Jamais alguém de Lula votará em Moro. ‘Moro pode tirar votos de Bolsonaro, mas não atrapalha reeleição’, diz deputado

Na visão de Derrite, o ex-juiz Sergio Moro deve conquistar votos do eleitor bolsonarista, mas a queda na popularidade prejudica / BRUNO ROCHA/ENQUADRAR/ESTADÃO CONTEÚDO

O deputado Guilherme Derrite (PP) reconhece que o ex-juiz Sergio Moro, pré-candidato à presidência da República, pode tirar votos do presidente Jair Bolsonaro. No entanto, ele acredita que isso não deve atrapalhar a reeleição. Em entrevista à Jovem Pan, o parlamentar avaliou o cenário disse que o ex-juiz perdeu popularidade. “Atrapalha, com certeza. Agora, dizer que o Sergio Moro é o mesmo de 2018, 2019, também não é. Caiu muito a popularidade do ex-ministro Sergio Moro até pelas atitudes tomadas por ele enquanto ministro da Justiça, ficou muito em cima do muro em questões polêmicas e não se posicionava. E a maneira como ele saiu [do governo] também.”

Guilherme Derrite afirmou ainda que se Bolsonaro entrar para o Partido Liberal, a tendência é que o Progressistas indique o vice-presidente. “Podendo indicar uma liderança política do Nordeste, local onde o presidente tem a maior dificuldade na diferença de intenções e votos com o Lula, com a esquerda. Então, dentro desse contexto, o Progressistas vai acabar indicando alguém, tem vários nomes sendo cogitados. Fala-se do ministro Fábio Faria, Ciro Nogueira, mas para o presidente tem que ser muito bem pensado e, de fato, que venha alguém que traga um capital político para que engrosse a votação e garanta a reeleição.”

Jovem Pan

Leave a Comment