O terror no Ceará de Ciro Gomes continua

Resultado de imagem para Fortaleza viaduto metrô
Foto; da internet

No oitavo dia de atentados no Ceará, bandidos detonaram explosivos em um viaduto por onde passa o metrô de Fortaleza. O turismo no estado sofre as consequências da onda de violência.

Hotel pertinho da praia, em plena alta temporada em Fortaleza. A quantidade de vagas disponíveis é bem maior do que de costume.

O sol, o calor e as belezas naturais do Ceará não têm sido suficientes para atrair os turistas em meio à onda de ataques. Hotéis e pousadas foram os primeiros a sentir. Por causa dos cancelamentos de reservas, estão com 15% a menos de ocupação do que em janeiro de 2018.

“Fiz uma pesquisa com alguns amigos aqui de Fortaleza e, após esse contato, que nós decidimos realmente vir. Disseram que era em alguns pontos que estavam acontecendo algumas manifestações, alguns ataques”, conta a turista do Rio de Janeiro Geovania Nascimento.

Enquanto isso alguns perguntam onde está o presidenciável, 2022, Ciro Gomes. Outros dizem que tudo isso são consequências dos governos do PT.

G1