Governo do RN abre inscrições para mais cinco editais da Lei Aldir Blanc

Quadrilhas juninas também serão contempladas — Foto: Rogério Vital
Quadrilhas juninas também serão contempladas — Foto: Rogério Vital

O Governo do RN abriu nesta terça-feira (3) inscrições para mais cinco editais da Lei Federal Aldir Blanc de Emergência Cultural. As inscrições podem ser feitas até o dia 9 de novembro e o resultado será divulgado em 4 de dezembro.

Os editais estão no site da Fundação José Augusto e os projetos devem ser cadastrados nos e-mails de cada categoria específica.

Ao todo, são dez editais já lançados para a Lei Aldir Blanc no estado, com R$ 18,871 milhões de recursos destinados.

As oportunidades dessa vez são para as categorias Prêmio Cultura Popular de Tradição, Projetos Culturais Integrados e Economia Criativa, Programa de Apoio a Microprojetos Culturais, Formação e Pesquisa – Troca de Saberes à Distância, e Prêmio Sabores, Saberes e Fazeres. Veja os editais:

Prêmio Cultura Popular de Tradição

Neste edital, serão selecionadas 306 iniciativas ligadas à cultura popular de tradição que abrangem o patrimônio do RN, formado por expressões artísticas, brincadeiras, crenças, religiosidade, festas, história e outras manifestações. O investimento é de R$ 3,01 milhões.

Serão premiados artistas populares individuais, mestres e mestras de folguedos tradicionais e de capoeira, grupos folclóricos, quadrilhas juninas, blocos carnavalescos, benzedeiras, raizeiras e representantes da medicina popular.

Projetos Culturais Integrados e Economia Criativa

Esse edital vai contemplar 140 projetos artísticos e culturais concebidos como proposta integrada – destinados à difusão em redes sociais e meio digital com acesso gratuito. O investimento é de R$ 1,3 milhão.

Programa de Apoio a Microprojetos Culturais

A categoria vai beneficiar 291 iniciativas com o foco no apoio a microprojetos culturais de diversos segmentos que integram a economia criativa da cultura do estado, com prêmios de Protagonismo Cultural e Empreendedorismo (Individual e Coletivo).

Segundo a Fundação José Augusto, serão beneficiadas ainda 100 bandas filarmônicas, 12 pontos de memória, 30 pontos de cultura e 19 circos de lona. O valor do investimento é de R$ 4,08 milhões.

Formação e Pesquisa – Troca de Saberes à Distância

Nesta categoria, serão selecionadas 140 iniciativas que incentivam o ensino e aprendizagem nos diversos segmentos artísticos e culturais e que estimulem a produção intelectual de trabalhadores e trabalhadoras da cultura do RN, garantindo o acesso da população potiguar às iniciativas artísticas e culturais. O valor total é de R$ 1,05 milhão.

Prêmio Sabores, Saberes e Fazeres

Serão 140 iniciativas selecionadas com foco na gastronomia e no artesanato tradicional potiguar com base nos aspectos que identificam essas expressões como elementos importantes da identidade cultural do estado. O valor do investimento é de R$ 700 mil.

Além deles, a Fundação José Augusto informou que nos próximos dias serão abertas inscrições para novos editais das categorias: Diversidade Sócio-Humana; Fomento à Cultura Potiguar 2020; Auxílio à Publicação de Livros, Revistas e Reportagens Culturais; Ecos do Elefante – Apoio Cultural aos Municípios Potiguares; e Projetos Editoriais e Aquisição de Livros.

Fonte: https://g1.globo.com/rn/rio-grande-do-norte/noticia

Leave a Comment