Crea detecta problemas estruturais na Ponte de Igapó, em Natal

Estrutura da Ponte de Igapó está deteriorada e precisa de manutenção (Foto: Reprodução/Flávio Muniz/Inter TV Cabugi)
Estrutura da Ponte de Igapó está deteriorada e precisa de manutenção (Foto: Reprodução/Flávio Muniz/Inter TV Cabugi)

Do G1RN

O Conselho Regional de Engenharia e Agronomia do Rio Grande do Norte constatou problemas estruturais na Ponte Presidente Costa e Silva, conhecida por Ponte de Igapó, que passa por cima do Rio Potengi e dá acesso à Zona Norte de Natal. O Crea realizou uma vistoria e identificou a corrosão das vigas de sustentação da estrutura, e uma ferrugem acentuada.

De toda maneira, segundo a presidente do Conselho, Ana Adalgisa, ainda não é possível precisar se a ponte corre risco de desabar. Ela diz que é necessário um estudo mais aprofundado para que se tenha essa informação, porém destaca que a vistoria serve de alerta de que são necessários reparos na estrutura. Foi a terceira avaliação feita em sete anos, e os engenheiros puderam observar que a situação se agravou.

Segundo o Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes (Dnit), a última manutenção na Ponte de Igapó foi realizada em 1990. De lá pra cá, os moradores não têm conhecimento de nenhum reparo feito na estrutura.

Mesmo não havendo uma previsão de data para reforma da ponte, o Denit informa que está sendo atualizado um projeto de recuperação da ponte. Contudo o novo projeto deve contemplar o reforço das fundações e Drecuperações dos pipares.

E, por enquanto, ainda não há previsão para uma reforma na ponte. De acordo com Alexandre Pereira, chefe do Serviço de Planejamento e Projetos do Dnit, existe um projeto para recuperação e reforço da estrutura, que ainda está sendo atualizado.

Do Blogue: nessa semana que se finda o presidente da Assembleia Legislativa, Ezequiel Ferreira, solicitou providências da parte do Denit para consertarem os defeitos apontados na ponte, em favor dos moradores da Zona Norte de Natal, como também de todas as cidades que estão localizadas na região do Mato Grande; além do rio Potengi.

Esperamos que o Denit faça o seu dever de casa, já que há um medo em toda a população que mora do outro lado do rio.

Leave a Comment