No RN, servidores da saúde paralisam serviços por 24h

Servidores da saúde protestaram contra atraso nos salários e falta de estrutura nesta sexta (2) (Foto: Eduardo Rodrigues/ Inter TV Cabugi)
Servidores da saúde protestaram contra atraso nos salários e falta de estrutura nesta sexta (2) (Foto: Eduardo Rodrigues/ Inter TV Cabugi)

Servidores estaduais da saúde iniciaram nesta sexta-feira (2) uma paralisação de 24h em protesto contra as condições de trabalho e o atraso no pagamento. De acordo com o Sindicato dos Servidores de Saúde do Rio Grande do Norte (SindSaúde), a paralisação afeta unidades de todo o estado.

De acordo com o diretor do SindSaúde, João Antônio de Assunção, a paralisação é resposta a uma série de problemas estruturais e administrativos envolvendo a saúde no estado. “Tem pacientes morrendo por falta de cirurgia, nossos salários estão atrasados, falta alimentação nos hospitais, falta medicação e nós não aguentamos mais”, declarou.

Na manhã desta sexta, manifestantes participaram de um ato em frente a Secretaria Estadual de Saúde Pública (Sesap). Com faixas, cartazes e carros de som, os profissionais também denunciaram a falta de leitos de UTI nos hospitais e a falta de segurança nas unidades de saúde em geral.

Por meio de nota, o secretário de Saúde Pública do Rio Grande do Norte, George Antunes, disse “aceita com naturalidade a preocupação dos servidores da área da saúde com relação aos problemas que vêm sendo enfrentados pela Sesap”, mas afirma que a secretaria está empenhada e trabalhando, junto com o governo, para solucionar todos os problemas.

O secretário ainda informou que a Secretaria de Planejamento iniciou nesta quinta-feira (1) a programação de pagamentos do estado, incluindo a Sesap. Antunes ainda afirmou que pretende agendar uma reunião com o secretário de Planejamento para tratar dos problemas da pasta da Saúde.

Do G1RN