Governo de SP volta a incluir quilombolas no grupo prioritário da vacinação contra Covid-19

Imagem do dia 19 de dezembro de 2006 mostra família do quilombo Cafundó, em Salto do Pirapora, interior de São Paulo, dançando o jongo — Foto: Paulo Liebert/Agência Estado
Imagem do dia 19 de dezembro de 2006 mostra família do quilombo Cafundó, em Salto do Pirapora, interior de São Paulo, dançando o jongo — Foto: Paulo Liebert/Agência Estado

O governador de São Paulo voltou atrás quanto a decisão de excluir a população quilombola de fazer parte do grupo prioritário de vacinação contra a Covid-19 no estado.

Os Quilombolas haviam sido excluídos do primeiro programa por determinação da Secretaria de Saúde de São Paulo, como diz a reportagem do G1SP, mas o governador João Doria passou a acusar o Ministério da Saúde, possivelmente de forma indevida, para fazer política.

“O Ministério da Saúde excluiu os Quilombolas da fase inicial do Plano Nacional de Imunização. Acabo de determinar que em SP a população Quilombola fará parte do programa de vacinação desde já, conforme previsto no Plano Estadual de Imunização”, afirmou o governador.

A população quilombola, que pertencia ao grupo prioritário máximo, ao lado de profissionais de saúde e indígenas, segundo o plano publicado no início de dezembro pelo governo estadual, não constava mais na primeira etapa de prioridade de vacinação de São Paulo.

Ao ser procurada pelo G1 nesta segunda (18), a Secretaria da Saúde disse, por telefone, que o grupo tinha sido excluído da primeira etapa de vacinação porque a Anvisa não teria autorizado o uso emergencial da CoronaVac nesta população – o que foi negado pela Agência.

G1SP

Leave a Comment