Droga apreendida em barco no Ceará seria vendida na Europa por 40 mil euros, diz PF

Droga apreendida pela PF foi encontrada no casco de embarcação no Porto do Pecém, na Grande Fortaleza.  — Foto: PF/Divulgação
Droga apreendida pela PF foi encontrada no casco de embarcação no Porto do Pecém, na Grande Fortaleza. — Foto: PF/Divulgação

A carga de 300 quilos de cocaína apreendida em uma embarcação no Porto do Pecém, em São Gonçalo do Amarante, na Grande Fortaleza, seria vendida na Europa por até 40 mil euros, segundo a Polícia Federal.

A apreensão aconteceu nesta segunda-feira (23), após denúncia anônima. A droga estava escondida no casco da embarcação. O G1 obteve nesta terça (24) imagens que mostram a apreensão. Ninguém foi preso.

Nas imagens, é possível ver a droga embalada em várias capas de plástico e sendo descoberta pela Polícia Federal, que abriu o material e encontrou os entorpecentes.

Droga apreendida no litoral cearense seria vendida por 40 mil euros, afirma Polícia Federal — Foto: PF/Divulgação
Droga apreendida no litoral cearense seria vendida por 40 mil euros, afirma Polícia Federal — Foto: PF/Divulgação

O chefe da Delegacia de Repressão a Entorpecentes DRE, delegado Samuel Elânio, destacou que está sendo apurada possível participação de pessoas ligadas à embarcação.

“Possivelmente esta droga foi colocada em outro estado e aqui era o ponto de passagem. Realizamos oitivas, perícias para apurar e chegar aos verdadeiros autores que colocaram a droga na embarcação”, disse o delegado.

Droga com destino à Europa

300 quilos de cocaína estavam escondidos em embarcação em porto no Ceará — Foto: PF/Divulgação

300 quilos de cocaína estavam escondidos em embarcação em porto no Ceará — Foto: PF/Divulgação

A droga tinha como destino o continente europeu. Ainda segundo Samuel Elânio, cada quilo da cocaína é avaliado em, aproximadamente, 30 a 40 mil euros, no mercado europeu.

Até o momento, não há informações sobre identificação dos traficantes envolvidos, nem de onde a droga partiu. A ação contou com apoio da Receita Federal, Corpo de Bombeiros e funcionários do Complexo do Pecém.

Em nota, o Complexo do Pecém exaltou o trabalho realizado pela equipe da Polícia Federal e afirmou que a apreensão feita nesta segunda-feira “vai ao encontro da contínua colaboração e parceria do Complexo do Pecém com a Polícia Federal e todas as autoridades e órgãos competentes.”

G1CE