Moro se encontra com os pré-candidatos Doria e D’Ávila para discutir projeto de país

Interlocutores de Sergio Moro dizem que ele tem dialogado com diversas lideranças para a formação de um projeto para o país / RENATO S. CERQUEIRA/FUTURA PRESS/ESTADÃO CONTEÚDO

O ex-juiz Sergio Moro (Podemos) fez dois encontros estratégicos na última quarta-feira, 8. Ele esteve com o presidenciável do partido Novo, Luiz Felipe d’Avila. Segundo a assessoria de comunicação do ex-ministro da Justiça, a conversa entre eles foi sobre projetos para o Brasil. Depois, Moro também se encontrou com o governador de São Paulo, João Doria (PSDB), que também é pré-candidato à presidência da República. O vice-governador do Estado, Rodrigo Garcia (PSDB), também esteve no encontro, que foi realizado na casa da deputada federal Renata Abreu, presidente nacional do Podemos, na capital paulista. Interlocutores de Sergio Moro dizem que ele tem dialogado com diversas lideranças para a formação de um projeto para o país. João Doria classificou o encontro como positivo para a construção de uma base centro-liberal, com o sentimento de proteção do Brasil e dos brasileiros.

Pelo lado da esquerda, também nesta quarta-feira, 8, o ex-presidente da República Luiz Inácio Lula da Silva (PT) confirmou estar à disposição para se candidatar novamente à presidência. A fala se deu durante o 9º Congresso da Força Sindical, na sede do sindicato dos metalúrgicos de São Paulo. “O que está acontecendo de normal é que nós não estamos nos indignando com a podridão que tomou conta desse país. Isso, companheiros e companheiras, é a razão pela qual eu estou me dispondo a voltar a ser candidato”, disse Lula. Já há pelo menos 12 candidatos ao Palácio do Planalto entre os escolhidos e apenas aventados. A Justiça Eleitoral informou que o período das convenções, quando as candidaturas são definidas, ocorrerá entre 20 de julho e 5 de agosto de 2022.

Jovem Pan