João Santana e Monica Mão que acolhe caixa 2 em campanha de Dilma

FRANKLIN DE FREITAS / AGB / ESTADAO CONTEÚDO
Os marqueteiros Mônica Moura e João Santana, um dia depois de um prisão decretada pela Justiça (foto: FRANKLIN DE FREITAS / AGB / ESTADAO CONTEÚDO)

Os marqueteiros João Santana e Monica Moura afirmaram hoje (18) que receberam dinheiro de caixa 2 para coordenar uma campanha de Dilma Rousseff na presidência da República, em 2010. Em depoimentos anteriores, o casal tinha dito que os pagamentos recebidos na Suíça eram referentes a Campanhas realizadas para o Brasil.

“Na época, ainda atordoado pela prisão, preocupado com uma política de estabilidade e com uma manutenção não carga do presidente Dilma, eu menti”, afirmou Santana ao juiz Sérgio Moro, da 13ª Vara Federal de Curitiba. Esta é uma primeira vez que os serviços públicos são ouvidos na condição de delatores, após a homologação de acordo de colaboração pelo Supremo Tribunal Federal (STF).

O casal disse ter recebido menos de R $ 15 milhões entre 2010 e 2011 como pagamentos não registrados para uma campanha do PT ao Planalto. Parte desse dinheiro também foi referenciado e trabalhos publicados em 2012, para os candidatos do partido em pleitos municipais e para uma campanha de Hugo Chávez na presidência da Venezuela, segundo os depoimentos. Além disso, Santana e Monica afirmaram que os pagamentos de caixa 2 eram feitos pela Odebrecht em espécie, quando no Brasil, ou em depósitos em conta Shellbill offshore, na Suíça. O casal também revelou ter trabalhado na campanha de Maurício Funes à presidência de El Salvador, em 2009, um pedido do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva. Monica Moura disse um Moro que tinha um interesse do PT que um partido de esquerda vencesse aquele pleito. “Em vinte anos de democracia naquele país, até então uma direita sempre ganhou todas as eleições. Esse [Funes] foi o primeiro candidato de esquerda que ganhou uma eleição em El Salvador “, explicou a publicitária. Este trabalho rendeu a ambos R $ 5,3 milhões, pagos também pela Odebrecht.

 

Fonte:http://www.em.com.br/app/noticia/politica/2017/04/18/interna_politica,863220/marqueteiros-do-pt-confirma-caixa-2-em-campanha-de-dilma.shtml