MDB não formará federação para as eleições deste ano

Informação foi confirmada publicamente nesta quinta-feira, 3, em publicação feita no Twitter / Michel Jesus/Câmara dos Deputados

O presidente nacional do MDB, deputado federal Baleia Rossi (SP), avisou a dirigentes estaduais do partido que a sigla não formará federação com nenhuma outra legenda. A informação foi confirmada pelo parlamentar em seu perfil oficial no Twitter. Rossi comunicou sua decisão aos presidentes regionais através de uma mensagem enviada pelo aplicativo de mensagens WhatsApp, na quarta-feira, 2, véspera do início da janela partidária, período no qual os deputados podem trocar de partido sem risco de perda de mandato.

O anúncio frustra, sobretudo, as expectativas de dirigentes do União Brasil, partido que nasceu da fusão entre DEM e PSL. O PSDB também vinha tendo conversas com os emedebistas sobre uma possível aliança, mas, nos últimos dias, os tucanos avançaram em um acordo com o Cidadania, de Roberto Freire. Na publicação feita na tarde desta quinta-feira, 3, porém, Baleia Rossi diz que o MDB seguirá dialogando com os partidos “do centro democrático para a construção de uma candidatura única à Presidência da República”. A senadora Simone Tebet (MDB-MS) é a pré-candidata da sigla ao Palácio do Planalto. Aliados do governador de São Paulo, João Doria (PSDB), enxergam a parlamentar, que presidiu a Comissão de Constituição e Justiça (CCJ) do Senado e liderou a bancada feminina do Senado, como “vice ideal” para o gestor paulista.

“Na condição de presidente nacional do MDB, comuniquei aos diretórios estaduais, senadores e deputados que o nosso partido não fará nenhuma federação para as eleições de 2022. Contudo, manteremos as conversas com os partidos do centro democrático para a construção de uma candidatura única à Presidência da República. Respeitando os demais pré-candidatos, o MDB seguirá na defesa da capacidade e viabilidade do nome da senadora Simone Tebet. No próximo dia 10, ela será a porta-voz do MDB nas inserções do partido na TV. Segue aberto, portanto, o diálogo com os presidentes do União Brasil, Luciano Bivar, e do PSDB, Bruno Araújo, como também com todos que queiram construir uma alternativa à polarização”, escreveu Baleia Rossi em uma sequência de quatro publicações no Twitter.

Jovem Pan