“Se eu tivesse deixado o DEM sair com o PSDB, o Michel tinha caído”, diz Maia

O presidente da Câmara dos Deputados, Rodrigo Maia, agiu para que o PSDB e o DEM não deixassem a base do governo
O presidente da Câmara dos Deputados, Rodrigo Maia, agiu para que o PSDB e o DEM não deixassem a base do governo / Marcos Corrêa/PR – 4.9.17

O presidente da Câmara dos Deputados, Rodrigo Maia (DEM), afirmou ser “nem contra, nem a favor” da segunda denúncia contra o presidente Michel Temer (PMDB) , que tramita na Casa. Em entrevista ao jornal Valor Econômico , o deputado do Rio de Janeiro afirmou que “denúncia não é campanha para assumir Presidência”.

“Não fiz com eles o que eles fizeram com a Dilma. Talvez, por isso, essas mentiras criadas, para tentar criar um ambiente em que eu era o que não prestava e eles eram os que prestavam”, afirma. “Como eles fizeram desse jeito com a Dilma, talvez imaginassem que o padrão fosse esse. O meu padrão não é o mesmo daqueles que, em torno do presidente, comandaram o impeachment da presidente Dilma”, explicou Rodrigo Maia .

Em relação à primeira denúncia – que não foi aprovada pela Câmara – Maia agiu para que o PSDB e o DEM não deixassem a base. “Vou dizer claramente, sem nenhuma vaidade: se eu tivesse deixado o DEM sair com o PSDB, o Michel tinha caído”. O deputado afirmou ainda que “esse papel [de conspirador], que alguns gostariam que eu tivesse exercido, não tinha condição de exercer nem na primeira, nem terei na segunda”.

 

 

Leia mais no link abaixo.

Fonte: Último Segundo – iG @ http://ultimosegundo.ig.com.br/politica/2017-09-29/rodrigo-maia.html

 

Leave a Comment