Projeto cultural abre as portas da Escola da Assembleia para a comunidade

unnamed (1)

A jovem Joanna Holanda Leite, de 15 anos, ficou encantada com as poesias que leu e ouviu na manhã desta quarta-feira (20). Estudante da Escola Estadual Francisco Barbosa, em São José de Mipibu, ela veio, com os colegas e professores, participar da abertura do Projeto Cultural Convite à Cultura da Escola da Assembleia. Só não imaginava que seria conquistada pelo belo trabalho das palavras em poesias.

“Eu gosto de ler, mas confesso que não tenho hábito de ler poesias. O poema Solidão, de Deífilo Gurgel, um dos últimos que ele escreveu antes da morte, de acordo com o vídeo que acabamos de assistir, me tocou profundamente”, confessou.

Joanna faz parte da turma de estudantes da rede pública de ensino que veio para a abertura do mais novo projeto de extensão social da Escola da Assembleia. A ideia é abrir as portas da instituição para novas atividades voltadas para a comunidade.

“O Objetivo é atrair a sociedade para dentro da Escola e assim a população poder conhecer mais o trabalho desenvolvido pelo Poder legislativo, que vai além das atividades em plenário”, destaca o presidente da Assembleia, deputado Ezequiel Ferreira de Souza (PSDB).

A deputada Cristiane Dantas (PCdoB) participou da estreia do projeto juntamente com o diretor da Escola, Carlos Russo “A Assembleia Legislativa, por meio da Escola da Assembleia, faz um trabalho de enorme alcance social e educacional. Os cursos e atividades acadêmicas desenvolvidos aqui e abertos à comunidade mostram o compromisso da nossa casa legislativa com a população. Esse novo projeto é mais uma porta que se abre’, acrescenta a parlamentar.

Em homenagem ao mês do escritor, o projeto Convite à Cultura apresentou a vida e obra de Deífilo Gurgel e Manoel de Barros. Entre os debatedores estava a jornalista Michelle Ferret que pesquisou a obra dos dois poetas.

“Durante a pesquisa, eu descobri que os dois tinham muitas semelhanças. Apesar de Manoel de Barros ser um poeta pantaneiro e Deífilo folclorista potiguar, havia afinidades e vidas bem parecidas. E poder apresentar essa poesia e esse sagrado para os jovens que estão hoje aqui é bem bacana”, comentou Michelle.

Também participaram do evento o geógrafo e historiador Plínio Sanderson e o jornalista Alexandre Gurgel, filho de Deífilo, que apresentou um poema inédito do pai. O texto será lançado em novembro, por ocasião do lançamento do livro em homenagem aos 90 anos do folclorista e poeta potiguar.

Doação de Livros

A Escola Estadual Francisco Barbosa também recebeu da Assembleia livros sobre arte, poesia, cultura e história do Rio Grande do Norte. A doação vai acontecer em outras instituições de ensino, dentro do programa de inclusão social da Escola da Assembleia, que também conta com o projeto “Poder da Cidadania”, também com alunos da rede pública de ensino.

“Estamos muito felizes com o convite e a oportunidade de participar de um momento cultural tão rico. Poder trazer os alunos da nossa escola para vivenciar e aprender mais sobre a vida e a obra desses escritores já é uma experiência ímpar e ainda voltar pra São José de Mipibu levando esses livros doados para nossa biblioteca é realmente maravilhoso e me deixa até emocionada”, agradeceu a coordenadora pedagógica da Escola Francisco Barbosa, Wedna Carvalho.