Presidente do TSE, ministro Gilmar Mendes, abre votação no Rio

Ministro Gilmar Mendes acompanha a abertura da votação na Cidade de Deus, no Rio (Foto: Cristina Boeckel / G1 Rio)
Ministro Gilmar Mendes acompanha a abertura da votação na Cidade de Deus, no Rio (Foto: Cristina Boeckel / G1 Rio)

G1 – O presidente do Tribunal Superior Eleitoral, ministro Gilmar Mendes, acompanhou o começo da votação do segundo turno no Rio de Janeiro na manhã deste domingo (30). O magistrado foi até a Escola Municipal Avertano Rocha, na Cidade de Deus, na Zona Oeste da cidade. Ele ressaltou a importância do reforço na segurança nas cidades do estado que terão segundo turno.

“Atendendo à demanda, logo depois da Paralimpíada, nós mantivemos o efetivo da Força Nacional para não termos tumulto e insegurança em relação às eleições. E é possível que permaneça após as eleições para garantir a segurança,” destacou Gilmar Mendes.

O ministro ressaltou que as mortes de candidatos e os casos de violência relacionados ao processo eleitoral justificaram a presença das forças federais no RJ.

“O reforço se deve a toda preocupação com o quadro de insegurança no Rio de Janeiro. E o quadro de insegurança relacionado à temática eleitoral justificou a necessidade de forças federais no Rio de Janeiro”, explicou Mendes.

O ministro disse também que não espera que vá ocorrer qualquer problema nas escolas que estão ocupadas por estudantes no estado.

“As zonas eleitorais tomaram todas as providências para fazer as realocações de seções para evitar tumultos, para evitar conflitos. Todavia, devemos fazer ponderações para evitar que o direito livre de manifestação, de protesto, tumultue um direito que é importante que é o direito de participar do processo eleitoral. Não acreditamos que vá ocorrer conflitos nos locais onde acontecem as votações e estão ocupados,” ressaltou o presidente do TSE.