Líderes repercutem medidas do governo estadual para Educação e Agricultura

Na Sessão Plenária desta terça-feira (3), durante o horário destinados às lideranças partidárias, os deputados discursaram a respeito de algumas ações do governo estadual em setores da sociedade potiguar, como Educação, Agricultura e Assistência Social. Nelter Queiroz se pronunciou a respeito do anúncio do Governo do Estado em relação ao Programa Nova Escola Potiguar, que pretende construir 12 IERNs (Instituto do Estado do RN.

“Eu ouvi há pouco a fala do líder do governo, deputado Francisco, e quero tecer alguns comentários. Eu vi nas redes sociais, neste final de semana, o Governo do Estado lançando esse programa dos IERNs, através da Secretaria de Educação, mas quero lembrar que ele não é novidade no RN”, iniciou.

Segundo Nelter, existe um convênio de 2009, envolvendo 10 centros estaduais de educação profissional, e faltava apenas o Governo do RN fazer a parte dele. “No início de 2017 foram colocados em funcionamento 7 novos centros. Já no final de 2018, foram concluídos mais dois, que começaram a funcionar no início de 2019. E agora faltam dois, um em Assu e outro em Macaíba. Fora outros centros do ‘Brasil Profissionalizado’, que envolve 53 escolas de ensino médio adaptadas para ofertar cursos técnicos”, detalhou.

De acordo com o parlamentar, o que vai acontecer será somente a expansão de unidades com oferta de ensino técnico e mudança de nome para IERN. “Essa é a grande mudança da propaganda que o governo fez esse final de semana do lançamento dessas escolas através da Secretaria de Educação”, disse. O deputado relembrou ainda que os IFRNs também são um programa do Ministério da Educação. “Além disso, essas reformas de 60 escolas que o governo estadual prometeu também são fruto de recursos federais que estão chegando ao Estado”, explicou.

Na sequência, o líder do governo na Assembleia Legislativa, deputado Francisco do PT, utilizou seu tempo para fazer referência à recente agenda da governadora no Seridó, da qual ele participou. “Foi uma agenda muito produtiva, do ponto de vista das ações que foram entregues e anunciadas, mesmo com todas as dificuldades fiscais e financeiras enfrentadas pelo nosso Estado”, disse. 

De acordo com Francisco, uma das medidas foi a entrega do trecho da Estrada da Produção, que liga Cerro Corá a Lagoa Nova. “Essa obra é extremamente importante do ponto de vista das potencialidades da Serra de Santana, como a produção agrícola, o turismo e o seu potencial energético”, falou. Ele destacou também que “a governadora Fátima está implementando o maior programa de Educação do Rio Grande do Norte dos últimos anos”. 

“Não há como esconder que os IERNs são uma decisão política da governadora Fátima. Ela já é considerada, pelo povo potiguar, a deputada e senadora dos IFRNs e, agora, será também a governadora dos IERNs. São 12 institutos que serão construídos em todas as regiões do Estado. Isso é um avanço espetacular para a Educação do RN”, ressaltou.

Francisco do PT citou outras ações e obras do governo estadual, como a entrega da Central do Cidadão de Caicó.  “É verdade que são recursos do Governo Cidadão, sim. Mas eles estavam travados. Quando a governadora assumiu, o contrato estava para ser finalizado. E foi preciso todo um esforço da governadora e do secretário Fernando Mineiro para que a obra tivesse continuidade”, argumentou.  

Segundo o parlamentar, a governadora também entregou as instalações da DEAM (Delegacia de Atendimento à Mulher) de Caicó, que passa a ser uma realidade em todo o Seridó.  “Além disso, ela anunciou a implantação de um programa de regularização fundiária chamado ‘Minha Terra Legal’, que irá beneficiar centenas de agricultores e posseiros de terras. Outra ação foi a assinatura do Termo de Cooperação firmado entre a Sedraf (Secretaria de Estado do Desenvolvimento Rural e da Agricultura Familiar) e a Adese (Agência de Desenvolvimento Sustentável do Seridó), para possibilitar recursos e cooperação técnica à única agência de desenvolvimento do Rio Grande do Norte, a fim de que ela continue sendo um instrumento de fomento e desenvolvimento econômico e social no Estado”, disse Francisco do PT.

Leave a Comment