Na Casa Branca, Eduardo Bolsonaro defende congelamento de bens de Cuba e da Venezuela

Resultado de imagem para Eduardo Bolsonaro
Foto: Lucio Bernardo Jr. / Câmara dos Deputados

Segundo o GLOBO, o deputado federal Eduardo Bolsonaro, filho do presidente eleito Jair Messias Bolsoanro, defende que Cuba e Venezuela tenham seus bens congelados, e assim possa desconstruir as duas ditaduras ao mesmo tempo.

— Existem diversos instrumentos que o Brasil por anos, de maneira proposital, não levou a sério. São instrumentos que estão à mão. O juiz Sérgio Moro sabe melhor do que ninguém sobre lavagem de capitais, combate ao crime organizado, Convenção de Palermo. E junto com a equipe do embaixador Ernesto Araújo, tem muita coisa nessa área. Se você for congelar tudo aquilo que remete e passa pelas ditaduras cubana e venezuelana, pode dar um calote muito grande nesses ditadores — disse ele.

O Objetivo da fala do filho do novo presidente é criar uma forma junto ao governo americano para acabar com as ditadura na America Latina.

A declaração do deputado foi dita quando caminhava diante da Casa Branca, EUA, na ocasião de uma reunião com assessores do Conselho Nacional de Segurança da Casa Branca.

Leave a Comment