Dr. Bernardo cobra celeridade do INSS na análise de benefícios rurais

O deputado Dr. Bernardo (Avante) destacou nesta quarta-feira (3), durante pronunciamento na sessão plenária da Assembleia Legislativa, um pleito direcionado ao Ministério da Economia solicitando celeridade do Instituto Nacional do Seguro Social (INSS) na análise de benefícios rurais de aposentadoria, licença maternidade e auxílio doença.

“Com a edição da Medida Provisória 871, o atual governo federal, lamentavelmente, vem atrasando a análise desses benefícios. O INSS tem massacrado os aposentados no país, que esperam cerca de oito meses para receber a aposentadoria pela primeira vez. A espera pelos auxílios natalidade e doença também tem sido inconcebível”, disse Bernardo.

Outro assunto abordado pelo deputado durante a sessão é a reunião da Frente Parlamentar Municipalista, presidida por Bernardo, que acontece no próximo dia 15, oportunidade em que, segundo ele, será formalizado o Termo de Cooperação Técnica entre o INSS e a Federação dos Municípios do Rio Grande do Norte – Femurn para que as cidades potiguares que não possuem agência do INSS passem a contar com uma sala de atendimento do Instituto Nacional do Seguro Social.

Dr. Bernardo explica que, por meio da parceria, as prefeituras interessadas se comprometem a disponibilizar uma sala e um servidor a ser capacitado pelo INSS para a prestação dos serviços oferecidos pelo órgão. “É essa a luta da Frente Municipalista, somando-se ao interesse comum para fortalecer e levar benefícios aos municípios potiguares”, concluiu.

Assessoria

Leave a Comment