça brasileira finda ficando refém dos outros dois poderes. No caso, dos poderes legislativos e executivos. Já que os desembargadores e ministros da justiça são indicados pelo executivo e sabatinados pelo legislativo.

A justiça poderia ser mais livre no sistema. Sabemos que os três poderes são unos, que não há hierarquia  entre os poderes. Mas subjetivamente, os ministros ou desembargadores sempre estarão preso a esse ou aquele partido político, o que é um mal para o poder judiciário.

Leave a Comment