Para devolver taxa de concurso, Prefeitura de Natal cadastra inscritos

b86894eabb5193d980339d680f3b2ee1-e1454021395706

A Prefeitura de Natal criou um Banco de Dados para fazer o cadastramento de todos os inscritos no concurso da Secretaria Municipal de Saúde que foi realizado no mês de junho e que acabou anulado após a constatação de irregularidades. O objetivo é identificar todos os candidatos para que a taxa de inscrição seja devolvida. O cadastramento começa nesta segunda-feira (19) a partir das 12h.

Para ser ressarcido, quem se inscreveu no concurso deve preencher o Formulário de Requisição de Devolução da Taxa de Inscrição, que está disponível no site da prefeitura (clique AQUI).

Segundo o Sindsaúde, a empresa CKM Serviços, responsável pela realização do certame, arrecadou R$ 1.626.005,00 com as 93.929 inscrições feitas para o concurso. A Prefeitura de Natal lançou o edital no dia 3 de maio. Ao todo, foram ofertadas 1.339 vagas para salários de até R$ 5.062.

A prefeitura informa que o Formulário de Requisição de Devolução ficará disponível até o dia 10 de outubro deste ano, “sendo este período improrrogável” – salvo por eventuais problemas técnicos que impliquem em prejuízos ao candidato.

De acordo com a secretária municipal de Administração Jandira Borges, o cadastramento é necessário para que a prefeitura tenha acesso aos dados bancários dos candidatos, já que o ressarcimento será feito por meio de transferência bancária.

Os candidatos que não possuem conta bancária deverão, no momento do preenchimento do formulário, informar os dados pessoais e bancários de pessoa de sua confiança, tendo em vista a impossibilidade de a instituição bancária efetuar a restituição dos valores por outros meios. Também deverão imprimir a declaração constante no formulário e comparecer à Secretaria Municipal de Administração – localizada na Rua Santo Antônio, 665, Centro, térreo – no horário de 8h às 12h, no prazo de 17 a 21 de outubro de 2016, munidos dos seguintes documentos: Declaração com firma reconhecida; Cópia do RG e CPF do candidato, devidamente autenticada; Cópia do cartão do banco que o candidato pretenda receber o ressarcimento, devidamente autenticada.

Após esse prazo, a Semad vai relacionar os dados dos inscritos e preparar o cronograma com as taxas de devolução.

Do G1RN