Dnit interdita trecho da BR-101 Norte durante 90 dias para obra do Gancho de Igapó

Croqui divulgado pelo Dnit mostra desvio que usuários que seguem de Ceará-Mirim para São Gonçalo do Amarante devem fazer durante desvio em obra.  — Foto: Dnit/Divulgação
Croqui divulgado pelo Dnit mostra desvio que usuários que seguem de Ceará-Mirim para São Gonçalo do Amarante devem fazer durante desvio em obra. — Foto: Dnit/Divulgação

O Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes no Estado do Rio Grande do Norte anunciou que fará a interdição total da BR-101/Norte a partir das 10h desta quinta-feira (5) novembro no trecho de ligação com a Av. Tomaz Landim.

A interdição será no sentido Ceará-Mirim/Centro de Natal, na altura do cruzamento com a Rua Vivaldo Pereira. A previsão do órgão é de que a alteração no tráfego da região dure aproximadamente 90 dias – cerca de três meses. Nesse prazo, deverá ser executada mais uma etapa das Obras do Viaduto do Gancho de Igapó.

Ainda de acordo com o Dnit, os condutores com destino a São Gonçalo do Amarante bem como os veículos de transporte público deverão utilizar o desvio provisório pelo canteiro de obras. Os demais motoristas e motociclistas deverão observar a sinalização e utilizar os desvios oficiais divulgados pelo departamento.

Desvios

De acordo com Dnit, quem vai de Ceará-Mirim para São Gonçalo do Amarante vindo pela Av. Tomaz Landim deverá entrar no acesso pelo Pátio de Vigas, pegar a Avenida São Luiz e, em seguida, a Avenida Benedito Santana.

Já quem segue no Sentido Ceará-Mirim para o centro de Natal, deverá seguir deverá entrar na R. Vivaldo Pereira, depois na Santa Luzia e pegar a estrada da Redinha.

Mapa divulgado pelo Dnit mostra desvio que deve ser feito por usuários que vão de Ceará-Mirim para Natal durante interdição na BR-101 Norte na Grande Natal.  — Foto: Dnit/Divulgação
Mapa divulgado pelo Dnit mostra desvio que deve ser feito por usuários que vão de Ceará-Mirim para Natal durante interdição na BR-101 Norte na Grande Natal. — Foto: Dnit/Divulgação

A Rua Criciúma também está interditada, com acesso aos comércios e residências locais e retorno próximo à madeireira Aliança.

Fonte: https://g1.globo.com/rn/rio-grande-do-norte/noticia

Leave a Comment