Fotobiografia de Djalma Maranhão será lançada nesta quinta (8) na Assembleia RN

unnamed
Foto: Acervo Haroldo Maranhão

A vida e trajetória de um dos políticos mais influentes da história do Rio Grande do Norte está relatada em fotobiografia. Ex-prefeito de Natal, ex-deputado estadual e federal, o jornalista Djalma Maranhão teve sua trajetória contada através do livro “Djalma Maranhão 100 anos: uma fotobiografia”. A obra foi viabilizada através de convênio da Assembleia Legislativa e Ordem dos Advogados do Brasil, seccional RN, com colaboração de emenda do deputado Fernando Mineiro (PT). O lançamento ocorre nesta quinta-feira (8), às 18h30, no Salão Nobre do Legislativo Potiguar.

“Em 2015 celebramos os 100 anos de nascimento de um dos mais importantes políticos do Rio Grande do Norte, e nesta quinta-feira no ano dos 101 anos vamos celebrar uma publicação que resgata em fotos a história de Djalma Maranhão”, comemora o deputado Ezequiel Ferreira de Souza (PSDB), presidente da Assembleia Legislativa. Segundo Fernando Mineiro (PT) foram impressos 1 mil exemplares para distribuição gratuita. Parte será distribuida no lançamento, depois em escolas públicas, instituições e durante a exposição fotográfica com a seleção das fotos que compõem o livro. A produção foi realizada por Adriano de Sousa e Giovanni Sérgio Rêgo.

As fotos são do acervo do sobrinho-neto de Djalma Maranhão, Haroldo Maranhão, arquiteto potiguar. O livro tem mais de 260 páginas e mais de 300 fotos. “Tem foto de Djalma Maranhão nu quando bebê, fotos da juventude, da militância política, dos encontros com políticos e autoridades da época e percorrer atos de sua gestão”, explica Mineiro.

A publicação é parte do projeto “Djalma 100”, lançado em 2015 em alusão ao centenário do político, e foi viabilizada com remanejamento de recursos através de emenda do deputado Fernando Mineiro. O projeto ainda terá a edição de um segundo livro desta vez escrito pelo advogado e militante político, Roberto Furtado.

Djalma Maranhão foi professor de educação física, ex-prefeito, ex-deputado estadual e federal, ficou conhecido pela campanha “De Pé No Chão Também se Aprende a Ler” e iniciou em Natal um processo de gestão cultural, democrática e popular, levando educação como instrumento de cidadania a todos. Foi cassado e banido na Ditadura Militar, em 1964, e morreu em 1971, exilado no Uruguai.

O ex-prefeito completaria 101 anos no dia 27 de novembro de 2016 e a programação do aniversário terá, ainda, exposição em escolas e o lançamento de outras publicações.

Assessoria