Marina diz que não solicitará reforço na segurança após atentado contra Bolsonaro

Marina Silva, da Rede, caminhou na Rua 25 de Março neste sábado (8) (Foto: Reprodução/TV Globo)
Marina Silva, da Rede, caminhou na Rua 25 de Março neste sábado (8) (Foto: Reprodução/TV Globo)

candidata da Rede à Presidência, Marina Silva, disse neste sábado (8) que não pediu reforço de segurança à Polícia Federal (PF) após o atentado contra o presidenciável do PSL, Jair Bolsonaro. Líder nas pesquisas eleitorais, Bolsonaro levou uma facada na última quinta (6) em um ato de campanha em Juiz de Fora, na zona da mata de Minas de Gerais.

Em sua primeira agenda de campanha após o ataque contra o candidato do PSL, Marina afirmou

que o atentado foi um “inaceitável ato de violência”.

“Não pedi reforço. Nós vamos continuar fazendo a nossa campanha, defendendo propostas, dialogando com a população, reafirmando os compromissos que temos desde 2014 de fazer uma campanha sem violência, sem mentiras, sem desconstrução”, informou Marina a jornalistas ao ser questionada sobre se havia pedido reforço de segurança à PF.

Fonte: https://g1.globo.com/sp/sao-paulo/eleicoes/2018/noticia/2018/09/08/marina-diz-que-nao-solicitara-reforco-na-seguranca-apos-atentado-contra-bolsonaro.ghtml

Leave a Comment