Eduardo Leite visita FHC em busca de apoio nas prévias do PSDB

Disputa interna do PSDB para decidir quem será o candidato à presidência do Brasil em 2022 está dividida principalmente entre Leite e Doria – Omar de Oliveira/Estadão Conteúdo

O governador do Rio Grande do Sul visito ex-presidente Fernando Henrique Cardoso (FHC), em busca de apoio nas prévias do PSDBEduardo Leite estava na companhia do senador Tasso Jereissati, do Ceará, que deixou a disputa interna tucana e declarou apoio ao gaúcho. “Eu acho importante nessa eleição, como em toda eleição, é ser capaz de agregar para dar um rumo ao Brasil. Se você fizer isso, ganha a eleição”, disse FHC para o governador. Eduardo Eduardo Leite deixou o apartamento de FHC garantindo respaldo e a torcida do ex-presidente, que segundo o governador, prefere o lado mais aglutinador nas eleições de 2022.

O governador de São Paulo, João Doria, minimizou os efeitos do encontro: “É natural e normal isso, mas o presidente Fernando Henrique não só se pronunciou como fez isso duas vezes, gravou dois vídeos, manifestando seu apoio ao nosso nome. Ele é o presidente nacional do PSDB, uma das figuras mais ilustres da vida política brasileira. Em todos os tempos, tem o nosso respeito. E a palavra de um presidente da República vale”, disse durante uma coletiva de imprensa.

Se Tasso Jereissati deixou as prévias em favor de Eduardo Leite, o mesmo movimento é esperado do ex-senador Arthur Virgílio, mas em apoio a João Doria. A disputa interna do PSDB, na definição do pré-candidato às eleições presidenciais de 2022, está marcada para o dia 21 de novembro. Além do apoio interno, Doria e Leite conversam com outros partidos para possíveis alianças para formar uma terceira via contra Jair Bolsonaro e Lula. O maior poder de articulação futura com outras legendas deve ajudar a definir a escolha dos filiados do PSDB.

Jovem Pan

Leave a Comment