Sandro Pimentel questiona Prefeitura do Natal sobre destino do lixo da cidade

O deputado Sandro Pimentel (PSOL), que é presidente da Comissão Parlamentar de Direito do Consumidor, Meio Ambiente e Interior, visitou durante a semana o aterro sanitário de Ceará-Mirim, administrado pela Braseco e que recebe os resíduos sólidos de 14 municípios. Em seu pronunciamento na sessão plenária da Assembleia Legislativa desta quinta-feira (9), ele disse que constatou no local que a Prefeitura do Natal está inadimplente com a empresa, que acabou reduzindo o recebimento do lixo da cidade.

“A Prefeitura está devendo R$ 17 milhões à Braseco. Para se ter uma ideia, em março o aterro recebeu 876 toneladas de lixo por dia da cidade do Natal. Com a redução de recebimento, esse número passou em abril para 695 toneladas. Por dia, são 181 toneladas de lixo que não estão indo para o aterro. E para onde está indo esse lixo?”, questionou o parlamentar.

Para ele, o lixo que não está sendo recebido pela Braseco, está sendo acumulado em lixões, obstruindo esgotos, o que gera inundações em tempos de chuva. Sandro Pimentel comunicou em plenário que fará uma denúncia formal sobre o assunto junto ao Ministério Público.

O deputado ainda criticou a administração municipal com relação à falta de providências na Ponte Newton Navarro para diminuir o número de suicídios no local. “Fui ao Ministério Público e vamos pedir a Justiça a cobrança de multa de R$ 1 milhão aplicada pelo descumprimento da decisão que obrigava a Prefeitura, até o dia 30 de abril, instalar redes de proteção na Ponte”, disse ele.

Sandro Pimentel ainda parabenizou os estudantes que foram às ruas protestar contra os cortes de 30% na educação anunciados pelo Governo Federal. Ele convocou a população para participar da greve nacional da educação, dia 15 de maio.

 

Assessoria

Leave a Comment