Rodoviários fazem paralisação em protesto contra violência em Natal

Rodoviários pararam os ônibus nas proximidades do viaduto do Baldo (Foto: Kléber Teixeira/ Inter TV Cabugi)
Rodoviários pararam os ônibus nas proximidades do viaduto do Baldo (Foto: Kléber Teixeira/ Inter TV Cabugi)

G1 – Motoristas e cobradores de ônibus paralisaram os serviços por volta das 16h10 desta quarta-feira (19) em Natal. De acordo com o Sindicato dos Trabalhadores e Transportadores Rodoviários do Rio Grande do Norte (Sintro/RN), a manifestação é um protesto por segurançaapós um motorista e um despachante serem agredidos durante um assalto ao Terminal de Cidade da Esperança, na Zona Oeste da cidade.

Como forma de protesto, os motoristas pararam os ônibus na Avenida Rio Branco, próximo ao Viaduto do Baldo. Segundo o sindicato, a paralisação deve durar por volta de uma hora. Outros atos não estão previstos até o momento.

Motorista agredido durante assalto
A agressão ao motorista e ao despachante aconteceram na manhã desta quarta. No momento da ação, estavam o despachante, uma cobradora e três motoristas. Todos tiveram dinheiro e celulares roubados. O criminoso fugiu em uma motocicleta. Em razão da violência, o terminal foi fechado. Os dois feridos foram socorridos.

Eliando Alves, motorista da empresa Guanabara, chegou ao local quando os colegas estavam sendo socorridos. Ele contou ao G1 como o suspeito rendeu as cinco pessoas. “Ele já chegou dando uma coronhada, agarrou o pescoço do meu colega, tirou ele da cadeira e o jogou no banco”, disse. “Ele não atirou, usou o cabo do revólver para bater”, continuou.

O despachante e o motorista ficaram feridos e foram encaminhados para uma Unidade de Pronto Atendimento próxima. As outras três vítimas do assalto tiveram seus pertences roubados. Ainda segundo informações do motorista, o criminoso aparenta ser menor de idade e fugiu.