Pessoas jogam pedras e PM reforça segurança de delegacia após prisão de suspeitos de matar menina de 11 anos no RN

População cercou delegacia de Pau dos Ferros na noite de segunda-feira (31) e PM reforçou segurança do local. — Foto: Reprodução
População cercou delegacia de Pau dos Ferros na noite de segunda-feira (31) e PM reforçou segurança do local. — Foto: Reprodução

Após a prisão de um homem de 29 anos e uma adolescente de 17 anos suspeitos de assassinato de uma criança de 11 anos, em Pau dos Ferros, pessoas revoltadas jogaram pedras na delegacia do município do Alto Oeste potiguar, na noite desta segunda-feira (31).

A Polícia Militar precisou reforçar a segurança do prédio. Apesar da movimentação, o casal não estava no local. A polícia decidiu não divulgar para onde o homem e a adolescente foram conduzidos para evitar novas ações do tipo.

Segundo a PM, moradores do bairro Manoel Deodato, onde a criança morava, foram para frente da delegacia e tentaram invadir o prédio. Por volta das 20h, a população começou a aglomerar em frente ao local e dois agentes da Polícia Civil pediram reforço da Polícia Militar.

Ainda de acordo com a PM, cerca de 20 policiais, inclusive de cidades vizinhas, foram deslocados ao prédio para controlar a situação.

As pessoas chegaram a atirar pedras e também bombinhas contra o prédio. Elas gritavam palavras de ordem como “Justiça”. Apenas por volta das 23h o grupo foi dispersado.

A Polícia Civil trabalha o caso como homicídio e tem no homem de 29 anos e na mulher dele, de 17, os principais suspeitos de terem matado a criança de 11 anos. Os dois foram presos nesta segunda-feira (31). em Natal, após uma denúncia anônima de um homem que os encontrou na avenida Capitão-Mor Gouveia (ouça a abaixo a ligação para a polícia).

A criança de 11 anos que está desaparecida desde o dia 26 de maio no município de Pau dos Ferros aparece em um registro de câmeras de segurança andando na rua durante a noite daquele dia com um casal. De acordo com a Polícia Civil, o casal preso nesta segunda-feira (31) em Natalé o mesmo que está nas imagens.

G1RN

Leave a Comment