Deputados da Comissão de Saúde da Assembleia visitam Hospital Deoclécio Marques

Crédito da Foto: João Gilberto 

As demandas da saúde pública no Rio Grande do Norte – e seus desafios – foram listadas pelos deputados estaduais que integram da Comissão de Saúde da Assembleia Legislativa do RN em visita técnica ao Hospital Regional Deoclécio Marques, em Parnamirim, na manhã desta sexta-feira (10). A vistoria foi feita pelo presidente da Comissão e médico, Galeno Torquato (PSD) e pelo também médico e vice-presidente, Getúlio Rego (DEM).

De acordo com os deputados, essa é a primeira vistoria da Comissão desta legislatura em relação ao acompanhamento “in loco” nos hospitais. O objetivo é levantar dados e verificar a situação das unidades de saúde do RN. Um diagnóstico com a situação da saúde pública no Rio Grande do Norte e sugestão de ações serão apresentado ao final das visitas.

“Nosso intuito é obter um diagnóstico para que o Estado contemple melhorias para essas unidades de saúde. Aqui (por exemplo), nesse hospital importante para todo o RN já que é referência em ortopedia, vimos dificuldades de conclusão de uma reforma e o cenário é preocupante. Enquanto não existem leitos nos corredores do Walfredo Gurgel, identificamos aqui praticamente 80 macas ocupadas por pacientes precisando de atendimento nos corredores”, destacou Galeno Torquato (PSD).

O parlamentar informou que as visitas também vão acontecer no interior e outras unidades do estado. “O quadro real da vistoria será visto de forma completa, para que possamos fazer um debate junto à sociedade com o objetivo de melhorar a vida das pessoas e a infraestrutura da Saúde Pública do nosso estado”, comenta Galeno.

A lotação dos leitos também chamou atenção do deputado e vice-presidente da Comissão de Saúde, Getúlio Rego (DEM). “É urgente que a Secretaria Estadual de Saúde retome a ampliação do hospital para tirar as pessoas desse sofrimento. O congestionamento de pessoas em macas e nas enfermarias é indigna. Precisamos urgente de manutenção. Isso é o mínimo”, apontou o parlamentar.

O Hospital Regional Doutor Deoclécio Marques integra o Sistema Único de Saúde (SUS) e é referência em ortopedia no Estado. A diretora geral, Zenilda Maria de Azevedo Lima, reconheceu a alta demanda, mas afirma que a unidade também tem resultados. Segundo ela, o relatório de estatísticas do Centro Cirúrgico, em abril de 2019, um total de 491 cirurgias foram feitas: 12 urológicas, 346 ortopédicas e 133 gerais. “Não paramos e atendemos toda demanda que é solicitada. Apesar de dificuldades, temos resultados e as cirurgias não param”, disse. Sobre a reforma lembrada pelos deputados, a diretora explicou que a ampliação contemplará mais 60 leitos e uma sala cirúrgica. “Atualmente são 86 leitos e três salas cirúrgicas”, disse.

A Comissão de Saúde da Assembleia é formada pelos deputados Galeno Torquato (presidente), Getúlio Rêgo (vice-presidente) e Eudiane Macedo (PTC) e deve entregar o relatório ainda este semestre.
Assessoria

Leave a Comment