Hermano Morais se solidariza com bancários em greve

unnamed (9)

O deputado Hermano Morais (PMDB) manifestou, durante sessão ordinária desta quinta-feira (8), apoio à greve dos bancários, deflagrada na última terça-feira (6). O deputado é bancário licenciado e se solidarizou com os grevistas, por estarem enfrentando dificuldades no trabalho.

“Período de greve é sempre desgastante tanto para os usuários como para os bancários, mas o mês de setembro é voltado para as negociações e entendimentos na busca de soluções para atender minimamente o setor bancário. A categoria busca o diálogo para evitar o movimento paredista”, disse Hermano.

O parlamentar criticou a falta de sensibilidade e respeito dos banqueiros, que na sua avaliação “são detentores do capital próprio e de terceiros, além de movimentarem toda a questão financeira e todo capital”.

Hermano disse que a greve nacional é a resposta da categoria à proposta da Federação Nacional dos Bancos (Fenaban), apresentada no último dia 29 de agosto, de reajuste de 6,5% no salário, na Participação de Lucros e nos auxílios refeição, alimentação, creche, e abono de R$ 3 mil. “A oferta não cobre, sequer, a inflação do período, projetada em 9,57%. Os banqueiros se recusam a pagar um salário justo”, falou Hermano.

O deputado reforçou que nesta sexta-feira (9) a categoria vai se reunir em assembleia e espera que haja evolução na negociação. Ainda durante o pronunciamento, Hermano Morais fez um convite para participar da sessão solene, que acontecerá amanhã (9), na Assembleia Legislativa, em homenagem a um ano de existência do Conselho Regional de Educação Física, no Rio Grande do Norte.