ITEP pode identificar corpo que pode ser da menina desaparecida em Apodi

O Instituto Técnico-Científico de Perícia do Rio Grande do Norte (Itep-RN) realiza nesta quarta-feira (7) a primeira coleta para exame de DNA em laboratório próprio. A estrutura fica em Natal e foi inaugurada em julho, mas até então não estava funcionando efetivamente. Segundo o governo, o momento é histórico para a polícia científica do RN, que sempre precisou enviar exames de DNA para outros estados.

O material será coletado de familiares da adolescente Maria Carla da Silva, de 12 anos, e comparados aos restos mortais de um corpo encontrado enterrado no dia 17 de outubro na zona rural de Apodi, município da região Oeste do estado.

O cunhado da garota, que confessou tê-la matado, está preso. Foi ele quem mostrou à polícia o local onde o corpo estava enterrado.

Fonte: G1RN 

Leave a Comment