Fim da gratuidade do circular da UFRN deve atingir pelo menos 14 mil alunos

O fim da gratuidade no sistema de transporte que dá acesso à Universidade Federal do Rio Grande do Norte (UFRN) ameaça afetar pelo menos 14.528 mil alunos. O ônibus passou a ser pago a partir desta quarta-feira (1º) após mudança anunciada pela Secretaria de Mobilidade Urbana de Natal (STTU), que alega desequilíbrio no sistema de transportes de Natal.

A pasta aponta que a cobrança é temporária e que a gratuidade pode ser retornada à medida que as aulas na universidade voltem. O anúncio gerou reclamações na comunidade estudantil, que promoverá um ato em frente à secretaria nesta quinta-feira (02), às 10h.

De acordo com dados da Superintendência de Tecnologia da Informação da UFRN, em relação às cidades limítrofes à Natal, Macaíba, São Gonçalo do Amarante e Parnamirim, a universidade possui 6.213 estudantes matriculados em cursos. Já em relação a discentes de outras cidades da Grande Natal, como Extremoz, Ceará-Mirim, São José de Mipibu, Nísia Floresta, Monte Alegre, Vera Cruz, Maxaranguape, Ielmo Marinho, Arês, Goianinha e Bom Jesus, são 8.315 alunos. O quantitativo leva em consideração os níveis acadêmicos: Básico, Fundamental, Médio, Técnico, Graduação e Pós Graduação.

Tribuna do Norte /BG

Leave a Comment